WEB RÁDIO NOVA XUCURU - AO VIVO - RADIONOVAXUCURU.COM.BR

VOCÊ FAZ O SUCESSO

VOCÊ FAZ O SUCESSO

BAIXE O APLICATIVO RADIOSNET E OUÇA A NOVA XUCURU EM TODO LUGAR; CLIQUE NA FOTO ABAIXO E SAIBA MAIS

domingo, 17 de março de 2019

Bebê de dois meses se engasga com farinha e água e morre após dar entrada no Hospital de Toritama

A informação é do Blog Jota Lima Agora -

Na noite da última sexta-feira (15), uma criança do sexo feminino, de aproximadamente dois meses morreu no Hospital Municipal de Toritama, após se engasgar com água e farinha no distrito de Lages, município de Caruaru, no Agreste pernambucano.

Segundo informações colhidas pelo Blog Jota Lima AGORA, por não ter condições de comprar leite para a filha, a mãe estava alimentando a criança com água e farinha quando aconteceu o engasgo. 

No momento a mãe da criança pediu ajuda aos vizinhos e a pequena foi levada para a unidade de saúde mais próxima, porém ao dar entrada no Hospital Municipal Nossa Senhora de Fátima, a criança faleceu. 

O corpo levado para o IML (Instituto de Medicina Legal) em Caruaru e o caso será investigado pela equipe da Polícia Civil.

Imagem: Arquivo familiar

sábado, 16 de março de 2019

Homem é detido com 94 aves silvestres criadas ilegalmente no Grande Recife

A informação vem do G1 PE -

Um homem, que é cadeirante, foi detido pela Polícia Militar por criação ilegal de animais silvestres e maus tratos em Goiana, no Grande Recife. De acordo com a 1ª Companhia Independente de Policiamento do Meio Ambiente (Cipoma), 94 pássaros foram apreendidos durante a ação, que foi realizada em conjunto com a Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH).

O caso ocorreu na sexta-feira (15). De acordo com Thiago Lima, chefe do setor de Fiscalização Florestal da CPRH, o homem guardava os animais dentro de casa, sem a devida autorização dos órgãos competentes.

"A polícia recebeu informações de que o homem vendia os pássaros e que guardaria uma grande quantidade de aves em casa. Lá, foi constatada a criação ilegal. Ele era cadeirante e, por isso, ele produzia os viajantes [gaiolas para transporte] e a esposa era quem fazia a venda", afirma Thiago.

Edilson Florêncio de Lima foi levado à Delegacia de Goiana, onde foi autuado por maus tratos e criação ilegal de animais silvestres. Ele assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e foi liberado.

Contra ele, foram arbitradas multas que totalizam R$ 62 mil, sendo R$ 51,5 mil pela criação ilegal e de R$ 10,5 mil pelos maus tratos.

Os animais apreendidos foram entregues ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas-Tangará), na Zona Norte do Recife.


Confira a lista de pássaros apreendidos

  • 21 canários-da-terra
  • 13 patativas
  • 1 papagaio-verdadeiro
  • 7 galos- de-campina
  • 2 azulões
  • 1 sanhaçu
  • 11 papa-capim
  • 1 graúna
  • 1 papa-arroz
  • 1 híbrido
  • 1 chorão
  • 5 bicos-de-lacre
  • 2 tizius
  • 4 caboclinhos
  • 1 xexéu-bananeira
  • 04 saíras-bailarinas
  • 1 vem-vem
  • 1 tico-tico
  • 1 cravina
  • 2 manés-magos
  • 12 sibitos
  • 1 solinha 
Imagem: CPRH/Divulgação

Rodrigo Maia diz que reforma da Previdência pode ser votada em maio

A informação vem da Agência Brasil -

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, afirmou neste sábado (16), após almoço de confraternização com os presidentes dos três Poderes, que a reforma da Previdência poderá estar pronta para ser votada em plenário até o fim de maio. O tema foi abordado pelos participantes do encontro, na residência oficial de Maia, com a presença ainda de 13 ministros. 

"Espero que a Previdência saia da Câmara dentro do prazo regimental. Não vou dizer [prazo] mínimo, porque 11 sessões são pouco, mas também não quero que seja o máximo, 40 sessões. Espero que possamos, até o final de maio, ter essa matéria pronta para o plenário e, a partir daí, começar a votar no plenário da Casa. Esse é o meu objetivo como presidente da Câmara e deputado, que representa o Rio de Janeiro e acredita que, para que a gente possa voltar a ter investimentos nas áreas fundamentais no meu estado, e possa voltar a gerar emprego, precisa aprovar a reforma o mais rápido possível", afirmou. 

Ontem (15), o presidente Jair Bolsonaro se reuniu com o deputado federal Felipe Francischini (PSL-PR), que vai comandar a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara. A tramitação da reforma da Previdência começa no colegiado, que analisa a admissibilidade da Proposta de Emenda Constitucional (PEC). Durante a reunião, pelo menos cinco nomes de possíveis relatores do projeto foram analisados. 

Após passar pela CCJ, a reforma será debatida por uma comissão especial, criada especificamente para esse fim. Para passar no plenário da Casa, ela precisa ser aprovada em duas votações com pelo menos 308 votos, o que representa 60% dos deputados. Em seguida, o texto vai ao Senado, que também precisa da aprovação de 60% de seus integrantes (49 votos), em dois turnos de votação. 

