VOCÊ FAZ O SUCESSO

VOCÊ FAZ O SUCESSO

WEB RÁDIO - NOVA XUCURU - ACESSE: www.novaxucuru.com

PROGRAMAÇÃO 24H ONLINE, DIVULGUE.

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

TIROTEIO EM ESCOLA NOS EUA DEIXA DOIS MORTOS, DIZ A POLÍCIA

Com informações da Agência Estado -

Duas pessoas foram mortas em um tiroteio na escola secundária Marysville Pilchuck High School, na cidade americana de Marysville, informaram policiais nesta sexta-feira. Além do estudante que acreditam ser o atirador, outra pessoa morreu. Um policial afirmou que o estudante não resistiu a ferimentos provocados por ele mesmo. A polícia não informou detalhes sobre a segunda morte.

Quatro estudantes foram levados para o centro médico Providence Everett, de acordo com a porta-voz do hospital, Heidi Amrine. Três estavam em condições "muito críticas". Não ficou imediatamente claro se a pessoa que morreu estava entre eles. O Harborview Medical Center, em Seatle, informou que recebeu um jovem de 14 anos em graves condições de saúde.

O tiroteio começou na cafeteria da escola. A porta-voz do Federal Bureau of Investigation (FBI), Ayn Dietrich, disse que a agência já conta com profissionais na escola para ajudar as autoridades nas investigações.

DILMA E AÉCIO TÊM PROPOSTAS SIMILARES PARA O NORDESTE

Com informações do Blog de Jamildo -

Em que se pese a diferente penetração no eleitorado nordestino, a presidente Dilma Rousseff (PT) e o senador Aécio Neves (PSDB) têm propostas similares para o Nordeste brasileiro, região que concentra mais de 38 milhões de eleitores e que pode ser decisiva para o resultado das eleições do próximo domingo (28).

Uma das principais obras da região, a Transposição do Rio São Francisco é prometida tanto pelo PT, quanto pelo PSDB. Em meio ao acirramento do segundo turno, o empreendimento ganhou espaço nos guias eleitorais de Dilma e Aécio nas últimas três semanas. A obra prevê a construção de dois canais de 477 quilômetros

O pivô do debate foi o início dos testes no sistema de bombeamento do empreendimento, iniciados dias antes do segundo turno, que foram apresentados pelo PT como a prova de que a obra está saíndo do papel. Na oposição, o PSDB acusa a Transposição de estar parada e de ter estourado o prazo de conclusão e a previsão de custo.

Numa região marcada por um perímetro de mais de 950 mil quilômetros quadrados de semiárido, não é de se estranhar que os projetos de segurança hídrica sejam priorizados. Além da construção de adutoras e ramais em diversos estados, Dilma e Aécio também prometem ampliar o número de poços e cisternas à disposição da população local; que a petista pretende fazer a partir do Programa Água para Todos.

Na área de infraestrutura, os dois candidatos prometem investir no setor ferroviário e concluir a Transnordestina e a Ferrovia Oeste-Leste. O tucano quer dar prioridade a parcerias público-privadas (PPPs).

Tanto Aécio, quanto Dilma também prometem ampliar e fortalecer o programa Bolsa Família, que atinge até sete milhões de pessoas na região, embora tenham visões diferentes para o programa. O PT quer que ele siga no modelo atual, prometendo ampliá-lo a partir da melhora do sistema de busca ativa dos possíveis beneficiários.

Já o PSDB quer transformá-lo no Programa Família Brasileira, que classificaria o benefício em cinco níveis progressivos. Durante a campanha, boatos de que Aécio poderia acabar com o programa foram disseminados na região, o que o levou a prometer transformar o Bolsa Família numa política de Estado.

Outro ponto polêmico na campanha, o Programa Mais Médicos também é defendido por ambos os candidatos que prometem ampliá-lo. Hoje, o Mais Médicos atende 3.700 municípios em todo o País. Foram contratados 14.400 médicos para atuar no programa. Desses, 80% são de origem cubana.

Enquanto Aécio fala em melhorar as condições de trabalho no Sistema Único de Saúde (SUS) e “regular o acesso de estrangeiros ao mercado nacional”, Dilma promete criar o Mais Especialidades para ampliar o atendimento que hoje é restrito à saúde básica.

IMPORTÂNCIA – No primeiro turno, Dilma venceu em oito dos nove estados do País, perdendo apenas em Pernambuco, onde a ex-senadora Marina Silva (PSB) foi a mais votada por contar com o apoio da família e aliados do ex-governador Eduardo Campos, falecido em agosto.

Na região, a petista abriu 12,2 milhões de votos de vantagem em relação ao candidato tucano, o que foi fundamental para neutralizar a liderança de Aécio no Sudeste do País, que concentra os maiores colégios eleitorais. Na primeira votação, a diferença de voto entre os dois candidatos foi de 8,3 milhões.

Para tentar compensar a desvantagem no Nordeste, Aécio foi o único candidato a lançar uma lista de propostas exclusivas para o Nordeste. O plano é chamado de “Nordeste Forte” e promete, até o final do mandato, elevar a renda per capita mínima dos nordestinos para US$ 1,25 diário.

“Se eu puder escolher uma marca pela qual gostaria de ser lembrado, daqui a quatro anos, encerrando meu mandato, eu quero ser lembrado como o melhor presidente que o Nordeste já teve”, disse Aécio, em Campina Grande, na Paraíba.

