VOCÊ FAZ O SUCESSO

VOCÊ FAZ O SUCESSO

BAIXE O APLICATIVO RADIOSNET E OUÇA A NOVA XUCURU EM TODO LUGAR; CLIQUE NA FOTO ABAIXO E SAIBA MAIS

sábado, 23 de junho de 2018

Noite de São João com Coco de Roda, Zefinha Bernardo do Mimoso e Givaldo de Alagoinha, neste sábado no Palhoção do Povo, em Xucuru

Quem informa é o Blog -

A noite de São João é no Palhoção do Povo em Xucuru, com a cultura popular do Coco de Roda e muito Forró e Arrasta pé, comemorando o São João em clima e muita alegria e diversão.


20:00 - Coco de Roda do Sítio Palha e participação de Zefinha Bernardo do Mimoso
22:00 - Givaldo de Alagoinha e os Bons do Forró

Fotografia: Arquivo montagem do Blog de Xucuru Imagens

sexta-feira, 22 de junho de 2018

Portaria permite ao servidor escolher trabalhar ou não em dia de jogo do Brasil

Quem informa é o Diario de PE -

O Ministério do Planejamento publicou no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (22), portaria que torna ponto facultativo parte do expediente nos órgãos do Poder Executivo nos dias de jogos da Seleção Brasileira na Copa do Mundo da Rússia. Com isso, os servidores poderão escolher se trabalham ou não durante os jogos, podendo compensar horas não trabalhadas ou continuar com as atividades profissionais regularmente. 

A portaria substitui uma outra do início do mês que fixava um horário especial obrigatório nos dias das disputas, também com previsão de compensação de horas. A mudança, segunda explica o Planejamento, decorre de liminares judiciais que concederam a algumas categorias de servidores a liberdade de trabalhar ou não no horário dos jogos do Brasil. 

Pelo ato publicado nesta quinta, os órgãos deverão permanecer abertos no horário dos jogos da Seleção. A portaria ainda mantém a orientação de que os serviços considerados essenciais não poderão ser interrompidos. 

Com o ponto facultativo, nos dias em que os jogos forem realizados pela manhã, os servidores podem começar a trabalhar a partir das 14h. Quando as partidas da Seleção forem à tarde, o período de trabalho poderá ser encerrado às 13h.

O prazo para compensação de horas - para quem optar por assistir aos jogos - vai até o dia 31 de outubro, como já estava previsto na primeira portaria.

Fotografia: Marlon Diego/Esp. DP

Seleção Brasileira sofre, mas vence a Costa Rica por 2 x 0 na Copa da Rússia

Quem informa é a Agência Brasil -

A primeira vitória do Brasil na Copa do Mundo veio no fim do jogo. De forma dramática. E carregada de muito sofrimento. Depois de passar 90 minutos tentando furar a defesa da Costa Rica, a seleção só chegou aos gols nos acréscimos. Philippe Coutinho fez seu segundo gol na Copa e Neymar fechou o placar: 2 x 0 para o Brasil.

O alívio após a pressão do empate no primeiro jogo (1x1 com a Suíça) e uma partida muito difícil contra a seleção caribenha levaram Neymar às lágrimas após o apito final. O Brasil mostrou mais volume de jogo, mas, pouca precisão nas finalizações. “A vitória foi justa. Premiou quem quis jogar”, disse o zagueiro Thiago Silva após a partida.

O VAR – o árbitro de vídeo – entrou em ação na partida de hoje. O árbitro holandês Bjorn Kuipers marcou pênalti em Neymar no segundo tempo, mas anulou após consultar o replay da jogada. A decisão de Kuipers foi correta.

Como foi o jogo
O Brasil encontrou um adversário muito bem fechado na defesa. A Costa Rica marcou a saída de bola do Brasil e se fechava com eficiência. Coutinho e Gabriel Jesus pouco fizeram durante o primeiro tempo. Neymar, jogando pela esquerda, era sempre cercado por dois ou mais adversários quando pegava na bola.

A Costa Rica explorava os contra-ataques, sempre com Ureña isolado no ataque. E, aos 12 minutos, a primeira chance real de jogo foi da Costa Rica. Numa chegada pela direita do ataque, Borges bateu para o gol, à direita do goleiro Alisson.

O Brasil teve uma posse de bola muito superior, mas não ameaçou o gol de Navas. As esperadas jogadas de habilidade do ataque brasileiro para furar a defesa não aconteceram.

Segundo tempo
Na etapa final, com Douglas Costa no lugar de Willian, o Brasil começou melhor. Aos 2 minutos, a Seleção Brasileira conseguiu entrar na área com perigo, mas Navas se antecipou a Neymar.

Na sequência, o Brasil quase chegou ao gol duas vezes. Gabriel Jesus cabeceou na trave e, na sobra, Philippe Coutinho chutou e a bola só não entrou porque o zagueiro salvou com o pé. Aos 10 minutos, Neymar recebeu bola cruzada na área e bateu para gol, mas Navas mandou para escanteio.

Depois da série de oportunidades, o jogo esfriou e a Costa Rica voltou a controlar o ataque brasileiro. Só 26 minutos o Brasil teve nova chance de abrir o placar. Neymar recebeu e bateu para o gol na entrada da área, mas a bola saiu à direita.

Aos 32 minutos, o Brasil chegou com velocidade e Neymar caiu na área e o juiz marcou pênalti. Ele, no entanto, consultou o árbitro de vídeo e anulou a marcação. O jogo continuava 0 x 0 e deixava os jogadores brasileiros cada vez mais nervosos. Neymar e Coutinho foram punidos com cartão amarelo por reclamação.