Articulação

Segundo Rodrigo Maia, ainda é preciso construir o consenso de uma maioria parlamentar em torno da aprovação da reforma, algo que ainda não está feito. "A gente não pode imaginar que a demanda do deputado do Rio Grande do Sul é igual à demanda do deputado de Roraima. São completamente distintas. Nem podemos achar que uma agenda difícil, mas fundamental como a da Previdencia, é uma agenda de 330 deputados e 60 senadores. Então, é uma construção", disse. 

Para Maia, a formação de uma base parlamentar de apoio ao governo no Congresso ainda está em formação, mas deve avançar nas próximas semanas.

"Toda nova construção leva mais tempo para gerar um resultado. A gente precisa, nessa decisão do eleitor, construir a nova política, compreender como é que se constrói isso. É um processo em formação e todos estão dispostos a participar deste momento, compreendendo que há uma necessidade de o Brasil voltar a crescer e gerar emprego", disse. 

Relatoria

O presidente da Câmara ainda comentou a possibilidade de o deputado federal Agnaldo Ribeiro (PP-PB) ser indicado como relator da reforma da Previdência na comissão especial que analisará o assunto após a medida ser admitida pela CCJ.    

"O deputado Aguinaldo é sempre um bom nome para qualquer posição, seja a liderança da maioria, a presidência da comissão ou a relatoria de um projeto, ele tem habilidade e experiência para estar em qualquer posição. Eu sempre prefiro o Aguinaldo na posição de líder, mas essa é uma decisão que cabe não apenas ao presidente da Câmara, mas aos partidos que formam o bloco majoritário da Casa", acrescentou. 

Imagem: Antonio Cruz/ Agência Brasil

sexta-feira, 15 de março de 2019

Pernambuco registra queda em homicídios e de crimes contra a mulher, em fevereiro de 2019, diz SDS

A informação vem do G1 PE -

Pernambuco registrou 275 homicídios em fevereiro de 2019, segundo dados da Secretaria de Defesa Social divulgados nesta sexta-feira (15). O número é 33,9% menor do que os 416 casos registrados no mesmo mês de 2018. Além disso, 10 dos 275 mortos são mulheres, o que, segundo o órgão, representa o mês de fevereiro menos violento para vítimas do sexo feminino desde 2004. (Veja vídeo acima)

As dez mortes de mulheres em fevereiro de 2019 representam uma diminuição de 61,5% dos homicídios contra vítimas femininas em relação ao mesmo mês do ano passado, quando foram mortas 26 mulheres.

Dos dez Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) cometidos contra mulheres em fevereiro de 2019, três foram feminicídios, quando a vítima é morta pelo fato de ser mulher. Segundo a SDS, essa é a segunda contagem mais baixa desde setembro de 2017 – mês em que a tipificação específica para esse crime foi incluída em boletins de ocorrência da Polícia Civil.

Ainda no segmento de crimes contra a mulher, Pernambuco também registrou 150 boletins de ocorrência de casos de estupro. O número representa uma queda de 30,5% em relação aos 216 crimes registrados no mesmo mês de 2018.

Houve, ainda, um aumento nas denúncias de violência doméstica contra a mulher no mês de fevereiro de 2019, segundo a SDS. No período em questão, foram contabilizadas 3.377 queixas de agressões física, moral e psicológica, 13,7% a mais do que as 2.970 denúncias feitas no mesmo mês do ano passado.

"O aumento se dá às orientações que toda a a rede tem dado às mulheres do estado na Secretaria da Mulher e na Polícia Civil. São orientações e estímulos para que, caso a mulher seja violentada, ela procure a delegacia e registre boletim de ocorrência", afirma a gestora da Departamento de Polícia da Mulher (DPMUL), Julieta Japiassu.

De acordo com a SDS, 74 dos 275 homicídios em fevereiro de 2019 ocorreram na Região Metropolitana do Recife. No mesmo mês do ano passado, a região registrou 112 casos do tipo, o que representa uma diminuição de 33,9% dos casos na região.

Somente no Recife, foram 49 homicídios em fevereiro de 2019. Em 2018, o mesmo mês teve 55 casos, o que representa uma diminuição de 10,9% de CVLIs na capital pernambucana.

A redução dos números também ocorreu na Zona da Mata, com 55 homicídios – 43,2% a menos do que os 97 de 2018. No Agreste e no Sertão, foram contabilizados 66 e 31 CVLIs. Os números são 37,1% e 34% menores do que os 105 e 47 casos registrados no mesmo mês de 2018, respectivamente.

Além dos 275 casos contabilizados em fevereiro, o estado registrou 305 CVLIs em janeiro. No acumulado do ano de 2019, o número de mortes violentas chega a 580.

Roubos
Ainda em fevereiro de 2019, Pernambuco registrou 6.320 Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs), categoria que abrange roubos a pedestres, residências, estabelecimentos, ônibus e bancos. O número representa uma média diária de 225 roubos por dia. Comparando com o mesmo mês de 2018, a redução é de 25,41%, quando foram 8.473 assaltos.

quinta-feira, 14 de março de 2019

Produção industrial avança em nove locais pesquisados, em janeiro

A informação vem da Agência Brasil -

Apesar da queda de 0,8% na produção industrial nacional, nove dos 15 locais pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) tiveram alta na passagem de dezembro de 2018 para janeiro deste ano. O maior crescimento foi observado no Amazonas (5,2%), de acordo com dados da Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física Regional, divulgados hoje (14).