“Eles que têm uma visão afastada do Brasil não sabem que esse povo é trabalhador, que paga seus impostos”, afirmou Dilma em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. “Hoje aqui no nordeste tem cisternas. Tem casa pra morar. Tem garantia da continuidade do Bolsa Família”, lembrou.

SENAI ABRIRÁ 458 VAGAS EM PERNAMBUCO PARA CURSOS TÉCNICOS GRATUITOS

Com informações do G1 PE -

No dia 28 de outubro, o Senai abrirá as inscrições para 458 vagas em cursos técnicos gratuitos nas escolas do bairro de Água Fria, no Recife, Paulista, Petrolina, no Sertão de Pernambuco, e Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste. Os interessados têm até 9 de novembro para tentarem uma vaga nos cursos em edificação, produção de moda, eletrotécnica, administração, eletromecânica, vestuário e segurança do trabalho. As inscrições serão feitas exclusivamente nos sites do Senai-PE ou do MRVC, responsável pelo processo seletivo.

A taxa de inscrição é de R$ 20. Para concorrer às vagas dos turnos da manhã e tarde, o estudante deve ter entre 16 e 22 anos e estar matriculado no 2º ou 3º ano do Ensino Médio e comprovar baixa renda. Para o turno da noite é necessário ter o Ensino Médio concluído ou em conclusão até a data da matrícula.

As provas serão realizadas no dia 14 de novembro, com 20 questões de matemática e 20 de português. Os resultados serão divulgados em 23 de dezembro. As aulas da primeira entrada começarão em 2 de fevereiro de 2015, enquanto as de segunda entrada terão início em 20 de julho.

PERNAMBUCANOS DEVEM LEVAR 18 SEGUNDOS PARA VOTAR

Com informações do LeiaJá -

Os eleitores vão às urnas, no próximo domingo (26), para definir quem será o novo presidente da República. Dessa vez  o tempo de votação será muito reduzido, pois os novos deputados, senadores e alguns governadores já foram eleitos. Em Pernambuco, o segundo turno destina-se apenas a escolha do novo gestor do país e de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral, o tempo estimado para a votação não deve ultrapassar os 18 segundos na maioria das cidades do estado. Já nos 47 municípios que utilizaram a biometria, o tempo será elevado em 24, contabilizando 42 segundos.  

No primeiro turno, com cinco categorias de votos, a população levou, em média, 61 segundos para eleger os novos governantes através das urnas tradicionais e 85 segundos utilizando o método biométrico. Segundo o TSE, o tempo é medido a partir do primeiro contato do eleitor com o mesário, até o último voto na urna eletrônica.

Nos estados onde haverá segundo turno para governador, o tempo de votação deve chegar a 29 segundos, na tradicional,  e 53 segundos na urna biométrica. 

PRESIDENCIÁVEIS PARTICIPAM DE ÚLTIMO DEBATE NESTA SEXTA-FEIRA

Com informações da Agência Estado -

Os presidenciáveis Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) se enfrentam na noite desta sexta-feira no último debate do segundo turno, promovido pela TV Globo. O debate está previsto para começar às 22h11, com duração prevista de uma hora e 50 minutos, e será mediado pelo jornalista William Bonner.

Dos quatro blocos do debate, Dilma e Aécio se enfrentarão diretamente em dois - no primeiro e no terceiro -, com perguntas de tema livre. No segundo e no quarto bloco, as perguntas serão feitas por eleitores indecisos. O debate terminará com as considerações finais dos candidatos.

Os indecisos serão selecionados em todos os Estados pelo instituto Ibope. Cada eleitor indeciso vai elaborar previamente perguntas com temas de interesse nacional. As oito perguntas mais bem formuladas serão selecionadas pela Globo. O cenário do debate será uma arena, com o objetivo de facilitar a movimentação dos candidatos, e os eleitores indecisos estarão sentados em volta dos presidenciáveis.

PESQUISA DO SENSUS PARA A "ISTOÉ" DÁ VITÓRIA A AÉCIO NEVES

Com informações do Blog de Inaldo Sampaio -

Uma nova pesquisa do instituto mineiro Sensus, encomendada pela revista “IstoÉ” e divulgada nesta sexta-feira (24), aponta o candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, com 9 pontos percentuais à frente da presidente Dilma Rousseff (PT).

De acordo com a pesquisa, o tucano tem 54,6% das intenções de votos válidos, ante 45,4% da petista.

A pesquisa revela também que 11,9% dos eleitores estão indecisos e que se forem considerados os votos totais, Aécio tem 48,1% e Dilma, 40%.

O instituto Sensus avaliou também o índice de rejeição dos dois candidatos. Segundo ele, 44,2% dos eleitores rejeitam Dilma, ao passo que 33,7% rejeitam Aécio.

O Sensus entrevistou 2 mil eleitores de 136 municípios em 24 Estados entre os dias 21 e 24 de outubro. A pesquisa tem margem de erro de 2,2 pontos porcentuais, para mais ou para menos.

GUIA ELEITORAL NO RÁDIO E NA TELEVISÃO TERMINAM NESTA SEXTA-FEIRA

Com Informações da Agência Brasil -

A dois dias do segundo turno das eleições, termina nesta sexta-feira (24) a propaganda eleitoral gratuita veiculada no rádio e na televisão. Também é a data limite para a divulgação paga de propaganda eleitoral na imprensa escrita e para a realização de debates. Nesse último caso, a transmissão não deve ultrapassar a meia-noite. É nesta sexta-feira o último dia para que os presidentes das mesas comuniquem à Justiça Eleitoral que não receberam o material destinado à votação de domingo (26).