O Brasil finalmente marcou aos 45 minutos. Firmino cabeceou para o meio, Gabriel Jesus escorou e Coutinho completou para o gol; 1x0. Festa em São Petersburgo, na Rússia, e em todo o Brasil. A angústia, enfim, terminava.

Faltando 4 minutos para o fim da partida, a seleção ficou tocando bola, gastando o tempo. E teve tempo para o segundo gol, com Neymar. Em contra-ataque rápido, Casemiro tocou para Douglas Costa, que centrou para o camisa 10 do Brasil ampliar o placar. Com o apito final, veio o alívio da primeira vitória do Brasil na Copa.

Na próxima rodada, o Brasil enfrenta a Sérvia. O jogo será na próxima quarta-feira (27) às 15h (horário de Brasília). O Brasil lidera o grupo E com 4 pontos em dois jogos. Hoje, às 15h, Sérvia e Suíça fecham a segunda rodada do grupo.

Fotografia: Lee Smith/Reuters/Direitos reservados

quinta-feira, 21 de junho de 2018

Mais de 93% das vítimas de homicídios em PE no primeiro trimestre de 2018 são homens pardos

Quem informa é o G1 PE -

De todas as pessoas assassinadas, em Pernambuco, no primeiro trimestre de 2018, 93,4% são pardas e 93,7% são homens. A informação foi divulgada na Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) do estado, nesta quinta-feira (21), após a reunião do programa Pacto Pela Vida.

Segundo o governo, foram registrados 452, 416 e 366 homicídios em janeiro, fevereiro e março, respectivamente. A média desse tipo de crime chegou a 13,71 casos por dia, nesse período.

Os dados são referente aos Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs) registrados entre janeiro e março. O número total de homicídios, nesse período, chegou a 1.234 casos. Desses, 1.152 são pardos, 32 (2,6%) são pretos, e 42 (3,4%) são brancos. Outras oito vítimas (0,6%) não tiveram a etnia informada. A maioria das vítimas é homem (1.156, ou 93,7%) e as mulheres correspondem a 6,2% dos casos (76). Duas pessoas (0,2%) não tiveram o gênero informado.

Na reunião foi divulgado que, a cada três meses, os perfis das vítimas serão divulgados nos balanços do Pacto. De acordo com o secretário de Planejamento e Gestão do estado, Márcio Stefanni, a situação social em que ocorreu a morte dificulta a apuração.

“Etnia e sexo são dados, hoje, autodeclarados. Como não há como perguntar a uma vítima de homicídio, os dados são retirados do inquérito ou perguntados às famílias das vítimas. Apesar disso, tem família que não quer conversa com a polícia, porque ela se sente ameaçada pelo autor do homicídio. O gênero, quando não informado, é porque o estado de decomposição estava muito avançado. Não divulgamos os nomes das vítimas, porque especialistas dizem que isso infringe a privacidade do morto e das famílias", explicou Stefani.

Segundo o secretário, houve uma queda constante nos três primeiros meses do ano. Ele explica que a divulgação dos dados atende uma demanda popular. “O pacto pela vida é a política mais longeva do governo estadual. Dizemos que o pacto está vivo, porque está. Reconhecendo um clamor social e pelo princípio da transparência, trazemos números mais detalhados. A premiação das nossas forças policiais se dá por trimestre, por isso os dados são condensados a cada três meses”, explicou Stefani.


De acordo com os índices do governo, os dias em que mais ocorrem homicídios são o fim de semana, já que 18% (218 casos) dos CVLIs ocorreram nos sábados e outros 16% (199 ocorrências), nos domingos.

O perfil das vítimas também traz, majoritariamente, jovens com idades entre 18 e 30 anos, que correspondem a 50,6% (625 casos). A segunda idade com o maior número de assassinatos é entre 31 e 65 anos, com 36% (444 ocorrências).

Prisões
Durante os três primeiros meses de 2018, as polícias Militar e Civil prenderam 8.512 pessoas. O mês com o maior número de prisões foi março, com 3.173 detenções, seguido por fevereiro, que teve 2.703 casos. Em janeiro, as polícias prenderam 2.636 suspeitos de crimes no estado.

Segundo os índices do Pacto Pela Vida, o sistema prisional pernambucano chegou a ter uma taxa de ocupação de 285% em relação ao número de vagas, em março, com 30.898 presos. O número de vagas disponíveis é de 10.841. Nesse mês, do total de presos, 29.450 eram homens e 1.448 eram mulheres.

Em janeiro, a população carcerária era de 30.513 pessoas, o que representa 281,5% das vagas existentes. Em fevereiro, o número aumentou para 30.758, chegando a 283,7%.

Fotografia: Reprodução da internet

Reunião no Ministério Público do Estado estabelece regularização do abastecimento do gás de cozinha, até fim de junho

Quem informa é o Blog do Ney Lima -

A nova reunião no Ministério Público de Pernambuco para tratar da crise do abastecimento de gás liquefeito de petróleo no Estado, fixou uma data para que a situação se regularize. Até 30 de junho, os transtornos que a população vem sofrendo para conseguir botijões de gás de cozinha têm de cessar e as vendas precisam voltar ao normal.

