WEB RÁDIO NOVA XUCURU - AO VIVO - RADIONOVAXUCURU.COM.BR

VOCÊ FAZ O SUCESSO

VOCÊ FAZ O SUCESSO

BAIXE O APLICATIVO RADIOSNET E OUÇA A NOVA XUCURU EM TODO LUGAR; CLIQUE NA FOTO ABAIXO E SAIBA MAIS

sábado, 30 de junho de 2018

França elimina a Argentina na abertura das oitavas de final da Copa 2018

Quem informa é o Folha PE -

Em partida de duas viradas e digna de Copa do Mundo, a França venceu a Argentina por 4x3, neste sábado (30), em Kazan, e garantiu a vaga nas quartas de final da competição, encerrando o sonho do título de Messi e companhia. Com apenas 19 anos, o jovem Kylian Mbappé comandou o ataque francês e bagunçou a defesa argentina. O camisa 10 marcou dois gols e foi o nome do jogo, mostrando muita maturidade em um mata-mata de Copa do Mundo. Antoine Griezmann e Benjamin Pavard fizeram os outros gols franceses, enquanto Ángel Di María, Gabriel Mercado e Kun Aguero marcaram para os sul-americanos.

Aos 19 anos, o atacante Mbappé desequilibrou. O atacante, possível candidato a melhor do mundo em um futuro próximo, contribuiu para tirar a Argentina da Copa do Mundo com uma exibição de velocidade, técnica e finalizações em Kazan. Ele sofreu um pênalti e fez dois gols na vitória da França. Pode ter sido o último jogo da carreira de Lionel Messi no torneio e, se isso acontecer, ele se despedirá do futebol sem conquistar um título com a seleção argentina. 

O único fator em que a Argentina foi superior aos franceses foi na torcida, que só se calou quando o atacante do Paris Saint-Germain, companheiro de Neymar, fez o quarto gol. Antes disso, ela havia ido da ansiedade à depressão pela queda, passando por instantes de euforia quando teve a vantagem no placar.

O esquema de Messi como falso 9 era uma aposta que só não naufragou nos primeiros 45 minutos porque Di María apareceu para salvar. Como todas as ideias de Jorge Sampaoli para a seleção argentina, ele queria dar a maior liberdade possível para seu camisa 10 e sem a obrigação de voltar para defender. Isso cabia a Di María e Pavón. Mas, isolado e bem marcado, o principal jogador da seleção quase não jogou até o intervalo.

A França era organizada e ciente do seu jogo. Tinha a referência na área que faltava ao adversário (Giroud) e dois atacantes pelas pontas que aterrorizavam os argentinos cada vez que partiam com a bola dominada: Griezmann e, principalmente, Mbappé. Foi este último quem conseguiu o pênalti aos 11 minutos, cometido por Marcos Rojo. Depois de ser herói do gol da classificação argentina na fase de grupos, o zagueiro flertou com o papel de vilão ao decidir que era melhor derrubar o francês dentro da área e não fora. Griezmann deslocou Armani e abriu o placar.

A Argentina era dominada porque não havia como furar a retaguarda francesa com o plano de jogo desenhado por Sampaoli. As trocas de passes rápidos com Messi não funcionavam porque ninguém se aproximava do camisa 10. Os lançamentos para Di María e Pavón nas costas dos laterais, nas poucas vezes em que funcionaram, foram inúteis porque não havia ninguém na área para concluir para o gol.

A França estava armada para matar a partida. Com Griezmann e o infernal Mbappé, possuía duas peças para aproveitar a inacreditável decisão do técnico argentino de colocar sua defesa, velha e lenta, adiantada em campo. Pogba achava espaço para lançar. A Argentina precisava de um momento de mágica para voltar ao jogo. Esperava-se de Messi. Veio de Di María. Tal qual havia acontecido em outra partida de oitavas de final da Copa do Mundo, em 2014, ele tirou sua seleção do sufoco com um golaço. Desta vez, em um chute de fora da área no ângulo aos 42.