Carro de alto-falante ou amplificadores de som para divulgação de propaganda está permitido até sábado (25), véspera da votação, entre as 8h e as 22h. A distribuição de material gráfico, a realização de caminhadas, passeatas e carreatas, além da divulgação de jingles ou mensagens dos candidatos podem ser feitas também até as 22h.

No segundo turno das eleições, neste domingo (26), cerca de 143 milhões de eleitores estão aptos a votar para presidente da República e governadores de 13 estados e do Distrito Federal. Apesar do horário de verão nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, a votação será feita das 8h às 17h, obedecendo o horário local.

Com o horário de verão, o Acre passou a ter três horas a menos em relação ao horário de Brasília. Por isso, a divulgação dos números das eleições para presidente da República começará às 20h (de Brasília). Os resultados para governador nos 13 estados e no DF serão conhecidos logo após o encerramento da votação.

NÃO DEU SORTE A JUNÇÃO DO PSB COM O PSDB

Com informações do Blog de Inaldo Sampaio -

As pesquisas do Ibope e Datafolha divulgadas ontem, mostrando Dilma à frente de Aécio, pela primeira vez neste segundo turno, acima da margem de erro, sepultaram as esperanças da Frente Popular de alinhar o governo Paulo Câmara com o Palácio Planalto. Até outubro de 2013, como se lembra, esse alinhamento foi benéfico para o Governo do Estado. 

Por ter sido aliado de Lula em cinco campanhas presidenciais, o PSB conseguiu o que quis com Lula e Dilma por meio do governador Eduardo Campos. A partir de janeiro, porém, caso se confirme a vitória da petista, o tratamento de “pai para filho” será coisa do passado. Ela não vai, obviamente, retaliar o Estado por causa da posição política do governador, mas a relação será meramente institucional. Paulo Câmara sabia que pagaria um preço se Dilma ganhasse a eleição. Mas não teve receio de aliar-se ao PSDB, que nunca havia marchado com o PSB numa campanha presidencial.

É o voto da gratidão

De passagem ontem pelo Recife, o vereador (em Triunfo) e ex-presidente da UVP, João Batista Rodrigues (PTB), disse ter uma explicação para o amplo favoritismo de Dilma (PT) na região Nordeste (70% x 30% de Aécio, segundo o Datafolha): o “voto da gratidão”. Segundo ele, a maioria dos nordestinos vai votar em Dilma não apenas pela Bolsa Família, mas pelo conjunto de ações que os governos dela e de Lula fizeram na região, “onde não se morre mais de fome”.

Futurologia – Confirmando-se a derrota de Aécio no próximo domingo, a Frente Popular entrará em 2014 com três candidatos à prefeitura do Recife: Geraldo Júlio (PSB), Daniel Coelho (PSDB) e Priscila Krause (DEM). O PT, favorecido pela eventual vitória de Dilma, tentará reconquistá-la com o senador Humberto Costa ou mesmo com o deputado derrotado João Paulo.

Gratidão – Em caso de vitória de Dilma, ela será eternamente grata a Marília Arraes (PSB), única pessoa da família de Eduardo Campos que se negou a apoiar Aécio Neves (PSDB).

Playboy – Para contrapor-se à imagem de “playboy”, com que o PT tentou carimbá-lo, Aécio passou a viajar o Brasil em companhia da filha, Gabriela, para mostrar que também tem família.

Cardápio – De Lula, 4ª passada, num comício em Campo Grande (MS): “Pobre, depois do meu governo, deixou de comer pescoço de galinha. Agora só compra peito, coxa e sobrecoxa”.

2º turno – O PT vai garantir no próximo domingo mais um governo estadual para o partido: o do Ceará. Graças à força dos irmãos Ciro e Cid Gomes, que se filiaram ao PROS após sair do PSB rompidos com Eduardo Campos, será eleito o deputado estadual Camilo Santana.

Paixão – O advogado Antônio Campos agradece aos membros do PSB que andaram cogitando o nome dele para disputar a prefeitura de Olinda em 2016, mas diz que não tem interesse nesse projeto. Sempre participou da política, secundariamente. Mas sua grande paixão é a literatura.

Perfil – Coordenador da campanha de Paulo Câmara (PSB) no Pajeú, o ex-prefeito de Itapetim, Adelmo Moura (PSB), declarou no Recife que ele deixou “ótima impressão” perante os sertanejos por duas coisas: “humildade e simplicidade”. Já o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB) registrou numa entrevista o fato de o governador eleito ser “bom caráter” e uma pessoa oriunda da classe média.

Ministro – Tivesse o PTB apoiado Dilma, o senador Armando Monteiro (PE) seria um forte candidato ao Ministério do Desenvolvimento Econômico, em caso de vitória dela no próximo domingo. Como o partido não está na coligação que apoia a atual presidente, o senador pernambucano pode até fazer parte do próximo governo, mas na “quota pessoal” dela, e não do partido.

