VOCÊ FAZ O SUCESSO

VOCÊ FAZ O SUCESSO

WEB RÁDIO - NOVA XUCURU - ACESSE: www.novaxucuru.com

PROGRAMAÇÃO 24H ONLINE, DIVULGUE.

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

DEBATE SOBRE ELEIÇÕES NAS REDES SOCIAIS ABALA AMIZADES

Com informações da Agência Brasil -

O intenso uso das redes sociais para expressar apoio político nestas eleições e o acirramento das tensões devido à proximidade do segundo turno, marcado para o próximo domingo (26), têm afetado amizades e relações familiares. Uma usuária do Twitter resumiu a situação em um post que lhe rendeu mais de 17 mil curtidas: "gente, quem perdeu família ou amigos por causa dessa eleição vamos combinar de passar o Natal juntos".

Pesquisa Datafolha divulgada na última quarta-feira (22) mostrou aumento no índice de pessoas que disseram ter interesse nas eleições. Dos 4.355 entrevistados, 50% responderam que têm interesse no pleito. No fim de agosto, essa porcentagem era 39%. Esse crescimento também influencia no aumento da circulação de vídeos, textos e até mesmo ofensas nas redes sociais.

A gerente de comunicação digital Glaucimara Silva deixou de seguir e de visualizar publicações de várias amigos no Facebook. Em casos mais graves, em que houve preconceito ou discurso de ódio, ela desfez a amizade na rede social. "As pessoas se revelam muito nesse momento", diz. Ela acredita que, por estarem protegidas por um computador, "as pessoas se sentem mais à vontade para falar coisas que não falariam cara a cara".

Apesar de a maior parte das amizades desfeitas serem de amigos apenas de Facebook, Glaucimara chegou a se afastar de uma amizade na vida real. "Um amigo muito próximo parou totalmente de conversar comigo porque considerou que temos uma visão política muito diferente e por isso não temos mais nada em comum", conta.

A assessora de imprensa Juliana Carvalho decidiu encerrar as contas nas redes sociais até o fim das eleições. "Estava virando um ringue para mim, eu via as pessoas extremamente irritadas e xingando umas às outras."

Para o sociólogo e pesquisador da Universidade de Brasília (UnB) Marcello Barra, a proporção a que chegaram as discussão nas redes sociais nestas eleições é algo inédito. "No grau que assume é realmente uma coisa que aparentemente é inedita e tem correlação imediata com a disputa [eleitoral], uma disputa muito acirrada."

Ele explica que as redes apresentam um grau de politização muito mais avançado diante de outros meios de comunicação, como a televisão ou o rádio. "Permitem não só a expressão de vários assuntos que vão além da política, como a política é tratada muito intensamente, discutida numa base diária. Isso é muito relevante para a democracia", destaca.

O mestre em direito pela UnB e ciberativista Paulo Rená também considera a discussão nas redes positiva, mas alerta para o discurso de ódio e para os crimes cometidos pelos usuários que, muitas vezes, saem ilesos a comentários racistas ou de preconceito regional.

"Acho importante que as pessoas entendam que não é porque estão na internet que o discurso de ódio está liberado. E isso não é nenhuma restrição à liberdade de expressão", diz. "Aquelas condutas inadequadas e eventualmente criminosas que eram feitas em ambientes privados, que eram feitas dentro de casa, agora passam a ocorrer também em ambientes públicos. Não tem nenhuma restrição para que esse comportamento inadequado seja punido aconteça ele na internet ou em qualquer lugar."

Rená orienta aqueles que se sentirem agredidos a, dependendo do nível da ofensa, procurarem uma delegacia de polícia e registrarem boletim de ocorrência ou recorrerem à Justiça. O Ministério Público também pode atuar no combate a discursos preconceituosos a determinados grupos.

TOYOTA VIRA COM PROFESSORES NA ZONA RURAL DE BREJO DA MADRE DE DEUS

Com informações do Estação Notícias -

Uma Toyota cabine dupla que transporta professores para a zona rural do Brejo da Madre de Deus, virou no início da tarde desta quarta-feira (22). De acordo com informações de Terezinha Dias, professora que leciona na zona brejeira, era por volta das 12h30min quando o acidente aconteceu.

O veículo era conduzido por Antonildo, eles estavam a caminho do sítio Preguiça para pegar outra professora que passou a manhã dando aula, quando a Toyota virou em uma curva em uma decida no sítio São Francisco. Além do motorista pelo menos duas professoras e outro cidadão estavam dentro do veículo, ninguém ficou ferido gravemente. Não se tem informações precisas sobre o que ocasionou o acidente.

Para a professora Terezinha, Deus livrou de algo pior, se referindo à situação em que o veículo parou na ladeira.

“Apesar do susto estamos todos bem, não tivemos machucados, estamos apenas doloridos. Eu não tenho dúvidas de que foi um grande livramento de Deus esse carro não ter capotado, foi Deus que parou e nos livrou do mal maior, livramento puro”, disse Tererinha.

Vários moradores da região compareceram ao local do acidente para prestar socorro às vítimas e também organizar a retirada da Toyota e desobstruir a estrada.

SÃO PAULO EMPATA COM O CHAPECOENSE E PERDE A CHANCE DE REDUZIR VANTAGEM DO CRUZEIRO

Com informações do Globoesporte.com -

A história se repetiu novamente. O Cruzeiro tropeçou, e o São Paulo não aproveitou. Depois de a Raposa ter ficado no empate por 1 a 1 com o Palmeiras, o Tricolor entrou em campo sabendo que, se vencesse, diminuiria para cinco pontos a distância para o primeiro colocado. No entanto, após mostrar um futebol razoável apenas no segundo tempo, a equipe não passou do 0 a 0 com a Chapecoense, que foi amplamente superior na etapa inicial. No final, as duas equipes deixaram o campo lamentando o resultado.

Isso porque se o Tricolor seguiu a sete pontos do líder do campeonato (60 a 53), o time catarinense continuou próximo da zona de rebaixamento. Com 35 pontos, a equipe do técnico Jorginho tem quatro de vantagem sobre o Vitória, que abre o Z-4.