Os representantes da Petrobras, da Transpetro e das empresas distribuidoras de gás presentes concordaram com a proposta e se dizem tranquilas para cumprir o prazo estipulado. O otimismo é fruto do sucesso obtido no teste de bombeamento simultâneo de gás feito, no último domingo (17), pelos dois dutos da Transpetro, localizados no Porto de Suape, que abastecem os caminhões das distribuidoras: Nacional Gás, Liquigás, Ultragás, Copagaz e Supergás.

Segundo todos os presentes e o relatório da Agência Nacional do Petròleo (ANP) apresentado na ocasião, os resultados superaram as expectativas. Houve um ganho de produtividade de quase 50%, que só não foi maior pela não capacidade das distribuidoras de armazenar o incremento total. A Petrobras assegurou que tem condições de aumentar as cotas das distribuidoras quando solicitarem.

Os representantes das distribuidoras, no entanto, alertaram que não há como tornar o esforço como rotineiro por conta da necessidade de manutenção dos equipamentos e de cláusulas trabalhistas, que limitam o número de horas-extras dos funcionários. Para que houvesse a experiência de domingo, foi preciso um acordo com o sindicato da categoria.

O representante da Petrobras Luiz Leandro de Oliveira informou que o teste ajudou a diminuir o déficit de gás existente e que as entregas da Petrobras foram adiantadas em 11% até o dia do bombeio. O secretário estadual de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, se propôs a enviar às empresas distribuidoras uma lista dos municípios pernambucanos que estão em condições mais críticas de desabastecimento, para que haja uma priorização de entrega de botijões nestes locais.

Uma nova reunião no Ministério Público de Pernambuco foi marcada para 2 de julho, onde será avaliado o cumprimento da regularização do abastecimento, assim como novas medidas para que a situação de crise não se repita.

Fotografia: Reprodução da internet

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Pernambuco confirma sétima morte de paciente com influenza em 2018

Quem informa é o G1 PE -

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) confirmou, nesta quarta-feira (20), a sétima morte de paciente com o vírus da influenza em Pernambuco, em 2018. O boletim epidemiológico divulgado pela SES abrange os casos registrados de janeiro de 2018 até o dia 9 de junho. A morte mais recentemente confirmada foi de uma idosa de 90 anos que morava em Goiana, no Grande Recife, e foi contaminada pelo vírus H3N2.

Além da idosa de 90 anos, Pernambuco havia confirmado, anteriormente, outro caso de morte de paciente com H3N2 e outros cinco com o vírus H1N1.

De acordo com a Secretaria de Saúde, a idosa deu entrada numa unidade de saúde do município, no dia 17 de abril, com sintomas da síndrome respiratória aguda grave (SRAG). A mulher faleceu três dias depois, no dia 21 do mesmo mês. O resultado laboratorial deu positivo para influenza A (H3N2).

Além da morte, até o dia 9 de junho, foram registrados 989 casos de SRAG em Pernambuco. Desses, 32 tiveram resultado laboratorial confirmado para o vírus H1N1, 17 para o H3N2, um para o vírus sincicial respiratório (VSR) e outro relacionado à parainfluenza 1. No mesmo período de 2017, foram 1.051 casos de SRAG, com 67 confirmações para H3N2, 25 de influenza B, três VSR e um para influenza1.

Mortes com a influenza
No dia 16 de maio, o estado havia confirmado outras três mortes associadas à influenza, sendo dois casos de H1N1 e outro, de H3N2. Um deles foi de um bebê com um mês de vida, que faleceu no dia 13 de abril, em Carpina, na Zona da Mata Norte.

O outro caso foi o de uma adolescente de 17 anos, que morreu no dia 18 de abril, em Camaragibe, no Grande Recife. A primeira pessoa a morrer com o vírus H3N2, em 2018, foi uma garota de nove anos, que faleceu em 24 de março, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana.

A terceira morte a ser confirmada foi a de um homem de 41 anos que morreu em Palmares, na Zona da Mata Sul, no dia 2 de abril, e teve resultado positivo para H1N1.

O segundo falecimento de paciente com H1N1 foi o de uma idosa de 74 anos que morreu em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. O primeiro óbito, confirmado no fim de abril, foi de um homem de 45 anos no bairro dos Coelhos, no Recife.


Vacinação
A campanha de vacinação contra a Influenza, em Pernambuco, acontece até a sexta-feira (22). A data de encerramento, que seria no dia 15, foi prorrogada pelo Ministério da Saúde, devido à baixa adesão. No Recife, a ação ocorre até a segunda-feira (25) devido ao ponto facultativo decretado no município por causa do jogo entre Brasil e Costa Rica na Copa do Mundo.


O estado, no entanto, atingiu a meta de 90% de pessoas dos grupos prioritários imunizados, com 2.160.332 vacinações. Apesar disso, a expectativa do estado é vacinar 2.399.361 pernambucanos.

A campanha é voltada para idosos, crianças de 6 meses a menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (mulheres com filhos de até 45 dias), trabalhadores de saúde, professores, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

As doses aplicadas durante a 20ª Campanha de Vacinação contra a Influenza, programada pelo Ministério da Saúde, imunizam contra os três subtipos de gripe que mais circulam no inverno: A/H1N1, A/H3N2 e Influenza B.

Recomendações
Em doenças agudas febris moderadas ou graves, recomenda-se adiar a vacinação até a resolução do quadro. As pessoas com histórico de alergia a ovo, que apresentem apenas urticária após a exposição, podem receber a vacina da influenza mediante adoção de medidas de segurança.

A vacina não é indicada para pessoas com história de reação anafilática prévia em doses anteriores, bem como a qualquer componente da vacina ou alergia comprovada grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados.