Outros estados com alta foram Pernambuco (3,0%), Rio Grande do Sul (2,6%), Goiás (2,6%), Pará (1,7%), Santa Catarina (0,8%), Minas Gerais (0,7%) e o Paraná (0,7%). A Região Nordeste, que também é pesquisada pela soma dos seus nove estados, teve crescimento: 1%.

Por outro lado, seis estados puxaram a queda nacional da indústria: Mato Grosso (-5,4%), Espírito Santo (-2,6%), Bahia (-2,2%), São Paulo (-1,8%), Rio de Janeiro (-1,3%) e o Ceará (-0,4%).

Outras comparações

Na comparação com janeiro de 2018, dez dos 15 locais pesquisados tiveram queda. As maiores delas foram observadas no Amazonas (-10,5%) e em Mato Grosso (-9,2%). Dos cinco locais com alta na produção, o Paraná teve o melhor resultado (8,1%).

No acumulado de 12 meses, oito dos 15 locais tiveram queda, com destaque para Goiás (-4,2%), e sete tiveram alta, com o melhor resultado sendo observado no Pará (8,2%).

Imagem: Arquivo/ABr

quarta-feira, 13 de março de 2019

Polícia Civil investiga sequestro de família em frente a supermercado de Caruaru

A informação vem do G1 CARUARU E REGIÃO -

A Polícia Civil está investigando o sequestro de uma família em frente a um supermercado do bairro Boa Vista I, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. O encarregado de uma seguradora, a esposa e a filha dele foram vítimas dos criminosos. O caso ocorreu na segunda (11) e as informações foram repassadas nesta quarta-feira (13).

Segundo informações dos familiares, quatro homens encapuzados e armados abordaram o encarregado da seguradora em frente ao estabelecimento comercial. De lá, ele foi obrigado a entrar no próprio carro e dirigir até a casa onde mora. Na residência, estavam a esposa e a filha do homem. A menina tem um ano.

Os criminosos pegaram o carro da mulher e saíram da casa junto com as vítimas. A esposa e a filha do homem foram liberadas na manhã da terça (12) em um matagal às margens da BR-232, depois que o funcionário da seguradora entregou cerca de R$ 1 milhão do cofre do local onde ele trabalha.

O homem também foi liberado em um matagal. Ninguém da família se feriu. Até a publicação desta matéria, ninguém foi preso. O caso está sendo investigado pelo delegado Márcio Cruz.

Imagem: Reproduzida da internet

terça-feira, 12 de março de 2019

Órgãos federais aceitam CPF como documento de identificação

A informação vem da Agência Brasil -

Um decreto  publicado pelo governo federal no Diário Oficial da União (DOU) de hoje (12) institui o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) como documento “suficiente e substitutivo” para o cidadão obter uma série de informações e serviços públicos no âmbito federal.

O Decreto nº 9.723 ratifica a dispensa do reconhecimento de firma e da autenticação em documentos produzidos no País e institui a Carta de Serviços ao Usuário. As medidas visam a simplificação do atendimento aos usuários dos serviços públicos por meio da redução da burocracia estatal.

Com a iniciativa em vigor, os cidadãos que requisitarem informações públicas, demandarem serviços ou solicitarem benefícios concedidos por órgãos e entidades federais poderão, salvo as exceções previstas no decreto, informar o número de inscrição no CPF em substituição aos números de Identificação do Trabalhador (NIT); dos programas de Integração Social (PIS) ou de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep); bem como da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) e da Carteira Nacional de Habilitação.

O CPF também poderá ser informado em substituição aos números de matrícula em instituições públicas federais de ensino superior; dos Certificados de Alistamento Militar, Reservista, Dispensa de Incorporação ou de Isenção do Serviço Militar, além dos registros de inscrição em conselhos de fiscalização de profissão regulamentada; do número de inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e demais números de inscrição existentes em bases de dados públicas federais.

Assinado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e pelo advogado-geral da União, André Luiz de Almeida Mendonça, o decreto estabelece que a substituição dos demais dados pelo número de inscrição no CPF é ato preparatório à implementação do Documento Nacional de Identidade (DNI), previso na Lei 13.444 , de maio de 2017.

Os órgãos e as entidades da administração pública federal terão três meses, a partir da publicação do decreto, para adequar os sistemas e procedimentos de atendimento ao cidadão às mudanças. E um ano para consolidar os cadastros e as bases de dados a partir do número do (CPF).

Imagem: Reproduzida da internet

segunda-feira, 11 de março de 2019

GRAVE ACIDENTE NA BR-104, EM TAQUARITINGA DO NORTE, DEIXA UMA MULHER MORTA E UM HOMEM FERIDO

A informação vem do AGRESTE NOTÍCIA -

Na manhã desta segunda-feira (11), um grave acidente foi registrado na BR-104, próximo ao povoado Tatús distrito do município de Taquaritinga do Norte, Agreste Setentrional do Estado de Pernambuco.

Segundo informações, a motocicleta Shineray 50c de cor vermelha estava no sentido Santa Cruz do Capibaribe, também no Agreste Setentrional, quando acabou sendo atingida por uma carreta Volvo/FH 460 6X2T de cor vermelha e placas QII-0330 da cidade de Tubarão estado de Santa Catarina engatada com o baú de placa IIW-5942.