Os dois times voltarão a campo na próxima rodada em dias diferentes. No sábado, a Chapecoense atua de novo como mandante, desta vez contra o Santos, em duelo programado para 18h30. Na segunda-feira, será a vez do Tricolor jogar contra o Goiás, no estádio do Morumbi, a partir das 20h30. Os jogos são válidos pela 31ª rodada.

Um tempo para cada time
Nos 45 minutos iniciais, somente um time jogou. Como faz normalmente em casa, a Chapecoense se impôs com marcação forte e saída rápida pelas pontas. Dificultou a vida do São Paulo. Kaká e Ganso não foram notados. O time mandante utilizou muito o apoio dos laterais Fabiano e Rodrigo Biro e teve em Tiago Luís sua peça mais inspirada. Foi dele a principal oportunidade desperdiçada, aos 42, cara a cara com Rogério Ceni. O Tricolor não criou nada e limitou-se a dois chutes de Denilson, que não deram trabalho a Danilo.

Irritado com o desempenho da equipe, Muricy mexeu no intervalo, sacando Ewandro para colocar Osvaldo. 

O São Paulo cresceu, teve duas boas chances, com Osvaldo e Denilson, mas o gol não saiu. Aos 30, Paulo Miranda foi expulso acertadamente e a Chapecoense, que passou a atuar com três atacantes, voltou a crescer. Com um homem a mais, os donos da casa subiram a marcação, pressionaram, mas poucro criaram. No fim, a igualdade sem gols frustrou os torcedores que compareceram em grande número à Arena Condá.

BRASILEIRÃO 2014: SPORT VACILA NO FINAL E PERDE POR 1 A 0 PARA O GOIÁS

Com informações da Folha PE -

A fase é, realmente, complicada. O Sport não consegue voltar a vencer na Série A. Diante do Goiás, na Ilha do Retiro, completou o sétimo jogo sem triunfo consecutivo na competição. Perdeu para o time do Centro-Oeste e ouviu muitos protestos da torcida. O principal alvo foi o técnico Eduardo Baptista, chamado insistentemente de burro.

O Sport começou melhor. Com movimentação dos homens da frente, empilhou boas chances no início. No primeiro minuto, Diego Souza lançou Felipe Azevedo, que ganhou na corrida e cruzou. Ibson desperdiçou. Aos três, a bola caiu nos pés de Diego Souza, sozinho, dentro da área. O chute, contudo, saiu fraco, nas mãos do goleiro Renan.

A defesa do Goiás não encaixava com o ataque do Sport. E o setor ofensivo dos esmeraldinos também não oferecia grandes riscos: a melhor articulação foi aos quatro. Mas Esquerdinha passou da bola e não finalizou.

Enquanto isso, o Leão seguia melhor. Aos 23, Ibson concluiu mal outra chance. O lance foi uma espécie de divisor do primeiro tempo. A partir dali, o Goiás melhorou a marcação, fechou os espaços e conseguiu diminuir o ímpeto ofensivo do Rubro-Negro. Aos 28, Diego Souza cobrou uma falta na trave. Depois, o Sport só conseguiu chegar ao gol do adversário aos 44 minutos. Mas Ibson, de novo, perdeu chance clara.

A expectativa da torcida era que o time continuasse melhor na volta do intervalo. Não foi o que acontece: o Goiás tomou a iniciativa do jogo e criou mais oportunidades, a maioria explorando o lado esquerdo do Rubro-Negro.

Aos 3, Esquerdinha invadiu a área do Sport, mas chutou por cima do gol. Dois minutos depois, o cruzamento de Lima passou por todo mundo, assustou Magrão, mas saiu pelo lado. Aos 6, Ibson respondeu para o Rubro-Negro, mas – de novo - finalizou fraco e irritou a torcida.

Pouco depois, quem irritou a torcida foi o técnico Eduardo Baptista, que tirou Felipe Azevedo, bem, para colocar Érico Júnior. Sacou, ainda, Ibson e colocou Neto Baiano. As alterações não fizeram o time melhorar.

O time até conseguiu ter mais presença ofensiva. Não marcou e foi punido por isso. Aos 45, Esquerdinha completou cruzamento e definiu para o Goiás: 1 x 0. Mais uma derrota do Sport na Série A.

ÚLTIMA CHANCE DE AÉCIO É O DEBATE

Com informações do Blog de Inaldo Sampaio -

O Brasil chega à última semana da campanha presidencial literalmente dividido: 47% dos eleitores propensos a votarem em Dilma, 43% em Aécio Neves e 4% de indecisos, segundo a pesquisa do Datafolha divulgada ontem. No primeiro turno da eleição, ensaiou-se a “onda Marina” logo após a ex-senadora substituir Eduardo Campos na chapa presidencial do PSB. A candidata apareceu numa das pesquisas com 51% dos votos válidos, dando a entender que era a bola da vez. A “onda”, porém, desmanchou-se rápido quando o Brasil passou a conhecer melhor as suas fragilidades. 

Veio em seguida a “onda Aécio” após a chegada do tucano ao 2º turno. Ele também figurou em algumas pesquisas com mais de 50% dos votos válidos. Agora desponta a “onda Dilma” malgrado 75% dos eleitores terem confessado, lá atrás, que queriam um “governo de mudanças”. Aécio ainda tem uma chance de virar o jogo: o debate da Globo de amanhã à noite.

A mudança não desejada

Aécio cometeu um erro grave ao anunciar que Armínio Fraga, ex-presidente do BC no governo FHC, seria seu ministro da fazenda. O “mercado” gostou da escolha. Mas a média dos eleitores, não. Isso ficou claro após Dilma ter explorado na TV declarações de Armínio dizendo que o salário mínimo no país está alto demais e que é necessário tirar dos bancos públicos algumas de suas atribuições. É como se o eleitor dissesse o seguinte: “A gente quer mudar, mas não por aí”.