Fotografias: Reprodução EPTV e SES-PE

15° BPM apreende arma de fogo em Xucuru, na zona rural de Belo Jardim, PE

Quem informa é o Blog do Adielson Galvão -

Nesta terça-feira (19), por volta das 17 horas, durante o cumprimento do plano de ação do 15º BPM, a Polícia Militar realizava a “Operação Abordagem” quando ao realizar abordagens no Distrito de Xucuru, espaço rural de Belo Jardim, abordou José Cecílio Neto, 63 anos, que se encontrava dirigindo um veículo, onde foi localizado no interior do carro um Revólver Calibre 38 com cinco munições intactas.

Diligências foram realizadas até a residência do envolvido e ao perguntar a sua esposa sobre a existência de outras armas, ela negou tal indagação e entregou aos militares 12 munições do mesmo calibre que estavam no Interior da casa.

Diante dos fatos narrados o imputado juntamente com a arma apreendida, foram apresentados até a delegacia de plantão para serem tomadas as medidas cabíveis.

Fotografia: Divulgação /PM

terça-feira, 19 de junho de 2018

Campanha de vacinação contra gripe é prorrogada até a sexta-feira, em Pernambuco

Quem informa é o G1 PE -

A campanha de vacinação contra a Influenza, em Pernambuco, acontece até a sexta-feira (22). A data de encerramento, que seria no dia 15, foi prorrogada pelo Ministério da Saúde, devido à baixa adesão. No Recife, a campanha foi prorrogada até a segunda-feira (25), por causa do ponto facultativo decretado devido o jogo entre o Brasil e Costa Rica, na Copa do Mundo, na sexta.

A três dias do final da campanha, 9,5 milhões de brasileiros ainda não se vacinaram, de acordo com o Ministério da Saúde.

No estado, até esta terça-feira (19), 2.045.008 pessoas foram vacinadas, de acordo com o boletim divulgado pela Secretaria de Saúde na quinta-feira (14). O número equivale a 85,2% dos grupos prioritários. A meta é imunizar, no mínimo, 90% do público total.

A campanha é voltada para idosos, crianças de 6 meses a menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (mulheres com filhos de até 45 dias), trabalhadores de saúde, professores, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

As doses aplicadas durante a 20ª Campanha de Vacinação contra a Influenza, programada pelo Ministério da Saúde, imunizam contra os três subtipos de gripe que mais circulam no inverno: A/H1N1, A/H3N2 e Influenza B.

De acordo com a coordenadora de imunizações do Recife, Elizabeth Azoubel, os idosos, crianças e gestantes são os grupos considerados de maior risco, já que, neles, a gripe pode mais rapidamente levar a internações e até à morte.

“Todo mundo deveria se vacinar, mas o Brasil precisa se tornar auto suficiente para produzir as vacinas para a população inteira. Sempre há um posto de saúde perto de casa, é importante que especialmente os pais levem suas crianças para serem vacinadas”, explicou Elizabeth.

Ainda segundo Azoubel, existe um mito de que, após tomar a vacina, é comum ficar gripado, já que a imunização é feita com fragmentos de vírus.

“A vacina é feita de vírus morto, o que impossibilita que o medicamento seja causador da gripe. Apesar disso, o corpo leva cerca de duas semanas para produzir os anticorpos e, se você tomou a vacina hoje e teve contato com uma pessoa gripada amanhã, corre risco de ficar gripado, pois esse vírus demora de um a três dias para se incubar”, afirmou.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, em 2017, foram aplicadas 368 mil doses da vacina. No município, até esta terça-feira (19), 372.044 recifenses haviam sido imunizados, o que corresponde a 94,55% do grupo prioritário.

Recomendações
Em doenças agudas febris moderadas ou graves, recomenda-se adiar a vacinação até a resolução do quadro. As pessoas com histórico de alergia a ovo, que apresentem apenas urticária após a exposição, podem receber a vacina da influenza mediante adoção de medidas de segurança.

A vacina não é indicada para pessoas com história de reação anafilática prévia em doses anteriores, bem como a qualquer componente da vacina ou alergia comprovada grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados.

Fotografia: Secretaria de Saúde do Recife/Divulgação

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Obesidade atinge quase 20% da população brasileira, mostra pesquisa

Quem informa é a Agência Brasil -

A obesidade já é uma realidade para 18,9% dos brasileiros. Já o sobrepeso atinge mais da metade da população (54%). Os dados são da Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção de Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) e foram divulgados hoje (18) pelo Ministério da Saúde.

Entre os jovens, a obesidade aumentou 110% entre 2007 e 2017. Esse índice foi quase o dobro da média nas demais faixas etárias (60%). O crescimento foi menor nas faixas de 45 a 54 anos (45%), 55 a 64 anos (26%) e acima de 65 anos (26%).

No mesmo período, o sobrepeso foi ampliado em 26,8%. Esse movimento foi maior também entre os mais jovens (56%), seguidos pelas faixas de 25 a 34 anos (33%), 35 a 44 anos (25%) e 65 anos ou mais (14%).

Na avaliação da diretora do Departamento de Vigilância de Doença e Agravos Não Transmissíveis e Promoção da Saúde do Ministério da Saúde, Fátima Marinho, embora o ritmo de crescimento da ocorrência de obesidade tenha se estabilizado desde 2015, ainda é um índice preocupante.

