VOCÊ FAZ O SUCESSO

VOCÊ FAZ O SUCESSO

BAIXE O APLICATIVO RADIOSNET E OUÇA A NOVA XUCURU EM TODO LUGAR; CLIQUE NA FOTO ABAIXO E SAIBA MAIS

quarta-feira, 8 de julho de 2015

SANTA CRUZ VENCE A TERCEIRA SEGUIDA E FOGE DO Z-4 DA SÉRIE B

Com informações do Blog do Torcedor -

O Santa Cruz poderia ter sofrido bem menos pois enfrentou um time muito mal armado tanto para defender quanto atacar, mas a coragem em manter-se pressionando mesmo com um jogador a menos coroou o time pernambucano, que venceu o CRB de virada por 2×1 na noite desta terça-feira (7) e voltou a subir na Série B. Agora os corais chegaram ao 10º lugar com 15 pontos e chegam fortes para o clássico contra o Náutico no próximo sábado (11), na Arena Pernambuco.

O CRB atrasou tanto para entrar em campo que o quatro árbitro, Gilberto Freire, precisou ir buscar jogadores e comissão técnica no vestiário. Porém, quando a bola começou a rolar o time alagoano foi bem apressado para fazer o gol. O cronômetro se aproximava dos três minutos quando Glaydson Almeida cruzou da direita e Danny Morais calculou mal a distância. Zé Carlos apareceu por trás dele e cabeceou para as redes. Imaginem a situação: você está jogando fora de casa contra um adversário que vem ascendendo e põe um gol de frente. Vai fazer o quê? Acertou quem falou recuar. E de uma forma que o centroavante chegava a posicionar-se no setor tradicionalmente reservado aos volantes.

O Tricolor foi todo para cima e Renatinho, sem ninguém a marcar e nem a marcá-lo assumiu a responsabilidade de armar o time, já que João Paulo estava quase sempre cercado. O time da casa variou sua pressão como manda o figurino: variando as investidas pelo meio e os dois lados do campo. Mas o amontoado de jogadores de branco à frente da área dificultou o passe final. O Galo da Pajuçara limitava-se a rebater bolas. Não dava nem para pensar em contra-ataque pois os atletas visitantes preferiam livrar-se da bola, com exceção de Zé Carlos, o único sopro de inspiração.

Inspiração que foi se esvaindo dos corais à medida que o tempo passava e o gol de empate não saía. A precipitação começou a tomar conta e os erros primários afloraram. A exceção também era a camisa 9. Anderson Aquino voltava para tentar armar o jogo, servir os companheiros e quase marca um belo gol numa puxeta. Mas o baque final na primeira etapa prejudicaria o time da casa até o fim. Aos 44, Diego Sacoman fez falta dura em Pery e tomou o amarelo. Como já havia sido advertido ao trocar empurrões com Zé Carlos terminou expulso.

O vermelho de Sacoman provocou mudanças nos três setores da equipe na volta para o segundo tempo. Marlon saiu da lateral para formar a zaga com Danny Morais. Renatinho saiu do meio para a lateral esquerda. Para completar, Nininho entrou no lugar do apagado Nathan para Bruninho cobrir o corredor que Renatinho fatalmente deixaria quando atacasse. Mesmo com menos um o Santa pressionou os alagoanos e João Paulo deixou tudo igual aos três minutos ao acertar o canto esquerdo.

Parecia que o CRB e não o Santa Cruz tivera um jogador expulso. O gol marcado por João Paulo foi sintomático da má distribuição dos jogadores alagoanos em campo. Toda hora o camisa 10 aparecia com liberdade, tanto que pouco depois de marcar o gol ele deixou Lelê cara a cara com Júlio César. A finalização foi em cima do goleiro. Até mesmo quando tomou a bola enquanto o Santa atacava o CRB não tinha organização para sair no contra-ataque.

Os corais não tinham nada com isso e mantiveram a postura ofensiva. E mais uma chance chegou aos 23 numa bomba de Nininho no travessão. De tanto martelar e colocar-se em risco de contra-ataque o Santa Cruz foi premiado pela coragem. Aos 34, Luisinho foi à linha de fundo e cruzou rasteiro. Anderson Aquino estava na pequena área à frente do último defensor e completou para as redes. A dúvida fica se o atacante estava à frente da linha da bola.

Ficha do jogo:

Santa Cruz: Fred; Bruninho, Diego Sacoman, Danny Morais e Marlon (Neris); Wellington Cézar, Renatinho (Luisinho), João Paulo e Lelê; Nathan (Nininho) e Anderson Aquino. Técnico: Marcelo Martelotte.

CRB-AL: Júlio César; Audálio, Daniel Marques, Gabriel e Pery; Josa, Glaydson Almeida e Leandro Brasília (Clebinho); Wellington Saci (Fernando), Zé Carlos e Pingo (Kanu). Técnico: Mazola Júnior.

Local: Arruda. Árbitro: John Herbert Alves Bispo (BA). Assistentes: Adaílton José Jesus Silva (BA) e Pedro Jorge Santos de Araújo (AL). Gols: Zé Carlos, aos dois do primeiro. João Paulo, aos três; e Anderson Aquino aos 34 do segundo. Cartões amarelos: Zé Carlos, Pingo, Josa e Glaydson Almeida. Expulsão: Diego Sacoman. Público total: 9.708.

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More