Time – O governador eleito Paulo Câmara (PSB) não terá muitas caras novas no 1º escalão, que será formado por pessoas que já trabalharam no governo Eduardo Campos, com raras exceções. Antônio Figueira, Renato Thiebaut e José Neto são nomes certos para o time. Já Danilo Cabral, Tadeu Alencar e Felipe Carreras (PSB) também são opções, mas preferem a Câmara Federal.

Sertão – O escritor, pesquisador e folclorista Zelito Nunes (UFRPE) lançará amanhã no Clube Alemão, a partir do meio dia, o seu mais recente trabalho, intitulado: “No sertão onde eu vivia”.

Tradição – Desde que passou a PEC da reeleição (1997), nenhum governador do RS conseguiu ser reeleito e Tarso Genro (PT) não será exceção à regra. Vai perder para Ivo Sartori (PMDB).

Vitória – Surubim fez majoritários na cidade, tanto para a Alepe como para a Câmara Federal, dois filhos da terra (do PSB): Danilo Cabral (12.202) e Nilton Mota (8.170), respectivamente.

Vácuo 1 – Único irmão de Eduardo Campos, o advogado Antônio Campos já tem o nome cogitado no PSB para disputar a prefeitura de Olinda em 2016. Não se sabe se tem interesse. Mas se tiver a chance é grande, sobretudo por ter levado para lá a Fliporto, da qual é curador.

Vácuo 2 – Com a morte de Eduardo Campos, os grandes líderes políticos do Nordeste passaram a ser Jaques Wagner (PT) e Cid Gomes (PROS). O primeiro fez o sucessor na Bahia (Rui Costa) e o segundo deverá fazer também no Ceará (Camilo Mendonça), de acordo com as pesquisas.

Adeus – Remanescente do velho PTB (fase pré-64), o gaúcho Cibilis Viana morreu ontem no RJ aos 94 anos de idade. Foi chefe de gabinete de Brizola nos governos do RS e do RJ, um dos líderes da “cadeia da legalidade” que lutou pela posse de Jango em 61, após a renúncia de Jânio Quadros, e um dos fundadores do PDT junto com os pernambucanos Lamartine Távora e José Carlos Guerra.

Núcleo – Caso seja eleito presidente, Aécio garante que o “núcleo do governo” será formado pelo PSDB, PSB, PP e o “lado bom” do PMDB. Bobagem do candidato tucano porque quem controla o PMDB é Sarney, Renan Calheiros, Romero Jucá, Henrique Alves, Eduardo Cunha, Moreira Franco e outras figuras carimbadas da política. E sem o apoio desse partido não se governa o Brasil.

VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER, FOI TEMA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA EM BELO JARDIM – PE

Com informações do Jardim do Agreste -

A Câmara Municipal de Belo Jardim – PE, realizou na última terça (21) uma Audiência Pública solicitada pela Vereadora Patrícia Maciel com a temática:“ Estudo de Gênero e Enfrentamento de Violência contra a Mulher ”, com o objetivo de consolidar execução de políticas de enfrentamento à violência contra mulheres, no sentido de garantir a prevenção e o combate à violência, a assistência e a garantia de direitos às mulheres.

O evento contou com a participação da palestrante a Dra. Bernardina Araújo Coordenadora do Núcleo de Estudo e Enfrentamento de Violência Contra a Mulher da AEB , das Secretárias a Dra. Ana Paula Alves Secretária de Saúde, a Sra. 

Ana Jatobá Secretária da Mulher, Dra. Elizabete Gomes Secretária de Educação, a Sra. Sorele Marla Secretária de Ação Social, o Sr. José Wilson Maciel Presidente da Autarquia Educacional de Belo Jardim, representantes dos conselhos, escolas da rede municipal e público em geral.









quarta-feira, 22 de outubro de 2014

MAIS DE MIL POLICIAIS MILITARES IRÃO REFORÇAR A SEGURANÇA NO SEGUNDO TURNO EM PERNAMBUCO

Com informações do JC ONLINE PE -

Aproximadamente 370 policiais militares irão partir da quadra de hóquei do Sport Clube Recife, na Ilha do Retiro, Zona Norte da cidade, para o Sertão nesta quinta-feira (23), com o intuito de reforçar a segurança durante o segundo turno das eleições. Na sexta-feira (24), mais 800 policiais irão para o Agreste e Zona da Mata Sul e Norte com o mesmo objetivo.

Neste domingo (26), dia da eleição, 130 policiais irão para as cidades que pertencem à Região Metropolitana do Recife (RMR). Ao todo, 1.300 policiais militares estarão fazendo o reforço nos locais de votações do interior do Estado.

A corporação da Polícia Militar irá manter o mesmo esforço operacional que foi empregado no primeiro turno. Serão utilizados 80% da capacidade operacional para esta eleição. Ao todo, foram utilizados 13.600 policiais, que serão responsáveis pela guarda e custódia das urnas, assim como o policiamento ostensivo nas regiões dos locais de votação no dia do pleito.

LÍDERES DA FRENTE POPULAR DE PE PEDEM VOTO PARA AÉCIO

Com informações do LeiaJá -

Depois da visita de Lula e Dilma em Pernambuco na última terça-feira (21), a militância do PSDB e da Frente Popular não perdeu tempo e realizou um grande em favor da campanha de Aécio Neves a Presidência da República da Praça do Marco Zero, no centro da capital. Líderes partidos aliados a candidatura tucana estiveram presentes, entre eles: o governador eleito do estado, Paulo Câmara (PSB), o prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), o prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Elias Gomes (PSDB), a deputada estadual eleita, Priscila Krause (DEM), e os deputados federais eleitos Daniel Coelho (PSDB) e Betinho Gomes (PSDB).

Ao contrário do que se viu no primeiro turno, as cores azul (representando o PSDB) e o amarelo (do PSB) se misturaram e tomaram conta de todos os espaços da praça. A todo momento os militantes gritavam “Fora Dilma” e “Fora PT”. Os políticos que discursaram lembraram a figura do ex-governador pernambucano Eduardo Campos. Paulo Câmara foi ovacionado quando subiu ao palco improvisado. Ele agradeceu os votos que recebeu no primeiro turno e afirmou que Pernambuco mostrou que quer mudança. “Vamos fazer o que Eduardo pediu: Não Vamos desistir do Brasil. Para isso, vamos votar em Aécio Neves, vamos em frente e vamos votar domingo no 45”, pediu o governador eleito.