A motocicleta era conduzida por um homem identificado como sendo Djair José dos Santos, o conhecido “Cowboy”, de 44 anos de idade, residente no bairro Santo Agostinho em Santa Cruz do Capibaribe que ficou preso debaixo da carreta e foi resgatado por uma equipe do SAMU.

Já Edite Francisca da Conceição, de 67 anos de idade, que morava no bairro Deus é Fiel em Toritama, estava na garupa da motocicleta, não resistiu a gravidade dos ferimentos e morreu no local, antes mesmo de receber qualquer tipo de socorro. Ela teve os membros do corpo amputados com a violência do acidente.

A PRF – Polícia Rodoviária Federal – foi acionada e esteve no local fazendo o isolamento da área do acidente e controlando o tráfego de veículos. A Polícia Civil e Instituto de Criminalística (IC) realizaram o levantamento cadavérico e encaminharam o corpo da mulher para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru.


Imagens: Blog Agreste Notícia

Chega a 11, número de mortos, em temporal, em São Paulo

A informação vem da Agência Brasil -

O temporal que atingiu São Paulo entre a noite de ontem (10) e a madrugada de hoje (11) deixou 11 mortos, de acordo com o chefe da Casa Militar do governo estadual, Coronel Walter Nyakas Júnior. A forte chuva provocou alagamentos e desmoronamentos na capital paulista e região metropolitana de São Paulo. Foram quatro mortes em Ribeirão Pires e uma em Embu das Artes, todas decorrentes de deslizamentos de terra. Os outros óbitos ocorreram por afogamento em São Bernardo do Campo (1), Santo André (1), São Caetano do Sul (3) e São Paulo (1).

Depois de sobrevoar as áreas inundadas na capital paulista e região metropolitana de São Paulo, nesta manhã, o governador do estado, João Doria, determinou prioridade para o atendimento a desabrigados e remoção de moradores de áreas de risco.

Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), a capital paulista já saiu do estado de atenção e há quatro pontos de alagamento ativos, sendo três transitáveis e um intransitável. A prefeitura suspendeu o rodízio e a cobrança de estacionamento pela Zona Azul em toda a cidade.

Imagem: REUTERS / Amanda Perobelli/ direitos resrvados

domingo, 10 de março de 2019

Cidade de Sanharó, no Agreste, começa a receber água do rio São Francisco, em fase de testes

A informação vem da ASCOM COMPESA -

As águas do rio São Francisco  por meio da integração das Adutoras do Agreste/Moxotó  chegam a mais um município. Dessa vez, a cidade beneficiada é Sanharó, distante 140 quilômetros do Recife, que passou a receber água da Transposição do Rio São Francisco, desde este sábado (9), em fase de testes. Agora, já são quatro municípios atendidos por esse sistema: Arcoverde, Pesqueira, Belo Jardim e Sanharó. A iniciativa é mais uma ação do governo Paulo Câmara para garantir água para o interior de Pernambuco, em especial à região do Agreste, que tem um déficit hídrico histórico.

Segundo o presidente da Compesa, Roberto Tavares, a água do São Francisco está chegando em Sanharó de forma gradativa e a expectativa é que  o primeiro ciclo de abastecimento, atendendo todos os bairros da cidade, seja concluído em dez dias.Os primeiros bairros beneficiados são Centro, Salgado, parte do Zacarias Ramalho, parte do Dr. Tonico e Santa Clara. 

O município de Sanharó estava enfrentando um severo rodízio, com água apenas uma vez por mês, pois dependia do Sistema Bitury, cuja barragem entrou em colapso há quatro meses.

Transportar água da transposição para essa região tem sido uma prioridade do governador Paulo Câmara, aproveitando a parte já implantada da tubulação da Adutora do Agreste, mesmo sem a construção do Ramal do Agreste, obra do governo federal ainda não finalizada. Para viabilizar o atendimento desses municípios,  coube à Compesa projetar a Adutora do Moxotó, obra que teve investimento de R$ 85 milhões,  e que capta água do Rio São Francisco na Barragem do Moxotó, no Eixo Leste da Transposição, e  se interliga na Estação de Tratamento de Água (ETA) de Arcoverde à Adutora do Agreste.

Desse ponto, a água do Rio São Francisco percorre 80 quilômetros pela Adutora do Agreste até chegar à Estação de Tratamento de Água do Bitury, em Belo Jardim, onde passa por tratamento e segue até às torneiras dos moradores de Sanharó. De acordo com a Compesa, a fase de testes deve durar 30 dias. “É nessa etapa que fazemos as correções necessárias, a exemplo de vazamentos. Estamos trabalhando também para abastecer o município de São Bento do Una nos próximos dias”, afirma o presidente da Compesa, Roberto Tavares.

Imagem: Assessoria

sábado, 9 de março de 2019

Duas mulheres, um homem e uma criança de Santa Cruz do Capibaribe, morrem em acidente, no Rio Grande do Norte

A informação vem do G1 RN -

Um homem, duas mulheres e uma criança morreram após um acidente que aconteceu na BR-110, em Upanema, região Oeste potiguar, na madrugada deste sábado (9). Uma outra mulher ficou ferida depois da colisão.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, todas as vítimas estavam em um Gol que bateu na traseira de um caminhão carregado de cilindros de gás natural, que havia pegado fogo na rodovia horas antes e estava abandonado na pista.

Segundo peritos do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), o condutor do carro de passeio não teve tempo suficiente para frear e evitar a batida. Não havia sinalização na estrada indicado o incidente com o caminhão.

