VOCÊ FAZ O SUCESSO

VOCÊ FAZ O SUCESSO

BAIXE O APLICATIVO RADIOSNET E OUÇA A NOVA XUCURU EM TODO LUGAR; CLIQUE NA FOTO ABAIXO E SAIBA MAIS

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

ZIKA VÍRUS: BRASIL É PRINCIPAL EXPORTADOR

Com informações do Folha PE -

A velocidade da epidemia do zika está atrelada à grande dispersão que o vírus encontra entre os viajantes que visitam áreas endêmicas. Pesquisadores da Universidade de Oxford, baseados na presença do Aedes aegypti no Brasil, veem o País com o principal exportador da doença para o restante do Mundo. 

Para os especialistas da OMS, o vírus está se espalhando muito e de maneira rápida, com consequências devastadoras. Uma publicação de cientistas da Universidade de Oxford na Revista Lancet identificaram, a partir do Brasil, vias internacionais de alto risco para a propagação do vírus da zika e geografias globais propícias para transmissão autóctone - casos importados.

>>Leia Mais

Foram selecionados aeroportos dentro de 50 km de áreas propícias para transmissão do vírus e mapeados os destinos finais de viajantes internacionais que partiram desses locais entre setembro de 2014 e agosto de 2015. Nove milhões e novecentos mil de viajantes partiram do País, sendo 65% com destino para as Américas, 27% para a Europa, e 5% para a Ásia (ver arte). 

O estudo indica que a propagação do vírus por meio desses viajantes pode encontrar brechas de disseminação principalmente entre a Argentina, Itália, e os EUA, que têm mais de 60% de suas populações residentes em áreas propícias à transmissão do zika. Somente nos EUA, 22,7 milhões de pessoas vivem em áreas passíveis de transmissão do vírus o ano todo. Já no México 30,5 milhões estão suscetíveis.

Para o ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, há uma preocupação no Mundo diante do ineditismo do quadro. “Por enquanto, ainda estamos na fase da mais absoluta perplexidade, pois é a primeira vez que há a associação do zika vírus com a microcefalia e o volume que tem ocorrido no Brasil”, comentou. O ministro admitiu que o anúncio do órgão mundial pode afetar no curto prazo a vinda de turistas estrangeiros ao país. “Deve haver um recolhimento (de turistas) em relação aos países com casos do vírus. Não acho, no entanto, que as pessoas desistam de vir para cá em longo prazo. Acredito que as pessoas não terão temor de vir aqui, a não ser grávidas”, acrescentou.

OlimpÍadas
O estudo faz referência, também, a maior concientização sobre prevenção à doença durante os Jogos Olímpicos no Brasil, em agosto de 2016. O especialista em doenças tropicais infecciosas da Universidade de Toronto, Isaac Bogoch, disse pessoas não devem deixar de ir ao Brasil. Ele participou do estudo sobre as chances de disseminação do zika. “Viaje ao Brasil, aproveite a Olimpíada e se divirta. Quem viaja ao Brasil deve tomar precauções para não ser picado”, tranquilizou. 

Notificações

O ministro da Saúde, Marcelo Castro, anunciou nesta segunda-feira que a notificação do zika começará a ser compulsória em todo o País a partir da próxima semana. Pernambuco já instituiu a notificação desde dezembro. Em entrevista à agência Reuters, Castro ainda afirmou que a epidemia de zika é pior do que se pensa porque em 80% dos casos ela é assintomática. 

Os testes de detecção rápida de dengue, chikungunya e zika serão distribuídos na rede de saúde no mês de fevereiro. Seguindo, procedimento adotado pelos Estados Unidos será vetada a doação de sangue de pessoas que tenham o vírus. Ele afirmou que cabe ao Congresso decidir sobre estender o direito ao aborto para casos de microcefalia relacionada ao zika.

Fotos: Reprodução

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More