“Muda Brasil”, com essas palavras o prefeito do Recife começou o seu discurso para pedir votos para o candidato tucano. Ele afirmou que Aécio representa o sentimento da Frente Popular. Geraldo Julio aproveitou o espaço para criticar o governo petista: “acabou o tempo do governo que acabou com a Petrobras, do governo que não entregou nada que prometeu. Se já tinha que sair antes, depois da campanha suja que fizeram é que tem que sair”. O socialista ainda puxou um grito entre a militância “Tira Dilma de lá”. O prefeito encerrou a fala dizendo “não vamos desistir do Brasil, Aécio 45 presidente”.

O prefeito de Jaboatão destacou os escândalos envolvendo o governo de Dilma Rousseff e disse que “um governante não pode perder a credibilidade”. Ele relembrou programas sociais implantados nos governos tucanos como o PET (programa de erradicação do Trabalho infantil), o Bolsa escola e o vale gás.

O presidente do CREMEPE, Silvio Rodrigues, estava no meio da militância com uma faixa declarando apoio dos médicos pernambucanos a candidatura tucana. “Os médicos de Pernambuco e do Brasil estão fechados com o PSB e a Rede juntos na candidatura de Aécio. Nos quatro anos de governo Dilma houve um fechamento de leitos e falta de investimentos em saúde, principalmente básica”, criticou Silvio.

Entre os militantes, encontramos a aposentado Valdereide Ramos, 76 anos, do Rio de Janeiro. Ela estava visitando o Recife e ficou sabendo o ato pelo Whats app e decidiu participar. “Mesmo não sendo obrigatório, todos os anos eu voto. No dia da eleição eu já vou estar no Rio e vou votar em Aécio Neves. Acho ele mais preparado do que Dilma”, comentou Valdereide.

A servidora pública Tatiane Bernardes, 50 anos, saiu do bairro da Tamarineira para participar do movimento. “Acho o Aécio mais preparado do que a Dilma e eu quero mudar o Brasil. Queremos um país mais honesto, mais correto. Nos doze anos de governo do PT eles fizeram algumas coisas boas, mas no geral, fio muito ruim. Dou nota zero pro governo deles”, criticou.

CORINTHIANS BATE O VITÓRIA-BA POR 2 A 1, E EMBOLA O G-4 DO BRASILEIRÃO

Com informações do Globoesporte.com -

O Robin Hood do Campeonato Brasileiro mostrou nesta quarta-feira que também pode ser malvado com os clubes que lutam na parte de baixo da classificação. E em um momento decisivo da competição. Depois de dar um tempo na crise com a vitória sobre o Internacional, o Corinthians bateu o Vitória por 2 a 1, na Arena Pantanal, em Cuiabá, pela 30ª rodada, e ganhou força na briga por uma vaga na Taça Libertadores de 2015. Os baianos seguem o calvário da luta contra o rebaixamento.

O segundo triunfo consecutivo faz o Corinthians pular para a terceira colocação, com 52 pontos, embolando a disputa na parte de cima da tabela. O Vitória se complica ainda mais. Derrotado pelo Cruzeiro em casa na rodada passada, o Leão permanece com 31 pontos e termina a rodada de volta ao Z-4.

Para manter o embalo, o Corinthians tem agora o arquirrival Palmeiras pela frente, sábado, às 16h20, no Pacaembu. No mesmo dia, o Vitória tentará reabilitação diante do Criciúma, às 18h30, no Barradão.

Timão pressiona; Vitória espera
O Corinthians ignorou os desfalques, a chuva e o pouco público na Arena Pantanal para dominar boa parte do primeiro tempo. Criticado pela torcida de exagerar na retranca, o técnico Mano Menezes colocou o Timão para atacar e tentar encurralar o rival. Renato Augusto teve espaço de sobra pelo lado direito e conduziu a equipe para a pressão. Tanto que, logo no primeiro minuto, cruzou na medida para Romero desperdiçar uma oportunidade clara.

O Vitória também colaborou para que isso acontecesse. Se Mano atacou, Ney Franco esperou demais uma chance nos contra-ataques. Mansur e Marcinho foram os únicos a aparecer, mas sem muito perigo. Era do que o Corinthians precisava. Depois de chute de Renato Augusto em Kadu, aos 18, a bola sobrou na esquerda para Fábio Santos disparar uma bomba indefensável para Wilson. Perto do fim, Jadson bateu por cima e perdeu a chance de ampliar.

O Vitória corrigiu parcialmente seus problemas no segundo tempo, mas esteve longe de assustar. Enquanto a defesa diminuiu os espaços e impediu que o Corinthians chegasse com tanta facilidade, o ataque continuou improdutivo. Walter trabalhou pouco. Nem mesmo as entradas de Edno no lugar de Marcinho e Juan na vaga de Mansur mudaram o rendimento.

O Corinthians não conseguiu ser tão incisivo quanto na etapa inicial, mas teve chances. Anderson Martins acertou o travessão, e Renato Augusto, no susto, errou no rebote. A equipe paulista cresceu de vez quando o Vitória se abriu. O segundo gol saiu aos 35 com jogadores que entraram no segundo tempo. Malcom iniciou a jogada que ainda passou por Fábio Santos e Renato Augusto. Luciano marcou.

Sofrendo em demasia para criar, o Vitória reagiu aos 38, quando já parecia aceitar a derrota. Edno, aquele mesmo de uma passagem extremamente apagada pelo Corinthians, cobrou falta com perfeição por cima da barreira. Foi também o último suspiro. A pressão nos últimos minutos não aconteceu. O Timão se fechou, segurou a bola e a vitória. Afinal, não é sempre que o Robin Hood pode ser tão amável.