A PRF ainda não tem informação sobre o motorista que transportava os cilindros de gás natural. Segundo a Polícia Rodoviária, ele deveria ter avisado do incêndio.

O motorista abandonou o veículo ainda na madrugada. Estima-se que as chamas tenham se espalhado pelo caminhão por volta da meia-noite, mais de quatro horas antes do acidente com o Gol, que tem placas de Santa Cruz do Capibaribe (PE).

A mulher que foi socorrida está internada no Hospital Tarcísio Maia, em Mossoró, região Oeste. A direção da unidade hospitalar informou que ela fraturou o fêmur e passará por cirurgia, contudo está consciente.

Além da Polícia Rodoviária Federal e dos peritos do Itep, agentes da Polícia Civil e homens do Corpo de Bombeiros foram acionados para atender à ocorrência.

Imagem: Lamonier Araújo/WhatsApp

sexta-feira, 8 de março de 2019

Homem é preso, por estuprar sogra de 101 anos, na Zona da Mata de Pernambuco

A informação vem do G1 PE -

Um homem foi preso em flagrante por estuprar a sogra, uma idosa de 101 anos, no município de Pombos, na Zona da Mata de Pernambuco, segundo a Polícia Civil. A prisão aconteceu após a filha da vítima instalar câmeras no quarto da idosa, que registraram a violência sexual. Ele confessou o crime aos policiais.

A prisão aconteceu na quinta-feira (7). A filha da vítima, que tem um relacionamento há mais de 20 anos com o autor do crime, contou à polícia que estava desconfiada do companheiro e, por isso, instalou as câmeras escondidas. As cenas de violência foram registradas na manhã da quinta.

Ao ver as imagens, ela procurou a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Vitória de Santo Antão, município vizinho também na Zona da Mata, para denunciar o caso, uma vez que a cidade onde mora não tem atendimento policial específico para mulheres vítimas de violência.

A Polícia Civil aponta que o homem, identificado como José Bezerra da Silva, de 44 anos, foi localizado no local de trabalho, confessou o crime e não resistiu à prisão. Ele foi autuado pelo crime de estupro de vulnerável e encaminhado para audiência de custódia. A reportagem entrou em contato com o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) para saber o resultado e aguarda resposta.

Violência contra a mulher
Em todo o ano de 2018, foram registrados 2.522 casos de estupro em Pernambuco. O número foi o maior desde 2014, quando o estado teve 2.627 ocorrências desse tipo. Em 2017, o índice chegou a 2.361, 6,81% a menos que no ano passado.

Já nos casos de violência contra a mulher, o estado atingiu 39.945 casos, o maior desde 2012, quando a série começou a ser contabilizada. Em 2017, houve 33.493 casos, 19,26% a menos que no ano passado.

Imagem: PCPE/Divulgação

Pesquisa do IBGE, mostra que mulher ganha menos, em todas as ocupações

A informação vem da Agência Brasil -

Um estudo feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que as mulheres ganham menos do que os homens em todas as ocupações selecionadas na pesquisa. Mesmo com uma queda na desigualdade salarial entre 2012 e 2018, as trabalhadoras ganham, em média, 20,5% menos que os homens no país.

“As maiores proximidades de rendimento, ainda que não haja igualdade, ocorreram no caso dos professores do ensino fundamental, em que as mulheres recebiam apenas 9,5% menos que os homens”, afirmou a analista da Coordenação de Trabalho do IBGE, Adriana Beringuy.

Em seguida, destacam-se os dos trabalhadores de central de atendimento e de limpeza de interiores de edifícios, escritórios e outros estabelecimentos: as mulheres recebiam, respectivamente, 12,9% e 12,4% menos que os homens.

Entretanto, estão na agricultura e nos comércios varejistas e atacadistas as maiores desigualdades salariais entre homens e mulheres. As mulheres agricultoras e as gerentes de comércios varejistas e atacadistas, recebem, respectivamente, 35,8% e 34% menos que os homens.

O estudo do IBGE feito para o Dia Internacional da Mulher teve como base a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) de 2018. Ele mostra que a diferença entre carga horária diária trabalhada de homens e mulheres vem diminuindo.

“Verificamos isso todos os anos, essa diferença já foi de seis horas. É uma característica do mercado de trabalho, uma vez que isso indica apenas as horas nesse setor”, disse Adriana Beringuy. Entretanto, este resultado se deu muito mais por conta de uma redução na carga horária de trabalho dos homens. Em 2012, a diferença era de 6h, mas caiu em 2018 para cerca de 4h48min.  

Adriana ressalta, no entanto, que a jornada apresentada na pesquisa não reflete de fato o que a mulher trabalha em todo o seu dia. “A menor jornada da mulher no mercado de trabalho está associada às horas dedicadas a outras atividades, como os afazeres domésticos e os cuidados com pessoas”, afirmou.

Reflexos na participação da mulher no mercado
Hoje, as mulheres respondem por 43,8% dos 93 milhões de brasileiros ocupados. Na população acima de 14 anos, por exemplo, a proporção é diferente: 89,4 milhões (52,4%) são mulheres, enquanto 81,1 milhões (47,6%) são homens, constata o estudo.

Quando a comparação entre os rendimentos das mulheres e dos homens é feita de acordo com a ocupação, o estudo mostra que a desigualdade é disseminada no mercado de trabalho, embora varie de intensidade.