Ela identifica como fator central desse processo a mudança na realidade das mesas dos brasileiros. “Pessoas comiam comidas mais saudáveis. O arroz e o feijão, por exemplo, não são mais unanimidade. Há mais comidas industrializadas, mais fast food e menos consumo de comidas mais frescas”, explica a diretora.

Menos refrigerantes e mais atividade física
Apesar desses índices, o levantamento registrou um aumento da prática de atividades físicas no tempo livre de 24,1% no período de 2009 a 2017 e uma queda de 52,8% no consumo de refrigerantes e bebidas açucaradas entre 2007 e 2017. A perda da preferência por esses tipos de bebidas ocorreu sobretudo entre adultos com idades entre 25 e 34 anos e entre pessoas com mais de 65 anos.

A inclusão de frutas e hortaliças no cardápio habitual também teve um acréscimo nos últimos anos, crescendo 5% entre 2008 e 2017. Nesse consumo, há um recorte de gênero representativo. Enquanto esses alimentos são mais frequentes no cotidiano alimentar das mulheres (40%), eles ainda não são muito populares entre os homens (27,8%).

Na opinião de Fátima Marinho, a mudança de hábitos alimentares necessária para reduzir esses índices de obesidade e sobrepeso passa por informar melhor o consumidor na hora de escolher o alimento. Ela cita como exemplo sucos industrializados, vistos como mais saudáveis por muitas pessoas, mas que são compostos por quantidades de açúcar semelhante às dos refrigerantes.

“A política pública tem que incentivar pessoas a comerem melhor. Informar melhor é a nova proposta, começar nos alimentos industrializados o que está lá dentro e as quantidades. Se há aquelas letrinhas pequenas e tem que fazer vários cálculos, aí fica mais difícil”, comenta.

A Vigitel é realizada com maiores de 18 anos em 26 capitais e nos Distrito Federal. Foram entrevistadas 53 mil pessoas entre fevereiro e dezembro de 2017.Ou seja, o levantamento não registra os hábitos e tendências de pessoas que moram em cidades do interior do Brasil.

Fotografia: ABr

domingo, 17 de junho de 2018

Palhoção do Povo fica lotado novamente na segunda noite do São João 2018 em Xucuru

Quem informa é o Blog -

A segunda noite de atrações das festividades juninas em Xucuru, no Palhoção do Povo, foi bastante animada. Neste último sábado (16), teve, novamente, a apresentação do Coco de Roda do Sítio Palha, a cultura popular e a arte fazendo a diferença, em seguida foi a vez da banda Forrozão Chicote de Couro, "A Lapada Quente do Forró", com muito forr[o autêntico, além daquele forrozinho pé de serra, forró estilizado e o tradicional arrasta pé, fazendo jus à época como nos velhos tempos.

Foi mais uma noite de festa no São João 2018 em Xucuru, evento que tem a realização do Vereador Claudemir Paulino, contando com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura e Eventos. O Palhoção, mais uma vez, ficou pequeno para tantos forrozeiros de Xucuru e da região, que entraram no forró para dançar e aproveitar a noite com muita alegria.

A segurança do evento, mais uma vez contou com o apoio do policiamento do 15º Batalhão de Polícia Militar de Belo Jardim, garantindo a diversão tranquila das famílias, que marcam presença na festa, participando dos festejos juninos de Xucuru no Palhoção do Povo.    








Fotografias: Blog de Xucuru Imagens                    

Brasil joga mal e empata em estreia na Copa da Rússia

Quem informa é a Agência Brasil -

A Seleção Brasileira jogou mal e apenas empatou com a Suíça por 1 a 1, pela primeira rodada do grupo E da Copa do Mundo. O Brasil fez um bom primeiro tempo, quando abriu o placar com Philippe Coutinho que fez um golaço de fora da área. No entanto, sofreu um gol logo no início do segundo tempo e não teve volume de jogo suficiente para chegar ao segundo gol.

Apesar do segundo tempo ruim do Brasil, o árbitro mexicano César Ramos foi determinante para o resultado. Ele não marcou uma falta em Miranda no lance do gol.

Neymar também não esteve bem no jogo e sofreu várias faltas.

O jogo

O primeiro ataque foi da Suíça, aos 3 minutos. Após cruzamento na área, Dzemaili finalizou por cima do gol, sem perigo. Aos 10 minutos, veio a resposta do Brasil. Após troca de passes na entrada da área, Paulinho recebeu de Neymar e tocou para o gol. A bola passou raspando pela trave direita. Aos 16 minutos, o Brasil chegou bem mais uma vez. Coutinho tocou para Gabriel Jesus no lado esquerdo. O atacante brasileiro passou para o meio da área, mas o goleiro Sommer defendeu.

Aos 19 minutos, veio o gol brasileiro, e um golaço. Philippe Coutinho pegou a sobra de bola no lado esquerdo e chutou de fora da área. A bola fez uma curva, bateu na trave esquerda de Sommer e morreu no fundo da rede.

Depois do gol, a Suíça passou a atacar mais e ter o domínio da bola. Ao Brasil restava os contra-ataques em roubadas de bola. No final do primeiro tempo, o Brasil chegou de novo com perigo em uma cobrança de escanteio. Thiago Silva cabeceou por cima do gol.

Segundo tempo


Aos 4 minutos do segundo tempo, em uma cobrança de escanteio, Zuber cabeceou livre para empatar o jogo. Os jogadores brasileiros reclamaram de um empurrão de Zuber em Miranda, mas o árbitro mexicano ignorou os protestos.