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

TREZE ESTADOS E O DISTRITO FEDERAL ADOTAM LEI SECA NO SEGUNDO TURNO

Com informações da Agência Brasil -

Como não há lei nacional proibindo a venda de bebidas alcoólicas, a decisão fica a critério da Secretaria de Segurança Pública de cada estado. Em três estados, a proibição da venda de bebidas começa sábado (25): no Maranhão, a partir das 18h, no Amapá, às 20h e, no Amazonas, às 22h.

No Distrito Federal e nos estados de Mato Grosso do Sul, Roraima, Alagoas, do Pará, Piauí e Ceará, a proibição começa a valer no início da madrugada de domingo. Em Minas Gerais, no Paraná e no Rio Grande do Norte, a restrição será a partir das 6h de domingo.

No Acre, a assessoria da Secretaria de Segurança Pública não soube informar o horário de início da proibição.

Nos estados do Rio Grande do Sul, Espírito Santo, de Santa Catarina, Pernambuco, Goiás e Mato Grosso, a venda de bebidas no dia de votação será livre. Já em Rondônia e no Tocantins, haverá restrição em algumas zonas eleitorais, mas não em todo o estado.

Os governos do Rio de Janeiro, de São Paulo, da Paraíba e Bahia ainda não decidiram se será proibida a venda de bebida alcoólica no dia da eleição.

SENADOR HUMBERTO COSTA (PT-PE) PEDE QUE TRE GARANTA TRANSPORTE DE ELEITORES

Com informações do LeiaJá -

O senador Humberto Costa (PT), coordenador da campanha de Dilma Rousseff em Pernambuco, pediu nesta quinta-feira (23), que a Justiça Eleitoral garanta o transporte dos eleitores que moram em áreas rurais de Pernambuco para o segundo turno das eleições deste ano, que será realizado no próximo domingo (26). 

“Sabemos que a população Zona Rural está maciçamente com Dilma. Já falamos com o Tribunal Regional Eleitoral e com o Tribunal Super Eleitoral e nós vamos acompanhar até domingo. Isto (possibilidade de não ter transporte), inclusive, caracteriza a tentativa de influenciar no resultado da eleição”, afirmou Humberto.

O petista também comentou as acuações disparadas pelo prefeito do Recife de que o Governo Federal não estaria repassando as verbas para Pernambuco. 

“Alguém que trouxe para cá uma refinaria, dois estaleiros, a fábrica da Fiat, a Hemobrás, que concluiu a duplicação de três rodovias federais, está começando a botar pra funcionar a Transposição do São Francisco, que está fazendo a Transnordestina deu às costas a quem? Ao povo de Pernambuco é que não foi. Se o prefeito está fazendo este discurso é sintomático o desespero, mas o voto de Pernambuco não tem dono”, explicou o senador.

Humberto ainda afirmou que Dilma pretende dar continuidade as parcerias entre o Governo Federal e Pernambuco. 

HORÁRIO DE VERÃO ATRASARÁ RESULTADO DA ELEIÇÃO PRESIDENCIAL

Com informações do G1 -

A diferença de fuso horário entre Brasília e o estado do Acre e a implantação do horário de verão irão atrasar em cerca de meia hora a divulgação do nome do novo presidente da República na eleição deste domingo (26). Apesar de o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) estimar que a apuração se encerrará por volta das 19h30, o resultado final só será divulgado após as 20h, quando terminar a votação no território acreano.

A assessoria de imprensa do TSE informou que nenhum dos ministros da Corte eleitoral terá acesso ao resultado da eleição presidencial antes da divulgação oficial. Ainda de acordo com os assessores, apenas as equipes de informática do tribunal e dos tribunais regionais eleitorais, responsáveis por monitorar a apuração dos votos, terão acesso antecipado ao nome do vencedor da disputa presidencial.

O Acre tem um fuso com duas horas de diferença a menos em relação ao horário de Brasília. Além disso, devido ao horário de verão, a diferença aumentou provisoriamente para três horas.

Em todo o país, os locais de votação ficarão abertos até as 17h (no horário local). Desta forma, quando os eleitores do Acre acabarem de votar, já serão 20h nos estados que seguem o horário de Brasília.

No primeiro turno das eleições, realizado em 5 de outubro, o horário de verão ainda não estava em vigor. Por isso, naquela ocasião, os resultados das urnas começaram a ser divulgados a partir das 19h.

Devido à informatização do processo eleitoral, às 19h56 do dia 5, o TSE já havia apurado 91% das urnas do país e tinha confirmado, matematicamente, que Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) iriam disputar o segundo turno.

Nas 13 unidades da federação onde haverá segundo turno para governador (Acre, Amapá, Amazonas, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia e Roraima), o resultado da apuração das urnas começará a ser divulgado logo após o término da eleição, às 17h, no horário local.

DATAFOLHA E IBOPE: DILMA DISPARA SOBRE AÉCIO

Com informações do BR247 -

Pesquisas que acabam de ser divulgadas pelos maiores institutos apontam candidata do PT à reeleição à frente do postulante do PSDB além da margem de erro pela primeira vez no segundo turno; na Datafolha, Dilma Rousseff marca 53% dos votos válidos, contra 47% para Aécio Neves, uma vantagem de seis pontos; Ibope tem placar de 54% a 46%, diferença de oito pontos; PT avança na reta final e desestabiliza tucanos

Levantamentos divulgados pelos institutos Datafolha e Ibope na tarde desta quinta-feira 23 apontam vantagem de seis e oito pontos da presidente Dilma Rousseff, respectivamente, em relação ao candidato do PSDB, Aécio Neves.