“A mulher acaba tendo participação maior na população desocupada e na população fora da força de trabalho. Temos muitas procurando trabalho ou na inatividade, ou seja, não procuram emprego, por inúmeras questões”, avalia Adriana.

Imagem: Wilson Dias/Agência Brasil

quinta-feira, 7 de março de 2019

Começa hoje prazo para eleitor faltoso evitar cancelamento do título

A informação vem da Agência Brasil -

O prazo para quem não votou nem justificou a falta em pelo menos três votações seguidas regularizar sua situação começa nesta quinta-feira (7). Para isso, é preciso pagar as multas referentes às ausências, bem como comparecer a um Cartório Eleitoral para apresentar, além do título, um documento com foto e um comprovante de residência.

Para somar as três faltas, são contados também os turnos de votação. Também são contadas as eleições suplementares, convocadas quando o pleito oficial é anulado devido a irregularidades. Segundo informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mais de 2,6 milhões de pessoas podem ter o título cancelado caso não resolvam a situação.

Os nomes dos faltosos começaram a ser divulgados em 20 de fevereiro e podem ser consultados nos cartórios eleitorais de todo o país. O prazo para a regularização vai até 6 de maio.

O cancelamento do título pode acarretar uma série de problemas. A pessoa fica, por exemplo, impedida de obter passaporte e carteira de identidade, de receber salário de função ou emprego público e/ou de participar de concorrência pública ou administrativa estatal.

O faltoso fica ainda impossibilitado de obter empréstimos em instituições públicas, de se matricular em instituições de ensino e de ser nomeado em concurso público.

Não terão os títulos cancelados aqueles que não são obrigados a votar, sendo seu comparecimento às urnas facultativo, como as pessoas entre 16 e 18 anos e acima de 70 anos. Também não estão sujeitos à medida os portadores de deficiência a quem seja impossível ou extremamente oneroso o cumprimento das obrigações eleitorais.

Imnagem: Arquivo/Marcello Casal Jr/Agência Brasil

BRs que cortam Pernambuco têm menos acidentes e feridos e uma morte a mais no carnaval

A informação vem do G1 PE -

O balanço de ocorrências em rodovias federais em Pernambuco durante o carnaval de 2019 aponta queda de 24% no número de acidentes e de 17,3% na quantidade de feridos, em relação ao período de festejos de Momo de 2018. Segundo informações divulgadas nesta quinta-feira (7) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), houve uma morte a mais do que no ano passado.

Por meio de nota, a PRF informou que foram registrados 70 acidentes nas BRs, entre a sexta-feira (1º) e a Quarta-Feira de Cinzas (6). A corporação notificou, no mesmo período, 38 feridos e seis mortes. Em 2018, ocorreram 92 acidentes, com 46 feridos e cinco óbitos.

Ainda de acordo com a PRF, três mortes foram provocadas por atropelamentos de pedestres. Uma aconteceu no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, na terça-feira (5), quando um ônibus em alta velocidade atingiu uma mulher, de 42 anos.

Os outros casos foram em Gravatá, no Agreste, no mesmo dia, e em Paudalho, na Zona da Mata Norte, no domingo (3).

As outras mortes foram registradas no interior. Na BR-232, em Caruaru, no Agreste, na segunda (4), uma pessoa faleceu em decorrência de um capotamento.

Em Orocó, no Sertão, na sexta (1º), duas pessoas que estavam em um a moto morreram depois de o veículo ser atingido por um carro.

Fiscalização
A PRF informou, também, que foram fiscalizados 5.420 veículos e 5.752 pessoas. O excesso de velocidade foi a infração mais cometida no carnaval. Os radares registraram 1.263 imagens com veículos trafegando fora do limite.

Os agentes emitiram 3.055 autuações por causa de diversas infrações, como falta de cinto de segurança (158), ultrapassagem indevida (255), falta da cadeirinha para crianças (39) ausência de capacete (21).

Bebida
Durante o carnaval, os agentes realizaram 2.522 testes com o bafômetro, que resultaram em 87 autuações e seis prisões de motoristas que estavam sob efeito de álcool. Também foram recolhidos 94 veículos irregulares, 162 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLVs) e 86 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs).

Crimes
Ao todo, 13 pessoas foram detidas por crimes tráfico de drogas, assalto, por clonagem de veículo, entre outros. Dois veículos roubados também foram recuperados pelas equipes da PRF.

Animais
Para evitar acidentes, os agentes da PRF recolheram sete animais que estavam soltos às margens das rodovias e registraram 1,1 toneladas de excesso de peso em veículos de carga.

Imagem: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação

Passa de cem, o número de relatos de agulhadas durante o carnaval, no Grande Recife

A informação vem do G1 PE -

Mais de cem pessoas foram atendidas no Hospital Correia Picanço, no bairro da Tamarineira, na Zona Norte do Recife, após relatarem terem sido agredidas com seringas de agulha durante o carnaval no Grande Recife, até a manhã desta quinta-feira (7), segundo a unidade de saúde. O resultado do exame realizado nas vítimas não foi divulgado. 

A Polícia Civil de Pernambuco abriu um inquérito para investigar os casos e está montando uma delegacia móvel na unidade de saúde para facilitar que a população registre as denúncias.

“É um movimento atípico, totalmente excepcional. Fugiu muito do que é o nosso padrão de número de atendimentos, principalmente por ser uma época de feriado. Então, leva a crer que aconteceu alguma coisa fora do comum”, explica o diretor médico do hospital, Thiago Ferraz. 