BRASILEIRÃO 2014: COM EMOÇÃO ATÉ O FIM, CRUZEIRO E PALMEIRAS EMPATAM NO MINEIRÃO

Com informações do Globoesporte.com -

A força da pior defesa do Campeonato Brasileiro prevaleceu sobre o melhor ataque. Na noite desta quarta-feira, Cruzeiro e Palmeiras empataram por 1 a 1 no Mineirão em um resultado que, na teoria, foi muito mais comemorado pelos paulistas, que lutam para se manter fora da luta contra o rebaixamento, do que pelos mineiros. Na prática, porém, a Raposa teve mais motivos para comemorar já que conseguiu o empate nos acréscimos, o que frustrou a empolgação alviverde.

O resultado levou a Raposa aos 60 pontos, na primeira colocação. A vantagem, porém, pode diminuir caso o vice-líder São Paulo vença a Chapecoense, em Santa Catarina. O Palmeiras foi aos 35 pontos e se manteve com certa folga do Z-4.

Preocupado em se defender, o Verdão não teve vergonha de se retrancar para segurar o grande poder ofensivo do Cruzeiro. Apesar de pressionar durante grande parte dos 90 minutos, os donos da casa quase pararam em grande atuação de Fernando Prass. Nos minutos finais, porém, tudo mudou. Mouche deixou os paulistas em vantagem e, quando o triunfo parecia decidido, Dagoberto igualou o placar nos acréscimos em lance que teve certa colaboração do goleiro palmeirense.

Na próxima rodada, o Palmeiras terá confronto importante. No sábado, às 16h20 (de Brasília), o time do técnico Dorival Júnior encara o Corinthians, no Pacaembu. No mesmo horário, o Cruzeiro pega o Figueirense, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC).

São Prass segura o líder
Sem Valdivia (suspenso pelo STJD), o Palmeiras entrou em campo com novidade: Bernardo foi titular pela primeira vez desde que foi contratado em maio. Com Renato na vaga de Marcelo Oliveira e Mazinho no lugar de Cristaldo, Dorival Júnior deu indícios de que o objetivo era fechar a defesa e contra-atacar. A tática deu campo para o Cruzeiro avançar e dominar as principais ações, já que o adversário tinha todos os jogadores atrás do meio de campo.

E foi aí que a estrela de Prass começou a brilhar. Depois de uma boa defesa em chute de Everton Ribeiro, o goleiro fez milagre aos 20 minutos, evitando dois arremates de Marquinhos. Sem presença ofensiva, o Palmeiras apostou nos chutões para tentar aliviar a pressão. Mas deu espaço para Egídio avançar. Aos 36, o lateral apareceu na grande área e dividiu com Fernando Prass e Nathan. A bola tocou no braço do cruzeirense e entrou; o árbitro Péricles Bassols anulou a jogada.

Minutos finais eletrizantes
Com Ricardo Goulart e Willian em campo, o Cruzeiro aumentou a sua força ofensiva e apostou em seu quarteto. A tática deu certo, tanto que Prass continuou trabalhando com frequência. Quando ele nada pôde fazer, os paulistas contaram com a sorte. Um chute de fora de Willian e uma cabeçada de Moreno passaram muito perto. Apesar de ter mais posse de bola, a Raposa, aos poucos, foi perdendo ritmo ofensivo e apostando nas jogadas pelo alto.

Mais animado, o Palmeiras passou a ter presença ofensiva e assustar. Mouche aproveitou passe de Felipe Menezes e concluiu na trave. Na sequência, Egídio afastou em cima da linha. Depois, em uma jogada rápida, conseguiu a inesperada vantagem. Henrique recebeu de Felipe Menezes e deixou Mouche livre para fazer 1 a 0. O Cruzeiro se lançou para o ataque e contou com o improvável para empatar. Nos acréscimos, Dagoberto aproveitou rebote e, com certa colaboração de Fernando Prass, deixou tudo igual no marcador.

GABRIEL MARCA DOIS, DEIXA O FLA MAIS DISTANTE DA CONFUSÃO E TIRA INTER DO G-4

Com informações do Globoesporte.com -

Passo a passo, o Flamengo vai se distanciando da confusão no Campeonato Brasileiro. Na noite desta quarta-feira, o Rubro-Negro fez valer o fator Maracanã, venceu o Inter por 2 a 0 e passou a ver a zona de rebaixamento ficar mais longe – objetivo do técnico Vanderlei Luxemburgo desde que chegou à Gávea. O Colorado, que vinha de derrota para o Corinthians no Beira-Rio, parou no meio de caminho e perdeu o lugar no G-4, onde estava desde a 12ª rodada – coincidentemente, trocou de lugar com o Timão.

Gabriel marcou os dois gols do time carioca, que, apoiado num jogo coletivo muito eficaz, atuou de forma segura diante de um adversário considerado tecnicamente superior. Com 40 pontos, abriu nove de vantagem para a zona de rebaixamento. O Inter, que somou apenas três pontos nos últimos 15 disputados, parou nos 50 e caiu da quarta para a quinta colocação, deixando o grupo que leva à Libertadores.

As duas equipes voltam a campo no próximo sábado, às 21h (de Brasília), pela 31ª rodada do Brasileirão. O Rubro-Negro tem o clássico contra o Botafogo na Arena da Amazônia, em Manaus, e o Colorado recebe o Bahia no Beira-Rio.

Flamengo levemente melhor
O primeiro tempo não foi rico em emoções, e o Flamengo teve leve superioridade – em finalizações relevantes, uma para cada lado. No total, 4 a 1 para os cariocas. Mas o Inter chegou primeiro. Aos 10 minutos, linda tabela de Alan Patrick e Nilmar terminou em grande defesa de Paulo Victor. Gabriel respondeu aos 17, com chutaço de fora da área. Alisson, de mão trocada, botou para escanteio. A melhor jogada coletiva da primeira etapa ocorreu aos 45: Léo Moura lançou por elevação Canteros. Do argentino para Gabriel, que rolou na entrada da área. Márcio Araújo apareceu chapando, mas a bola parou na defesa colorada.