Aos 12 minutos, o Brasil chegou com perigo. Neymar driblou na pequena área, mas chutou prensado e a bola saiu a escanteio. A Seleção Brasileira ficou visivelmente nervosa após o gol sofrido. Philippe Coutinho, Neymar e Gabriel Jesus estavam discretos em campo. Só aos 24 minutos o Brasil chegou com perigo novamente. Neymar deu um bom passe para Coutinho, que driblou o defensor, mas bateu mal para gol.

Aos 28 minutos, Gabriel Jesus recebeu na área, mas não conseguiu finalizar. Ele caiu na área pedindo pênalti, mas o juiz não marcou. Aos 42 minutos, outra chance: Neymar aproveitou cruzamento na área, mas cabeceou no meio do gol, para defesa fácil de Sommer. Aos 44, quase o segundo gol do Brasil. Em bola alçada na área, Firmino quase marcou de cabeça, mas o goleiro defendeu.

No último minuto de jogo, o Brasil tentou pressionar, mas sem organização.

Com o empate, Brasil e Suíça estão em segundo lugar no grupo com um ponto cada. A Sérvia, que venceu a Costa Rica por 1 a 0 no primeiro jogo do dia, é a líder do grupo E, com três pontos. O Brasil enfrenta os costarriquenhos na próxima rodada, na sexta-feira (22), às 9h.

Fotografias: Reuters

sábado, 16 de junho de 2018

Coco de Roda do Sítio Palha e o Forrozão Chicote de Couro, neste sábado em Xucuru, no Palhoção do Povo

Quem informa é o Blog -

A festa continua no São João 2018 em Xucuru, e neste sábado no Palhoção do Povo, tem o Coco de Roda do Sítio Palha e o Forrozão Chicote de Couro de São Bento do Una.

Todos os forrozeiros de Xucuru e da região, estão convidados par prestigiar mais uma noite de atrações nas festividades juninas no Palhoção do Povo.

Realização: Vereador Claudemir paulino;

Apoio: Prefeitura de Belo Jardim e Secretaria de Cultura, Turismo e Eventos.

Fotografia: Arquivo do Blog

sexta-feira, 15 de junho de 2018

Vacinação contra a pólio, começa em 6 de agosto

Quem informa é a Agência Brasil -

Em meio ao aumento de casos de poliomielite identificados na Venezuela, o Ministério da Saúde informou que a campanha de vacinação contra a doença no Brasil deve ocorrer de 6 a 24 de agosto.

Por meio de nota, o ministério informou que, atualmente, a cobertura vacinal no Brasil contra a poliomielite é de 77%. Diante de casos identificados na Venezuela, a pasta enviou nota de alerta para estados e municípios sobre a importância de alcançar e manter cobertura maior ou igual a 95%, além da necessidade de notificação e investigação imediata de todo caso de paralisia flácida aguda que apresente início súbito em indivíduos menores de 15 anos.

“O Ministério da Saúde ressalta que a vacinação é de extrema importância para manter o país livre da circulação de poliovírus, tanto nas ações de rotina como na Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite”, destacou o comunicado.

O governo brasileiro reforçou que as vacinas que integram o Calendário Nacional de Vacinação são seguras e eficazes. O esquema vacinal da poliomielite é composto por três doses da vacina inativada (injetável), administradas aos dois, quatro e seis meses. Aos 15 meses e aos 4 anos, a criança recebe a vacina oral.

O último caso de infecção pelo poliovírus selvagem no Brasil ocorreu em 1989. Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que três países ainda são considerados endêmicos para a doença – Paquistão, Nigéria e Afeganistão.

Casos na Venezuela
Esta semana, a Sociedade Brasileira de Pediatria divulgou nota pública alertando para a necessidade de atenção redobrada diante da detecção de pelo menos um caso confirmado no país vizinho e de diversos casos em investigação. A preocupação se deve ao aumento do fluxo de imigrantes pelas fronteiras brasileiras, em especial nos estados do Norte.

A entidade defende ainda a manutenção de elevadas e homogêneas coberturas vacinais contra a poliomielite no Brasil – acima de 95% – até que a erradicação global seja alcançada.

Doença
A poliomielite, também conhecida como paralisia infantil, é uma doença infectocontagiosa viral aguda, caracterizada por um quadro de paralisia flácida de início súbito.

A transmissão ocorre de pessoa para pessoa, pela via fecal-oral (mais frequente); por objetos, alimentos e água contaminados com fezes de doentes ou portadores; ou pela via oral-oral, através de gotículas de secreções (ao falar, tossir ou espirrar).

Não existe tratamento específico – todas as vítimas de contágio devem ser hospitalizadas.

A vacinação é a única forma de prevenção da poliomielite. Todas as crianças menores de 5 anos de idade devem ser imunizadas conforme esquema de rotina e em campanha nacional.

Fotografia: Arquivo ABr

terça-feira, 12 de junho de 2018

Pernambuco abre seleção simplificada para 395 vagas na área de educação com salários de até R$ 4,5 mil

Quem informa é o G1 PE -

Estão abertas, a partir desta terça-feira (12), as inscrições para uma seleção simplificada com 395 vagas para profissionais da área de educação em Pernambuco. As oportunidades são para profissionais dos níveis médio e superior, para atuar no Programa Nacional de inclusão de Jovens (Projovem Urbano). Os salários variam de R$ 1,3 mil a R$ 4,5 mil.