O hospital é referência no atendimento de doenças infecto-contagiosas. Segundo Ferraz, até a manhã da quarta-feira (6), eram 25 atendimentos. Nas 24 horas seguinte, o número é, ao menos, quatro vezes maior.

“Após a divulgação das notícias, mais pessoas vieram ao nosso atendimento. Do plantão de ontem [quarta] até as 7h de hoje [quinta], a gente passou para mais de 100 pessoas sendo atendidas com a queixa de que sofreram algum tipo de agulhada furada durante o carnaval”, afirmou Ferraz.

As pessoas chegam com relatos de terem sido furadas, principalmente, nas costas e no braço. “O ferimento é uma lesão puntiforme, é um ponto no braço nas costas. Parece como se tivesse recebido uma vacina ou injeção”, explicou.

Investigação
Além da abertura de inquérito, a Polícia Civil informou que vai enviar um ofício ao Hospital Correia Picanço para identificar as declarações das vítimas que foram buscar atendimento médico na unidade de saúde, para apurar o crime de “exposição ao risco à vida de outrem por transmissão de moléstia grave”.

A corporação também pede que as vítimas que procuraram a unidade de saúde também registrem boletins de ocorrência. Cada caso vai motivar a abertura de inquéritos distintos. Uma delegacia móvel funciona, a partir da tarde desta quinta-feira (7), no Correia Picanço para facilitar as denúncias.

Relatos
Na manhã desta quinta-feira (7), outras pessoas foram ao Correia Picanço buscar atendimento. Algumas preferiram não se identificar, mas mostraram os locais onde foram atingidas.

"Eu estava voltando para casa na terça (5), por volta das 3h30, quando senti uma picada. Em seguida, o meu braço ficou dormente. Procurei o hospital depois que vi as reportagens sobre o assunto", conta a secretária Rita de Cássia Correia, de 42 anos.

Entenda o caso
Na terça-feira (5), a Secretaria Estadual de Saúde (SES) havia contabilizado pelo menos dez pessoas que procuraram o Hospital Correia Picanço após sentirem picadas de agulha durante o carnaval. Na quarta (6), o número subiu para 25.

Todos os pacientes foram liberados, segundo a SES. Antes, no entanto, tomaram medicamentos que são ministrados para prevenção ao vírus HIV. Eles também receberam a orientação para voltar à unidade de saúde em 30 dias, prazo necessário para a conclusão desse tratamento.

O diretor do Correio Picanço esclareceu que, apesar da preocupação da população, o risco de infecção por HIV nos casos é baixo. "O risco de transmissão em relação ao HIV para lesões perfuro-cortantes é baixa, menor que 0,5%", afirmou, acrescentando que todos recebem o coquetel.

Imagem: Reprodução/TV Globo

quarta-feira, 6 de março de 2019

Mangueira é a campeã do carnaval carioca de 2019

A informação vem da Agência Brasil -

Estação Primeira de Mangueira é a grande campeã do carnaval carioca. O resultado do grupo especial do Rio de Janeiro foi divulgado no início da noite de hoje (6). Em segundo lugar, ficou a Unidos do Viradouro e, em terceiro, a Vila Isabel

A Mangueira desfilou na segunda-feira (4) na Sapucaí, com o enredo “História pra ninar gente grande”, do carnavalesco Leandro Vieira, a escola conta a história do Brasil pela ótica dos heróis populares.

Da história recente, além de Jamelão, estão a cantora e compositora mangueirense Leci Brandão, e a vereadora Marielle Franco, assassinada em 14 de março de 2018, ao lado do motorista Anderson Pedro Gomes. A viúva da vereadora, Mônica Benício, participou do desfile.

As escolas foram avaliadas quanto a bateria, samba-enredo, harmonia, evolução, enredo, mestre-sala e porta-bandeira, alegorias e adereços, fantasias e comissão de frente. A Mangueira obteve a pontuação máxima em todos os quesitos.

Outras escolas
A Unidos do Viradouro desfilou com o enredo Viraviradouro, que apresenta as histórias que as avós contavam. O enredo com o universo de histórias infantis e de contos de fadas tem no final uma floresta encantada. A escola voltou ao grupo especial depois de três anos na Série A (antigo grupo de acesso).

Já a Vila Isabel falou da luta por justiça e contra a desigualdade racial. A família da vereadora Marielle Franco desfilou no último carro.

As duas escolas que ficaram nas últimas colocações serão rebaixadas para o Grupo de Acesso A: Imperatriz Leopoldinense e a Império Serrano.

As seis primeiras colocadas desfilam novamente no próximo sábado (9). Além das três primeiras, desfilam a Portela, Salgueiro e Mocidade.

Imagem: Tomaz Silva/Agência Brasil

Sobe para 25 número de relatos de agressões com agulha de seringa, no carnaval de Pernambuco

A informação vem do G1 PE -

Subiu para 25 o número de pessoas atendidas no Hospital Correia Picanço, no bairro da Tamarineira, na Zona Norte do Recife, que relataram terem sido agredidas com seringas de agulha durante o carnaval em Pernambuco. As informações foram repassadas, nesta quarta-feira (6), por meio de nota, pela Secretaria Estadual de Saúde (SES). (Veja vídeo acima)

Na terça-feira (5), a secretaria enviou uma primeira nota, informando que, desde o sábado (2), dez pessoas tinham sido atendidas na unidade, relatando as agressões. De acordo com a pasta, todas receberam medicamentos contra doenças infectocontagiosas.