No Datafolha, ela atinge 53% das intenções dos votos válidos, contra 47% do tucano. Em comparação com a última pesquisa, Dilma cresceu um ponto, enquanto Aécio perdeu um.

Em votos totais, Dilma registrou 48%, enquanto Aécio atingiu 42%. Brancos e nulos representam 5% dos entrevistados. Outros 5% disseram não saber em quem votar.

No Ibope, a presidente cresceu seis pontos em relação à última mostra, da semana passada, e registrou 54% dos votos válidos, ante 46% do adversário.

Considerando os votos totais, Dilma registrou 49%, contra 41% de Aécio. Segundo a pesquisa, os indecisos são 3% e 7% responderam que vão votar nulo ou em branco no próximo domingo 26.

Com essa diferença, nos dois levantamentos, a candidata à reeleição pelo PT passa a liderar a disputa à Presidência da República isoladamente, pela primeira vez no segundo turno.

DEBATE SOBRE ELEIÇÕES NAS REDES SOCIAIS ABALA AMIZADES

Com informações da Agência Brasil -

O intenso uso das redes sociais para expressar apoio político nestas eleições e o acirramento das tensões devido à proximidade do segundo turno, marcado para o próximo domingo (26), têm afetado amizades e relações familiares. Uma usuária do Twitter resumiu a situação em um post que lhe rendeu mais de 17 mil curtidas: "gente, quem perdeu família ou amigos por causa dessa eleição vamos combinar de passar o Natal juntos".

Pesquisa Datafolha divulgada na última quarta-feira (22) mostrou aumento no índice de pessoas que disseram ter interesse nas eleições. Dos 4.355 entrevistados, 50% responderam que têm interesse no pleito. No fim de agosto, essa porcentagem era 39%. Esse crescimento também influencia no aumento da circulação de vídeos, textos e até mesmo ofensas nas redes sociais.

A gerente de comunicação digital Glaucimara Silva deixou de seguir e de visualizar publicações de várias amigos no Facebook. Em casos mais graves, em que houve preconceito ou discurso de ódio, ela desfez a amizade na rede social. "As pessoas se revelam muito nesse momento", diz. Ela acredita que, por estarem protegidas por um computador, "as pessoas se sentem mais à vontade para falar coisas que não falariam cara a cara".

Apesar de a maior parte das amizades desfeitas serem de amigos apenas de Facebook, Glaucimara chegou a se afastar de uma amizade na vida real. "Um amigo muito próximo parou totalmente de conversar comigo porque considerou que temos uma visão política muito diferente e por isso não temos mais nada em comum", conta.

A assessora de imprensa Juliana Carvalho decidiu encerrar as contas nas redes sociais até o fim das eleições. "Estava virando um ringue para mim, eu via as pessoas extremamente irritadas e xingando umas às outras."

Para o sociólogo e pesquisador da Universidade de Brasília (UnB) Marcello Barra, a proporção a que chegaram as discussão nas redes sociais nestas eleições é algo inédito. "No grau que assume é realmente uma coisa que aparentemente é inedita e tem correlação imediata com a disputa [eleitoral], uma disputa muito acirrada."

Ele explica que as redes apresentam um grau de politização muito mais avançado diante de outros meios de comunicação, como a televisão ou o rádio. "Permitem não só a expressão de vários assuntos que vão além da política, como a política é tratada muito intensamente, discutida numa base diária. Isso é muito relevante para a democracia", destaca.

O mestre em direito pela UnB e ciberativista Paulo Rená também considera a discussão nas redes positiva, mas alerta para o discurso de ódio e para os crimes cometidos pelos usuários que, muitas vezes, saem ilesos a comentários racistas ou de preconceito regional.

"Acho importante que as pessoas entendam que não é porque estão na internet que o discurso de ódio está liberado. E isso não é nenhuma restrição à liberdade de expressão", diz. "Aquelas condutas inadequadas e eventualmente criminosas que eram feitas em ambientes privados, que eram feitas dentro de casa, agora passam a ocorrer também em ambientes públicos. Não tem nenhuma restrição para que esse comportamento inadequado seja punido aconteça ele na internet ou em qualquer lugar."

Rená orienta aqueles que se sentirem agredidos a, dependendo do nível da ofensa, procurarem uma delegacia de polícia e registrarem boletim de ocorrência ou recorrerem à Justiça. O Ministério Público também pode atuar no combate a discursos preconceituosos a determinados grupos.

TOYOTA VIRA COM PROFESSORES NA ZONA RURAL DE BREJO DA MADRE DE DEUS

Com informações do Estação Notícias -

Uma Toyota cabine dupla que transporta professores para a zona rural do Brejo da Madre de Deus, virou no início da tarde desta quarta-feira (22). De acordo com informações de Terezinha Dias, professora que leciona na zona brejeira, era por volta das 12h30min quando o acidente aconteceu.

O veículo era conduzido por Antonildo, eles estavam a caminho do sítio Preguiça para pegar outra professora que passou a manhã dando aula, quando a Toyota virou em uma curva em uma decida no sítio São Francisco. Além do motorista pelo menos duas professoras e outro cidadão estavam dentro do veículo, ninguém ficou ferido gravemente. Não se tem informações precisas sobre o que ocasionou o acidente.