Jogo coletivo dá vitória ao Flamengo
A boa troca de passes feita no fim dos 45 minutos iniciais inspirou o Rubro-Negro para a etaá final. Aos oito, Gabriel surgiu pela direita e deu em Léo Moura, que devolveu de calcanhar. O camisa 17 achou Eduardo da Silva com lindo passe, mas o croata, livre, demorou demais a tomar uma decisão e finalizou fraco. No rebote, Everton perdeu. Sete minutos depois, novamente a coletividade do anfitrião prevaleceu, desta vez resultando em gol. Canteros iniciou a jogada com uma cavada para Elton, que raspou de cabeça. 

Nixon disparou em velocidade e cruzou de três dedos para Gabriel, que vinha muito bem, balançar a rede.

Totalmente lançado ao ataque em busca do empate, o Inter chegou ao fim do jogo cedendo muitos contra-ataques. Aos 45, o Flamengo aproveitou. Canteros disparou pela direita e cruzou. Léo Moura chutou na defesa, e Gabriel, no rebote, encheu o pé para fechar o placar. E se a confusão começa a ser descartada na Gávea, no Beira-Rio ela esquentou com o time vermelho voltando a lutar para entrar no grupo dos quatro mais bem colocados do Brasileirão.

MEGA-SENA ACUMULA, E PRÊMIO PODE CHEGAR A R$ 60 MILHÕES

Com informações do G1 -

Nenhuma aposta acertou as seis dezenas sorteadas no concurso 1.646 da Mega-Sena realizado nesta quarta-feira (22), em Osasco (SP). No próximo sorteio, que vai acontecer no sábado (25) a previsão é que o prêmio chegue a R$ 60 milhões.

Veja as dezenas: 19 - 23 - 34 - 40 - 41 - 58.

A quina teve 126 acertadores e cada um vai levar R$ 39.714,43. Já a quadra pagará R$ 668,09 para cada um de seus 10.700 ganhadores.

Para apostar
A Caixa Econômica Federal faz os sorteios da Mega-Sena duas vezes por semana, às quartas-feiras e aos sábados. As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 2,50.

MÉDICO E PROFESSOR DA UNB DIZ QUE VÍRUS CHIKUNGUNYA CHEGOU PARA FICAR

Com informações da Agência Brasil -

Depois de confirmados 789 casos da febre chikungunya no Brasil, tudo indica que o brasileiro terá de conviver com a doença, que é semelhante à dengue. Na avaliação do médico Pedro Tauil, doutor em medicina tropical e professor da UnB, ela chegou ao país para ficar.

Segundo ele, o vírus tem os mesmos vetores da dengue, os mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus, que já estão instalados em todos os estados brasileiros. Além disso, já houve transmissão da febre chikungunya em três estados. Na Bahia, estão confirmados 458 da doença, enquanto no Amapá e em Minas Gerais foram registrados, respectivamente, 330 e um caso.

O médico adiantou que, por ter os mesmos vetores, a febre chikungunya deverá ter a mesma sazonalidade da dengue, ou seja, o período das chuvas será de picos de transmissão da doença.

Pedro Tauil esclareceu que a nova doença mata muito menos que a dengue, já que, apesar dos mesmos sintomas (febre alta, dor de cabeça e nas articulações), são raras as vezes em que apresenta casos com hemorragia. No novo vírus, a sintomatologia dura de três a dez dias.

Outra peculiaridade da febre é a intensidade e o tempo das dores nas articulações. Conforme Tauil, são poucos os casos em que essas dores são fortes e longas. “Na experiencia dos franceses, pessoas ficam um ano [com dores articulares] e outras levam apenas alguns meses. A gente ainda não sabe o que faz essas dores permanecerem”, explicou Tauil.

Nesses casos, os pacientes podem precisar usar cortisona para atenuar a dor e até mesmo de tratamento com fisioterapeuta.

Na maioria dos casos, o paciente não precisa ser internado. Ele é tratado em casa, com remédios para aliviar dores e febre, conforme recomendação médica. De acordo com Tauil, para um bom tratamento, é importante o profissional distinguir dengue da chikungunya. 

As medidas preventivas são as mesmas da dengue. Até o fim de outubro, o governo federal, em parceria com estados e municípios, deverá concluir o Levantamento Rápido do Índice de Infestação do Aedes aegypti. O objetivo é identificar as larvas dos mosquitos Aedes egypti e Aedes albopictus, os focos e depósitos de água onde foram encontrados.

O Ministério da Saúde reitera que, para prevenir a nova doença, são necessárias medidas simples como verificar o fechamento da caixa d água, não acumular vasilhames em quintais, desentupir calhas e colocar areia em pratos sob vasos de plantas.

Desde a confirmação de casos da febre chikungunya no Caribe, no fim de 2013, o Ministério da Saúde elaborou o Plano Nacional de Contingência, que definiu, entre outras metas de controle da doença, a intensificação das atividades de vigilância, respostas da rede de saúde, divulgação de medidas às secretarias, preparação de laboratórios de referência para diagnósticos e o treinamento de profissionais.

TUBERCULOSE MATOU 1,5 MILHÃO DE PESSOAS EM 2013

Com informações da Agência Brasil -

A tuberculose fez 1,5 milhão de vítimas entre 9 milhões de pessoas que contraíram a doença em 2013, número superior às estimativas iniciais, revelou hoje (22), em Genebra, a Organização Mundial da Saúde (OMS). Os números constam do relatório anual sobre a tuberculose. O documento acrescenta que, entre as vítimas, 360 mil eram doentes infectados com o vírus HIV.

A estimativa inicial era 8,6 milhões de casos e, segundo o diretor do programa da OMS de combate à tuberculose, Mario Raviglione, o aumento deve-se "aos investimentos nos sistemas de monitoração e vigilância (...) que proporcionam mais e melhores dados". Ele informou que a tuberculose é a segunda doença infecciosa que mais mata, situando-se perto do HIV.

No entanto, a taxa de mortalidade de tuberculose diminuiu 45% desde 1990, e o número de novas infecções diminuiu para 1,5% por ano, com 37 milhões de vidas salvas desde 2000, devido a diagnósticos feitos a tempo útil e aos tratamentos oferecidos.