As inscrições podem ser feitas até o dia 26 de junho no site da Secretaria Estadual de Educação. As vagas são para assistentes administrativos, pedagógicos jurídicos, técnicos de nível médio, professores e intérpretes de Libras. A seleção é feita em uma etapa única, por meio de análise de experiência profissional e de títulos.

De acordo com o edital, há vagas em municípios da Região Metropolitana do Recife, da Zona da Mata, do Agreste e do Sertão. O documento pode ser encontrado no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (12).

A divulgação do resultado preliminar está prevista para o dia 30 de junho. Após o envio de recursos, previsto para acontecer entre os dias 2 e 4 de julho. Já a divulgação do resultado final está prevista para acontecer no dia 5 de julho.

Fotografia: Reprodução da internet

Mais de 72 mil pessoas pediram aposentadoria e salário-maternidade

Quem informa é a Agência Brasil -

Com 18 dias em funcionamento, o serviço de concessão automática do INSS já tinha recebido mais de 72 mil pedidos automáticos de aposentadorias (32 mil) e salário-maternidade (40 mil) urbanos. Deste total, 10,5 mil benefícios foram concedidos imediatamente. Os outros 62,5 mil ainda precisam passar por análises técnicas. A expectativa do instituto é que, em até dois meses, a maior parte desses pedidos sejam concluídos.

O serviço oferecido pelo INSS digital está funcionando em todo o país desde 21 de maio. O último levantamento foi 07 de junho. Jair Guerra, chefe substituto de Divisão de Atendimento do órgão, explicou que esse volume, ainda em avaliação, pode ser liberado imediatamente nos próximos dias. Mas, ainda há regiões onde a demanda já vinha represada a meses ou situações em que um documento específico precisará ser entregue.

Um outro gargalo deste período de acomodação do novo modelo é o acesso às informações alimentadas no Sistema Nacional de Informações de Registro Civil (SIRC). “O INSS está ajustando o sistema. Ainda há casos de demora na leitura de certidões de nascimento do SIRC”, explicou. Sem a comprovação de todos os quesitos, como o caso da maternidade, o pedido fica suspenso em análise.

Pelos números atualizados, a meta inicial do governo de reduzir entre 15% a 20% o atendimento presencial nas agências já começa a ser cumprida. Mas o levantamento em base de dados geral não permite uma avaliação regional ou diagnóstico sobre dificuldades dos beneficiários com o sistema.

Essa modernização do procedimento vem como uma promessa de agilização e desafogamento das agências físicas. Guerra explica que a intenção não é eliminar outros meios de atendimento, mas criar alternativas para  quem tiver acesso às formas digitais, consiga obter o benefício mais rapidamente, abrindo espaço para os que ainda sentem a necessidade de um atendimento presencial.

A crítica da especialista Diana Vaz de Lima, professora de ciências contábeis do setor previdenciário da Universidade de Brasília (UnB), recai justamente sobre variáveis como a democratização do acesso da população à internet. Segundo ela, enquanto, por um lado, o governo acerta em buscar alternativas para diminuir a pressão no sistema que tende a aumentar diante das perspectivas de envelhecimento da população, por outro lado, seria preciso considerar variáveis como a baixa escolaridade e conectividade ainda presentes em muitas regiões do país.

“É um primeiro passo mas é preciso dar um passo maior que é pela democratização do acesso à internet. No site, com o INSS digital, os beneficiários têm a possibilidade de reduzir o caminho, mas, o acesso à internet ainda não é uma realdade para todos os brasileiros. Estudos do IBGE mostram que não é democrático”, disse. Levantamento do IBGE desse ano aponta que 40% dos municípios brasileiros ainda apresentam alto deficit de acesso à banda larga, como Piauí, Amazonas, Roraima, Acre, Amapá, Sergipe e Maranhão.

Diana Vaz também apontou a renda e escolaridade como fatores que podem dificultar o entendimento de algumas pessoas e defendeu ajustes “para criar uma linguagem mais amigável”. “Acredito que os próximos 180 dias serão muito importantes para a equipe do INSS entender as dificuldades dos brasileiros e ter a oportunidade de fazer esse diagnóstico para aperfeiçoar o sistema. Houve apenas uma transposição de burocracia, porque não diminuiu todo o procedimento que era feito".

O posicionamento do INSS é o de que a concessão automática ainda é voltada para um público urbano, que tem maior facilidade de acesso digital. O órgão ainda reitera que o serviço não elimina os outros atendimentos presenciais. A concessão automática foi criada para que o cidadão passe a receber o benefício imediatamente, mediante a checagem de documentação disponível em bancos de dados checados pelo instituto. Os pedidos podem ser feito via internet, aplicativo Meu INSS ou pelo telefone 135, que funciona de segunda a sábado, das 7h às 22h.

Fotografia: Reprodução da internet

segunda-feira, 11 de junho de 2018

Campanha de vacinação contra gripe termina na sexta-feira (15)

Quem informa é a Agência Brasil -

A campanha de vacinação contra a gripe será encerrada na próxima sexta-feira (15) em todo o país. Dados do Ministério da Saúde mostram que 13 milhões de pessoas que fazem parte do público-alvo ainda precisam ser imunizadas. A expectativa da pasta é vacinar 54,4 milhões de pessoas até o final da campanha.

Devem receber a dose crianças de 6 meses a menores de 5 anos, idosos a partir de 60 anos, trabalhadores da saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas especiais também devem ser imunizadas. Neste caso, é preciso apresentar uma prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle de doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) devem procurar os postos em que estão registrados.