Para a professora Terezinha, Deus livrou de algo pior, se referindo à situação em que o veículo parou na ladeira.

“Apesar do susto estamos todos bem, não tivemos machucados, estamos apenas doloridos. Eu não tenho dúvidas de que foi um grande livramento de Deus esse carro não ter capotado, foi Deus que parou e nos livrou do mal maior, livramento puro”, disse Tererinha.

Vários moradores da região compareceram ao local do acidente para prestar socorro às vítimas e também organizar a retirada da Toyota e desobstruir a estrada.

SÃO PAULO EMPATA COM O CHAPECOENSE E PERDE A CHANCE DE REDUZIR VANTAGEM DO CRUZEIRO

Com informações do Globoesporte.com -

A história se repetiu novamente. O Cruzeiro tropeçou, e o São Paulo não aproveitou. Depois de a Raposa ter ficado no empate por 1 a 1 com o Palmeiras, o Tricolor entrou em campo sabendo que, se vencesse, diminuiria para cinco pontos a distância para o primeiro colocado. No entanto, após mostrar um futebol razoável apenas no segundo tempo, a equipe não passou do 0 a 0 com a Chapecoense, que foi amplamente superior na etapa inicial. No final, as duas equipes deixaram o campo lamentando o resultado.

Isso porque se o Tricolor seguiu a sete pontos do líder do campeonato (60 a 53), o time catarinense continuou próximo da zona de rebaixamento. Com 35 pontos, a equipe do técnico Jorginho tem quatro de vantagem sobre o Vitória, que abre o Z-4.

Os dois times voltarão a campo na próxima rodada em dias diferentes. No sábado, a Chapecoense atua de novo como mandante, desta vez contra o Santos, em duelo programado para 18h30. Na segunda-feira, será a vez do Tricolor jogar contra o Goiás, no estádio do Morumbi, a partir das 20h30. Os jogos são válidos pela 31ª rodada.

Um tempo para cada time
Nos 45 minutos iniciais, somente um time jogou. Como faz normalmente em casa, a Chapecoense se impôs com marcação forte e saída rápida pelas pontas. Dificultou a vida do São Paulo. Kaká e Ganso não foram notados. O time mandante utilizou muito o apoio dos laterais Fabiano e Rodrigo Biro e teve em Tiago Luís sua peça mais inspirada. Foi dele a principal oportunidade desperdiçada, aos 42, cara a cara com Rogério Ceni. O Tricolor não criou nada e limitou-se a dois chutes de Denilson, que não deram trabalho a Danilo.

Irritado com o desempenho da equipe, Muricy mexeu no intervalo, sacando Ewandro para colocar Osvaldo. 

O São Paulo cresceu, teve duas boas chances, com Osvaldo e Denilson, mas o gol não saiu. Aos 30, Paulo Miranda foi expulso acertadamente e a Chapecoense, que passou a atuar com três atacantes, voltou a crescer. Com um homem a mais, os donos da casa subiram a marcação, pressionaram, mas poucro criaram. No fim, a igualdade sem gols frustrou os torcedores que compareceram em grande número à Arena Condá.

BRASILEIRÃO 2014: SPORT VACILA NO FINAL E PERDE POR 1 A 0 PARA O GOIÁS

Com informações da Folha PE -

A fase é, realmente, complicada. O Sport não consegue voltar a vencer na Série A. Diante do Goiás, na Ilha do Retiro, completou o sétimo jogo sem triunfo consecutivo na competição. Perdeu para o time do Centro-Oeste e ouviu muitos protestos da torcida. O principal alvo foi o técnico Eduardo Baptista, chamado insistentemente de burro.

O Sport começou melhor. Com movimentação dos homens da frente, empilhou boas chances no início. No primeiro minuto, Diego Souza lançou Felipe Azevedo, que ganhou na corrida e cruzou. Ibson desperdiçou. Aos três, a bola caiu nos pés de Diego Souza, sozinho, dentro da área. O chute, contudo, saiu fraco, nas mãos do goleiro Renan.

A defesa do Goiás não encaixava com o ataque do Sport. E o setor ofensivo dos esmeraldinos também não oferecia grandes riscos: a melhor articulação foi aos quatro. Mas Esquerdinha passou da bola e não finalizou.

Enquanto isso, o Leão seguia melhor. Aos 23, Ibson concluiu mal outra chance. O lance foi uma espécie de divisor do primeiro tempo. A partir dali, o Goiás melhorou a marcação, fechou os espaços e conseguiu diminuir o ímpeto ofensivo do Rubro-Negro. Aos 28, Diego Souza cobrou uma falta na trave. Depois, o Sport só conseguiu chegar ao gol do adversário aos 44 minutos. Mas Ibson, de novo, perdeu chance clara.

A expectativa da torcida era que o time continuasse melhor na volta do intervalo. Não foi o que acontece: o Goiás tomou a iniciativa do jogo e criou mais oportunidades, a maioria explorando o lado esquerdo do Rubro-Negro.

Aos 3, Esquerdinha invadiu a área do Sport, mas chutou por cima do gol. Dois minutos depois, o cruzamento de Lima passou por todo mundo, assustou Magrão, mas saiu pelo lado. Aos 6, Ibson respondeu para o Rubro-Negro, mas – de novo - finalizou fraco e irritou a torcida.