CRISE HÍDRICA EM SÃO PAULO É APONTADA COMO FATOR PARA QUEDA DE AÉCIO NAS PESQUISAS

Com informações do Blog de Jamildo -

Na passagem da presidente Dilma Rousseff (PT) e do ex-presidente Lula (PT) por Pernambuco nessa terça-feira (21) a falta d’água em São Paulo veio à tona com toda a intensidade. Nos discursos em Petrolina, Sertão pernambucano, e Goiana, Zona da Mata Norte, a candidata à reeleição citou a crise hídrica no Estado paulista para criticar Aécio Neves e exaltar o projeto da transposição do Rio São Francisco, cujo intuito é levar água às torneiras dos nordestinos.

“São Paulo, o Estado mais rico do País, não se preparou para a seca. Já o governo federal se preparou e trouxe água para o Nordeste”, afirmou enérgica, próxima do Rio São Francisco, em Petrolina. Os testes do sistema de bombeamento da Transposição começaram na semana passada. Os primeiros, falharam. 

As críticas direcionadas ao governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) se estendem ao candidato Aécio Neves. Segundo a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, a cúpula da campanha de Aécio Neves culpa a falta d’água em São Paulo pela recuperação de Dilma Rousseff na reta final da eleição. A pesquisa Datafolha mais recente, divulgada nesta quarta (22), aponta Dilma com 52% e Aécio, 48%.

A crise, explorada pela propaganda petista, seria o principal motivo da redução da vantagem do tucano no Sudeste. Os aecistas temem que o problema no abastecimento continue a tirar os votos do tucano até domingo. O governador Geraldo Alckmin se reelegeu no primeiro turno, quando a situação ainda não afetava as famílias paulistas na proporção atual.

Até o agravamento da crise hídrica, o núcleo próximo ao presidenciável era só elogios ao empenho do governador paulista na campanha do mineiro.

O clima no tucanato é de revolta com o uso da falta d’água na propaganda do PT. “Dilma merece a medalha da sacanagem. Fazendo o que faz, vai perder a legitimidade se for reeleita”, esbraveja  um tucano ligado a Aécio.

Os petistas festejam. “Aécio disse que a população voltou a fazer filas nos supermercados por causa da inflação. Em São Paulo, o que o povo precisa estocar é água”, diz o deputado Paulo Teixeira (PT-SP).

AÉCIO DIZ QUE IRÁ REVIDAR ATAQUES FEITOS PELO PT

Com informações do PE247 -

O candidato à Presidência da República pelo PSDB, Aécio Neves, disse que os ataques feitos pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que comparou os tucanos a nazistas e a Herodes, apontam que o PT não está convicto de que a presidente Dilma Rousseff será reeleita no próximo dia 26.

"Não é uma campanha de quem está tranquilo, de quem está se sentindo vitorioso", disse Aécio em entrevista à Rádio Jornal, nesta quarta-feira (22). Ele disse que irá revidar os ataques sofridos e afirmou que o Governo Federal tem retaliado o Estado de Pernambuco ao não liberar recursos previstos para a realização de obras e projetos.

"Não acho apropriado um ex-presidente da República, numa campanha eleitoral, ofender seus adversários apenas porque são adversários", disse o tucano. Segundo ele, Lula proferiu um "golpe abaixo da cintura". "Nessa época eleitoral, todo tipo de exploração vem. Inclusive uma que nós classificamos como sendo abaixo da cintura", completou.

A crítica de Aécio se deve ao discurso feito por Lula, nesta terça-feira (21), no Recife, quando comparou os tucanos com os nazistas. "De vez em quando, parece que estão agredindo a gente como os nazistas agrediam no tempo da Segunda Guerra Mundial", disse o petista para milhares de pessoas que o acompanhavam em uma caminhada. Aécio disse que não deixará o fato passar em brancas nuvens. "Eu não levo desaforo para casa. Se alguém mente, me ofende, ofende a minha família, eu tenho que responder", disparou.

O tucano reconheceu que a eleição de Lula em 2002 foi de grande importância para a democracia brasileira, muito embora tenha dito que só votou no petista no segundo turno das eleições que ele disputou contra o ex-presidente Fernando Collor, em 1989.

O candidato disse, ainda, que o governo da presidente Dilma tem retaliado as gestões do PSB em nível estadual, também, no Recife. A retaliação estaria em curso desde que o ex-governador Eduardo Campos (PSB), falecido em um acidente aéreo no dia 13 de agosto, em Santos (SP), decidiu concorrer à Presidência da República.

"Me assusta a forma como o PT vem tratando o prefeito da capital [Geraldo Julio (PSB)]. Será que o governo do PT também vai tratar o governador mais votado no Brasil de forma discriminatória? Espero que não", observou..

"Quando o governo federal deixa de transferir os repasses, por exemplo, para o Hospital da Mulher do Recife, ou a área da Saúde, ou para a feira de Afogados, simplesmente porque o prefeito Geraldo Julio e o governador [eleito] Paulo Câmara tiveram uma posição solidária a Eduardo Campos, eu acho que é um grande equívoco, porque o dinheiro não é deles. É dinheiro público, do cidadão", afirmou.

ANVISA PROÍBE VENDA DE LOTE DE AÇÚCAR CRISTAL COM EXCREMENTO E PELO DE ROEDOR

Com informações da Agência Brasil -

Resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), publicada hoje (22) no Diário Oficial da União, proíbe a distribuição e a comercialização, em todo o território nacional, do lote MO5-LOT 0307, com validade até 7 de março de 2016, de açúcar cristal da marca Nevada, fabricado por Mercavalle Mercantil Vale do Sol Ltda.

De acordo com o laudo do Instituto Octávio Magalhães, da Fundação Ezequiel Dias, o produto apresentou resultado insatisfatório na análise de matéria estranha macroscópica e microscópica. Foi constatada a presença acima do limite de tolerância de excremento e de pelo de roedor. A Anvisa destacou que o lote apresenta risco à saúde humana e falhas das boas práticas.