Cobertura
Até 7 de junho, foram vacinadas 41,2 milhões de pessoas contra a gripe. O público com maior cobertura é o de puérperas (86,7%), seguido pelos idosos (86,6%), professores (85,4%) e indígenas (81,7%). Entre os trabalhadores de saúde, a cobertura ficou em 79,7,6% e gestantes 62%. O grupo com menor índice de vacinação foram as crianças, entre seis meses e cinco anos, a cobertura é de apenas 57,5%.

Casos
O último boletim do ministério aponta que, até 2 de junho, foram registrados 2.315 casos de influenza em todo o país, com 374 óbitos. Do total, 1.395 casos e 243 óbitos foram pelo vírus H1N1, além de 463 casos e 70 óbitos por H3N2. Há ainda o registro de 236 casos de influenza B, com 29 óbitos, e 221 casos de influenza A não subtipado, com 32 óbitos.

Vacina
A pasta informou que a vacina é segura e reduz complicações que podem provocar casos graves da doença, internações e óbitos. A dose utilizada na rede pública de saúde protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no Hemisfério Sul ao longo do último ano, incluindo o H1N1 e o H3N2.

Reações adversas
Ainda de acordo com o ministério, após a aplicação da dose, podem ocorrer, de forma rara, dor, vermelhidão e endurecimento no local da injeção. As manifestações são consideradas benignas e os efeitos costumam passar em 48 horas.

A vacina da gripe é contraindicada para pessoas com histórico de reação anafilática prévia em doses anteriores ou para pessoas que tenham alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados. É importante procurar o médico para mais orientações.

Fotografia: Reprodução da internet

Atual senador, Armando Monteiro (PTB) lança pré-candidatura ao governo de Pernambuco

Quem informa é o G1 PE -

A coligação Pernambuco Quer Mudar lançou a pré-candidatura de Armando Monteiro Neto (PTB) ao governo de Pernambuco, nesta segunda-feira (11). Nascido no Recife, ele tem 66 anos e atualmente exerce o mandato de senador. O evento de lançamento foi em um hotel em Boa Viagem, na Zona Sul da capital pernambucana.

"Pernambuco precisa de um novo momento e de um novo caminho, uma nova proposta. Temos um projeto que, há 12 anos, é dominante na política de Pernambuco e que, ao nosso juízo, está esgotado. Nossa candidatura se insere nesse contexto, de buscar construir ao lado do povo de Pernambuco esse novo caminho. Um tempo de esperança, de conquistas", disse Armando.

Fazem parte da coligação os partidos PTB, DEM, PSDB, PRB, Podemos, PV e PPS. No evento, o deputado federal Mendonça Filho (DEM) foi anunciado como pré-candidato a senador pela coligação.

Ainda não foram escolhidos o segundo pré-candidato ao Senado que vai compor a chapa majoritária, nem o pré-candidato a vice-governador.

O evento contou com a presença de lideranças políticas da Região Metropolitana do Recife e do interior, vereadores, prefeitos e deputados estaduais e federais. O senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) também esteve presente.

Fotografia: TV Globo NE

domingo, 10 de junho de 2018

São João de Xucuru teve início com grande presença de público no Palhoção do Povo

Quem informa é o Blog -

Festa e animação total. Assim foi a abertura dos festejos juninos 2018, neste último sábado (09), em Xucuru, distrito de Belo Jardim, agreste de Pernambuco, com grande participação dos forrozeiros da localidade, de sítios vizinhos, da região e de cidades próximas, lotando as dependências do Palhoção do Povo, em comemoração aos vinte anos da festividade na comunidade xucuruense.

O São João de Xucuru é uma tradição de várias edições, que todos os anos faz acontecer com diversas atrações locais e regionais, com ênfase à cultura local do Coco de Roda Raiz do Sítio Palha, que se apresenta todas as noites de atrações do Palhoção do Povo, iniciando a festa com muita diversão e alegria.

Novamente, com a organização do Vereador Claudemir e o apoio da Secretaria Municipal de Cultura e Eventos, este ano, o evento teve início neste último sábado, com o referido Coco de Roda e mais a participação especial de Zefinha Bernardo do Sítio Mimoso de Belo Jardim, interpretando várias canções no ritmo da mazurca e marchinhas do Coco de Roda, embalando o público, que entra na roda e levanta poeira no salão do palhoção do povo, onde até as crianças participam da festa, que vai até ao dia 28 desse mês, mantendo a tradição.

Para coroar a primeira noite do São João de Xucuru, a Banda Forró Pegada Top animou o público com muito forró estilizado e ainda aquele forrozinho tradicional, para entrar no clima das festas juninas, contagiando os forrozeiros de plantão no palhoção do povo, que ficou pequeno para o público, que marcou presença, superando as expectativas da organização do evento. 

Recepcionados pelo Vereador Claudemir, anfitrião da festa, o atual prefeito de Belo Jardim Hélio dos Terrenos, a Primeira-Dama Sandra, Alex Santos filho do casal, além de secretários municipais, estiveram presentes ao lado do Vereador Zé Pereira, que além de dançar o Coco de Roda, ainda cantou uns versos no ritmo cultural. A segurança do evento teve o apoio e o reforço do efetivo do 15º Batalhão de Polícia Militar de Belo Jardim, completando a equipe que já atua no distrito, nos fins de semana, normalmente. Até dia 28 tem muita diversão no São João da tradição, em Xucuru.










Fotografias: Blog de Xucuru Imagens

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More