Pouco depois, quem irritou a torcida foi o técnico Eduardo Baptista, que tirou Felipe Azevedo, bem, para colocar Érico Júnior. Sacou, ainda, Ibson e colocou Neto Baiano. As alterações não fizeram o time melhorar.

O time até conseguiu ter mais presença ofensiva. Não marcou e foi punido por isso. Aos 45, Esquerdinha completou cruzamento e definiu para o Goiás: 1 x 0. Mais uma derrota do Sport na Série A.

ÚLTIMA CHANCE DE AÉCIO É O DEBATE

Com informações do Blog de Inaldo Sampaio -

O Brasil chega à última semana da campanha presidencial literalmente dividido: 47% dos eleitores propensos a votarem em Dilma, 43% em Aécio Neves e 4% de indecisos, segundo a pesquisa do Datafolha divulgada ontem. No primeiro turno da eleição, ensaiou-se a “onda Marina” logo após a ex-senadora substituir Eduardo Campos na chapa presidencial do PSB. A candidata apareceu numa das pesquisas com 51% dos votos válidos, dando a entender que era a bola da vez. A “onda”, porém, desmanchou-se rápido quando o Brasil passou a conhecer melhor as suas fragilidades. 

Veio em seguida a “onda Aécio” após a chegada do tucano ao 2º turno. Ele também figurou em algumas pesquisas com mais de 50% dos votos válidos. Agora desponta a “onda Dilma” malgrado 75% dos eleitores terem confessado, lá atrás, que queriam um “governo de mudanças”. Aécio ainda tem uma chance de virar o jogo: o debate da Globo de amanhã à noite.

A mudança não desejada

Aécio cometeu um erro grave ao anunciar que Armínio Fraga, ex-presidente do BC no governo FHC, seria seu ministro da fazenda. O “mercado” gostou da escolha. Mas a média dos eleitores, não. Isso ficou claro após Dilma ter explorado na TV declarações de Armínio dizendo que o salário mínimo no país está alto demais e que é necessário tirar dos bancos públicos algumas de suas atribuições. É como se o eleitor dissesse o seguinte: “A gente quer mudar, mas não por aí”.

Time – O governador eleito Paulo Câmara (PSB) não terá muitas caras novas no 1º escalão, que será formado por pessoas que já trabalharam no governo Eduardo Campos, com raras exceções. Antônio Figueira, Renato Thiebaut e José Neto são nomes certos para o time. Já Danilo Cabral, Tadeu Alencar e Felipe Carreras (PSB) também são opções, mas preferem a Câmara Federal.

Sertão – O escritor, pesquisador e folclorista Zelito Nunes (UFRPE) lançará amanhã no Clube Alemão, a partir do meio dia, o seu mais recente trabalho, intitulado: “No sertão onde eu vivia”.

Tradição – Desde que passou a PEC da reeleição (1997), nenhum governador do RS conseguiu ser reeleito e Tarso Genro (PT) não será exceção à regra. Vai perder para Ivo Sartori (PMDB).

Vitória – Surubim fez majoritários na cidade, tanto para a Alepe como para a Câmara Federal, dois filhos da terra (do PSB): Danilo Cabral (12.202) e Nilton Mota (8.170), respectivamente.

Vácuo 1 – Único irmão de Eduardo Campos, o advogado Antônio Campos já tem o nome cogitado no PSB para disputar a prefeitura de Olinda em 2016. Não se sabe se tem interesse. Mas se tiver a chance é grande, sobretudo por ter levado para lá a Fliporto, da qual é curador.

Vácuo 2 – Com a morte de Eduardo Campos, os grandes líderes políticos do Nordeste passaram a ser Jaques Wagner (PT) e Cid Gomes (PROS). O primeiro fez o sucessor na Bahia (Rui Costa) e o segundo deverá fazer também no Ceará (Camilo Mendonça), de acordo com as pesquisas.

Adeus – Remanescente do velho PTB (fase pré-64), o gaúcho Cibilis Viana morreu ontem no RJ aos 94 anos de idade. Foi chefe de gabinete de Brizola nos governos do RS e do RJ, um dos líderes da “cadeia da legalidade” que lutou pela posse de Jango em 61, após a renúncia de Jânio Quadros, e um dos fundadores do PDT junto com os pernambucanos Lamartine Távora e José Carlos Guerra.

Núcleo – Caso seja eleito presidente, Aécio garante que o “núcleo do governo” será formado pelo PSDB, PSB, PP e o “lado bom” do PMDB. Bobagem do candidato tucano porque quem controla o PMDB é Sarney, Renan Calheiros, Romero Jucá, Henrique Alves, Eduardo Cunha, Moreira Franco e outras figuras carimbadas da política. E sem o apoio desse partido não se governa o Brasil.

VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER, FOI TEMA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA EM BELO JARDIM – PE

Com informações do Jardim do Agreste -

A Câmara Municipal de Belo Jardim – PE, realizou na última terça (21) uma Audiência Pública solicitada pela Vereadora Patrícia Maciel com a temática:“ Estudo de Gênero e Enfrentamento de Violência contra a Mulher ”, com o objetivo de consolidar execução de políticas de enfrentamento à violência contra mulheres, no sentido de garantir a prevenção e o combate à violência, a assistência e a garantia de direitos às mulheres.