A agência determinou também a suspensão da distribuição, comercialização e do uso de sete lotes do produto Colgate Periogard sem Álcool Solução Bucal 250 mililitros. Os lotes foram fabricados entre 21 e 26 de fevereiro de 2014, pela empresa Colgate-Palmolive Industrial Ltda. O fabricante comunicou o recolhimento voluntário dos lotes após detectar níveis microbiológicos acima dos limites para a bactéria Burkholderia cepacia. Segundo a Anvisa, a bactéria é uma das mais resistentes encontradas em hospitais e se trata de um germe oportunista, mais comum em pacientes imunodeprimidos e com fibrose cística. Os lotes suspensos são os (L) 4053BR122C, (L) 4054BR121C, (L) 4054BR122C, (L) 4055BR122C, (L) 4056BR122C, (L) 4057BR121C e (L) 4057BR122C.

Cinco lotes do medicamento Dorilen, solução injetável 50 amp x 2ml (dipirona + cloridrato de adifenina + cloridrato de prometazina) também foram suspensos. A empresa fabricante, Legrand Pharma Indústria Farmacêutica Ltda, comunicou o recolhimento voluntário dos lotes em razão da presença de partículas em algumas ampolas dos lotes 538237.1, 538237.2, 538237.3, 578633.1 e 578633.2.

A Anvisa suspendeu a distribuição, comercialização e o uso dos lotes 1100514, com data de vencimento em setembro de 2015, do Shampoo Equilibrante TMN Turmalina Plástica dos fios; 1300514 - validade até outubro de 2015 - do Shampoo Marroquina Step 1; 1300515  - validade até outubro de 2015 - do Shampoo Bio Thermic Anti Resíduos; e do lote 1400415 - validade até outubro de 2015 - do Shampoo Bio Thermic Repositor, marca Beaty Hair. Os produtos, fabricados pela empresa Luso I Comércio e Indústria Ltda, apresentaram resultados insatisfatórios no ensaio de determinação de Ph.

Já a suspensão da fabricação, distribuição, divulgação, comercialização e do uso de todos os lotes do produto Máscara Simidefinitiva 2 – New Liss Hair, uso profissional e volume de 1 litro, se deve ao resultado insatisfatório obtido no ensaio de Análise de Rotulagem e Teor de Formaldeído e à ausência de registro ou notificação. O produto é fabricado pela empresa Hero Cosméticos Indústria e Comércio Ltda.

Também foram suspensas todas as tintas para tatuagem das marcas Alla Prima e Bloodline. Os produtos não têm registro na Anvisa.

COMER FRUTAS E LEGUMES TODOS OS DIAS AJUDA A SER MAIS FELIZ, DIZ ESTUDO

Com informações da Agência Lusa -

Comer dez porções de frutas e legumes todos os dias ajuda a melhorar a saúde física e mental e aumenta o sentimento de felicidade, segundo estudo divulgado hoje (22) pela Universidade de Queensland, na Austrália.

O cientista Redzo Mujcic disse à estação local ABC que seu trabalho comparou as escolhas feitas por cerca de 12 mil pessoas no consumo de frutas e verduras com os níveis de satisfação, estresse, vitalidade e outros indicadores da saúde mental.

“Comer umas cinco frutas e legumes (por dia) faz a pessoa mais feliz”, comentou Mujdical ao referir-se aos pontos analisados.

Além disso, o estudo mostra que os efeitos positivos da maior quantidade de frutas e legumes na alimentação são mais fortes nas mulheres, embora se desconheçam as razões para essa influência.

Mujdic considerou que se a saúde mental está realmente ligada à ingestão e frutas e legumes, os responsáveis pelo desenvolvimento das políticas governamentais deveriam promover maior consumo desses alimentos.

SEGUNDO TURNO DAS ELEIÇÕES EM PERNAMBUCO NÃO TERÁ "LEI SECA"

Com informações do G1 PE -

O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) manteve a decisão de que não baixará uma portaria para proibir a comercialização e consumo de bebida alcoólica durante as eleições deste ano. Em Pernambuco, a Lei Seca não foi adotada durante o primeiro turno e permanece assim no segundo turno, que acontece no domingo (26).

De acordo com a assessoria do tribunal, o esquema permanece igual ao do primeiro turno. Os responsáveis pelas seções devem orientar o eleitor que eventualmente chegue ao local de votação alcoolizado, informando que ele só pode votar quando estiver sóbrio.

O TRE-PE tomou a decisão em parceria com a Secretaria de Defesa Social, durante reunião ainda antes do primeiro turno. Havia a possibilidade de o tribunal baixar uma nova portaria para o segundo turno, mas não foi constatado nenhum comportamento que exija a aplicação da lei seca durante a eleição.

NOVA PESQUISA DATAFOLHA REPETE NÚMEROS: DILMA TEM 52% CONTRA 48% DE AÉCIO

Com informações do JC ONLINE -

Nova pesquisa Datafolha, encomendada pelo jornal Folha de S.Paulo e divulgada na madrugada desta quarta-feira (22) repete os números do levantamento anterior, mostrado na segunda-feira, e mostra Dilma (PT) com 52% das intenções de voto para presidente da República. Aécio Neves (PMDB) também segue com os mesmos números: 48%. Como a margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos, os dois candidatos seguem empatados técnicamente.

O Datafolha ouviu 4.355 eleitores na terça-feira. Em votos totais, Dilma foi de 46% para 47%. Aécio mantece os 43% da pesquisa anterior. Brancos e nulos somaram 6% (antes eram 5%). O número de indecisos caiu de 6% para 4%.

Entre as pessoas que votam em Dilma, 82% têm certeza de que a presidente vai conseguir a reeleição. Dentre os eleitores que preferem Aécio, 78% acham que ele vai ganhar as eleições.

Dilma avançou na quantidade de votos entre as mulheres (subiu de 42% para 47%). Também houve avanços entre os que recebem entre dois e cinco salários mínimos (passou de 39% para 45%). No Sudeste, onde ela tem desvantagem em relação a Aécio, foi de 34% para 40%.

Os eleitores voltam às urnas no próximo domingo (26). Na próxima sexta os dois candidatos voltam a ficar frente a frente para debate na Rede Globo.

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More