Nesta quarta, o diretor do Hospital Correia Picanço, Thiago Ferraz, informou que, dos 25 casos notificados até o momento, 15 envolvem mulheres, entre 17 e 46 anos. Essas ocorrências foram registradas entre o sábado e esta quarta de manhã.

Segundo os relatos, as pessoas apresentavam lesões na pele, nos braços, no ombro e nas costas. Elas contaram que as agressões ocorreram no desfile do Galo da Madrugada, no Bairro do Recife, em Olinda e em outros locais da Região Metropolitana.

O diretor da unidade disse, ainda, que é preciso observar as pessoas que relataram as agressões. "Elas vão tomar o coquetel para evitar o HIV, durante 28 dias, e depois voltarão ao hospital para uma reavaliação", afirmou.

Segundo Ferraz, os maiores riscos são de transmissão de HIV e hepatites virais. "Em relação ao HIV, a pessoa tem até 72 horas para receber o medicamento para evitar a contaminação", acrescentou.

Vítima
A secretária-executiva Divonete Oliveira procurou o Correia Picanço, nesta quarta, para tomar a medicação. Ela relatou à TV Globo que foi picada durante os festejos no Bairro do Recife.

Divonete disse que estava procurando o marido, no meio da multidão, quando sentiu uma picada no braço direito. “Era uma picada fina, de agulha fina”, afirmou.

A mulher contou que, a princípio, não se preocupou com o fato, mas quando viu a repercussão do caso nas redes sociais, decidiu procurar o hospital.

"Eu vi um rapaz de uns 18 anos depois de sentir a picada. Ele ficou olhando para mim e saiu”, declarou.

Prevenção
Na nota desta quarta-feira, a secretaria ressaltou que todos os pacientes foram liberados após o atendimento. Antes, no entanto, tomaram medicamentos que são ministrados para prevenção ao vírus HIV.

A secretaria disse, ainda, que, segundo os relatos repassados pelas próprias vítimas, “as autoridades policiais não chegaram a ser acionadas”. A pasta orientou que essas pessoas devem procurar as delegacias, já que as investidas podem ser tipificadas como crime.

Por fim, a secretaria destacou que os registros estão sendo monitorados, durante 24 horas por dia, no Centro Integrado de Operações Conjuntas da Saúde (Ciocs).

Uma equipe de gestores, conforme a SES, acompanha as ações por meio de painéis, permitindo agilidade na compilação de dados, além de agrupar número de atendimentos e doenças de notificação compulsória.

O trabalho funciona por meio do software de Ambiente de Monitoramento de Risco (Amber), que produz relatórios em tempo real com os dados gerados nos serviços de saúde.

A Polícia Civil confirmou que, até esta quarta de manhã, não tinham sido registradas queixas em delegacias.

Imagem: Reproduzida da internet

terça-feira, 5 de março de 2019

Escola de Samba Mancha Verde vence, pela primeira vez, o carnaval de São Paulo

A informação vem da Agência Brasil -

Pela primeira vez, a Mancha Verde é a grande campeã do Grupo Especial do carnaval de São Paulo de 2019. A escola apresentou, no Sambódromo do Anhembi, o enredo Oxalá, Salve a Princesa! A Saga de uma Guerreira Negra, que retratou a beleza e a riqueza da África, mostrando o tráfico negreiro, que trouxe milhões de pessoas escravizadas para o Brasil. A princesa homenageada foi Aqualtune, avó de Zumbi dos Palmares, herói da resistência negra brasileira.

Jorge Freitas, carnavalesco da escola, disse que o resultado positivo chegou após muita dedicação em equipe.

“A gente trabalhou muito, ficamos tentando por muito tempo. Sempre batemos na trave, a gente nunca cansou. Passamos por cima de tudo. A gente se uniu, corrigiu nossos erros. Dinheiro não ganha carnaval, o que ganha e trabalho”, afirmou.

“Foi muito trabalho, muita união. O dinheiro sempre ajuda, mas o ser humano tem que ser valorizado, foi um conjunto. Estamos muito felizes, vamos comemorar a noite inteira”, disse Marcos Gonçalves da Silva, diretor de harmonia.

Integrantes da escola Dragões da Real, que conquistou o segundo lugar, também comemoraram muito e se mostraram satisfeitos com o resultado.

“O diferencial da Dragões é que somos uma escola leve, feliz. Que desfila para fazer o espetáculo para todo mundo, sem nenhum compromisso de vitória. Uma hora ela vai chegar”, disse o presidente da escola, Renato Remondini.

Quatorze escolas de samba desfilaram pelo grupo especial de São Paulo na última sexta-feira (1º) e no último sábado (2). Foram rebaixadas, neste ano, as escolas Tucuruvi e Vai-Vai, que disputarão no Grupo de Acesso em 2020.

Neste ano, a Liga das Escolas de Samba de São Paulo implementou algumas mudanças. Uma delas foi a pontuação. Em vez de usar notas em décimos de 8.0 a 10, os jurados trabalharam com os décimos entre 9.0 e 10, o que deixou a disputa entre as escolas ainda mais acirrada.

A campeã e as outras quatro escolas mais bem colocadas vão participar do desfile das campeãs na sexta-feira (8).

Imagem: Liga das Escolas de Samba de São Paulo/Direitos reservados

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More