O evento contou com a participação da palestrante a Dra. Bernardina Araújo Coordenadora do Núcleo de Estudo e Enfrentamento de Violência Contra a Mulher da AEB , das Secretárias a Dra. Ana Paula Alves Secretária de Saúde, a Sra. 

Ana Jatobá Secretária da Mulher, Dra. Elizabete Gomes Secretária de Educação, a Sra. Sorele Marla Secretária de Ação Social, o Sr. José Wilson Maciel Presidente da Autarquia Educacional de Belo Jardim, representantes dos conselhos, escolas da rede municipal e público em geral.









quarta-feira, 22 de outubro de 2014

MAIS DE MIL POLICIAIS MILITARES IRÃO REFORÇAR A SEGURANÇA NO SEGUNDO TURNO EM PERNAMBUCO

Com informações do JC ONLINE PE -

Aproximadamente 370 policiais militares irão partir da quadra de hóquei do Sport Clube Recife, na Ilha do Retiro, Zona Norte da cidade, para o Sertão nesta quinta-feira (23), com o intuito de reforçar a segurança durante o segundo turno das eleições. Na sexta-feira (24), mais 800 policiais irão para o Agreste e Zona da Mata Sul e Norte com o mesmo objetivo.

Neste domingo (26), dia da eleição, 130 policiais irão para as cidades que pertencem à Região Metropolitana do Recife (RMR). Ao todo, 1.300 policiais militares estarão fazendo o reforço nos locais de votações do interior do Estado.

A corporação da Polícia Militar irá manter o mesmo esforço operacional que foi empregado no primeiro turno. Serão utilizados 80% da capacidade operacional para esta eleição. Ao todo, foram utilizados 13.600 policiais, que serão responsáveis pela guarda e custódia das urnas, assim como o policiamento ostensivo nas regiões dos locais de votação no dia do pleito.

LÍDERES DA FRENTE POPULAR DE PE PEDEM VOTO PARA AÉCIO

Com informações do LeiaJá -

Depois da visita de Lula e Dilma em Pernambuco na última terça-feira (21), a militância do PSDB e da Frente Popular não perdeu tempo e realizou um grande em favor da campanha de Aécio Neves a Presidência da República da Praça do Marco Zero, no centro da capital. Líderes partidos aliados a candidatura tucana estiveram presentes, entre eles: o governador eleito do estado, Paulo Câmara (PSB), o prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), o prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Elias Gomes (PSDB), a deputada estadual eleita, Priscila Krause (DEM), e os deputados federais eleitos Daniel Coelho (PSDB) e Betinho Gomes (PSDB).

Ao contrário do que se viu no primeiro turno, as cores azul (representando o PSDB) e o amarelo (do PSB) se misturaram e tomaram conta de todos os espaços da praça. A todo momento os militantes gritavam “Fora Dilma” e “Fora PT”. Os políticos que discursaram lembraram a figura do ex-governador pernambucano Eduardo Campos. Paulo Câmara foi ovacionado quando subiu ao palco improvisado. Ele agradeceu os votos que recebeu no primeiro turno e afirmou que Pernambuco mostrou que quer mudança. “Vamos fazer o que Eduardo pediu: Não Vamos desistir do Brasil. Para isso, vamos votar em Aécio Neves, vamos em frente e vamos votar domingo no 45”, pediu o governador eleito.

“Muda Brasil”, com essas palavras o prefeito do Recife começou o seu discurso para pedir votos para o candidato tucano. Ele afirmou que Aécio representa o sentimento da Frente Popular. Geraldo Julio aproveitou o espaço para criticar o governo petista: “acabou o tempo do governo que acabou com a Petrobras, do governo que não entregou nada que prometeu. Se já tinha que sair antes, depois da campanha suja que fizeram é que tem que sair”. O socialista ainda puxou um grito entre a militância “Tira Dilma de lá”. O prefeito encerrou a fala dizendo “não vamos desistir do Brasil, Aécio 45 presidente”.

O prefeito de Jaboatão destacou os escândalos envolvendo o governo de Dilma Rousseff e disse que “um governante não pode perder a credibilidade”. Ele relembrou programas sociais implantados nos governos tucanos como o PET (programa de erradicação do Trabalho infantil), o Bolsa escola e o vale gás.

O presidente do CREMEPE, Silvio Rodrigues, estava no meio da militância com uma faixa declarando apoio dos médicos pernambucanos a candidatura tucana. “Os médicos de Pernambuco e do Brasil estão fechados com o PSB e a Rede juntos na candidatura de Aécio. Nos quatro anos de governo Dilma houve um fechamento de leitos e falta de investimentos em saúde, principalmente básica”, criticou Silvio.

Entre os militantes, encontramos a aposentado Valdereide Ramos, 76 anos, do Rio de Janeiro. Ela estava visitando o Recife e ficou sabendo o ato pelo Whats app e decidiu participar. “Mesmo não sendo obrigatório, todos os anos eu voto. No dia da eleição eu já vou estar no Rio e vou votar em Aécio Neves. Acho ele mais preparado do que Dilma”, comentou Valdereide.

A servidora pública Tatiane Bernardes, 50 anos, saiu do bairro da Tamarineira para participar do movimento. “Acho o Aécio mais preparado do que a Dilma e eu quero mudar o Brasil. Queremos um país mais honesto, mais correto. Nos doze anos de governo do PT eles fizeram algumas coisas boas, mas no geral, fio muito ruim. Dou nota zero pro governo deles”, criticou.

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More