Pior em campo e dominada na maior parte do tempo, a equipe sul-americana foi para o vestiário com seus milhares de torcedores, ampla maioria em Kazan, cantando. Parecia que, apesar de mais uma vez jogar mal e estar com um esquema tático equivocado, a Argentina renasceria de forma improvável. Sensação que ficou ainda mais forte quando Gabriel Mercado desviou chute de Lionel Messi para fazer o segundo da partida. Sampaoli pulou, alucinado, como se fosse o responsável pela virada.

Messi se abaixou, ajeitou a meia, olhou para a torcida e cerrou os punhos, pedindo pela vibração dela. Foi atendido na hora. Com média de 26 anos, a França tem o segundo time mais jovem do Mundial da Rússia. Em um ambiente hostil e cerca de 25 mil argentinos gritando sem parar, os jogadores poderiam sentir o peso de decidir uma vaga no Mundial. Uma teoria que serviria para psicólogos. Não em campo. O lateral Benjamin Pavard, 22, fez questão de provar isso com um dos mais belos gols da Copa do Mundo, no nível da melhor partida da competição até agora.

Era a hora que a Argentina, como nunca, precisava de Lionel Messi. O camisa 10 manteve o mesmo desempenho apagado dos três jogos anteriores. Tentava criar espaços, mas impotente diante da marcação, não recebia passes. Faltava a oportunidade que sobrou a Mbappé. E o francês fez de Kazan o palco para a maior atuação individual de um jogador no Mundial até agora.

Fez dois gols e se fosse fominha, poderia ter anotado mais um. Bastaria ter dominado a bola e ido para cima da marcação do cansado e lento Mascherano. Apontada como candidata ao título pelo próprio Jorge Sampaoli antes do início da competição, a França teve uma frase de grupos burocrática. Ameaça embalar no momento mais importante e a Argentina foi vítima da velocidade dos europeus.

A imagem que fica de Lionel Messi, um dos maiores jogadores da história do futebol, foi criar uma chance nos minutos finais, chutar fraco nas mãos de Lloris e ficar cinco segundos prostrado em campo, com as mãos na cabeça. A sensação era de mais uma chance desperdiçada. Talvez a última.

Não demorou para Mbappé, o dono do jogo, sair trotando de campo ao ser substituído. Aproveitava os aplausos de pé do público em Kazan para a maior partida da sua carreira. Aguero ainda descontou para a Argentina. Apenas para dar mais um toque de drama ao adeus da seleção que marcou com a desorganização sua passagem pela Rússia.

Ficha do jogo
FRANÇA 4
Lloris; Pavard, Varane, Umtiti e Lucas Hernández; Kanté e Pogba; Mbappe (Thauvin), Griezmann (Fekir) e Matuidi (Tolisso); Giroud.
T.: Didier Deschamps.

ARGENTINA 3
Armani; Mercado, Otamendi, Rojo (Fazio) e Tagliafico; Enzo Pérez (Agüero), Mascherano e Banega; Pavón (Meza), Messi e Di María.
T.: Jorge Sampaoli.

Árbitro: Alireza Faghani (Irã)
Assistentes: Reza Sokhandan e Mohammadreza Mansouri (ambos do Irã)
Cartões Amarelos: Pavard, Giroud (França); Rojo, Tagliafico, Mascherano, Banega e Otamendi (Argentina)
Gols: FRANÇA: Griezmann (pênalti), aos 13min do primeiro tempo, Pavard, aos 12min do segungo tempo, Mbappe, aos 18min e aos 22min do segundo tempo; ARGENTINA: Di María, aos 42min do primeiro tempo, Mercado, aos 3min do segundo tempo, e Agüero, aos 47min do segundo tempo.

Fotografia: Franck Fife/AFP

Em noite de Cavani, Uruguai elimina Portugal e vai às quartas de final da Copa da Rússia

Quem informa é a Agência Brasil -

Em uma partida muito movimentada, o Uruguai venceu Portugal por 2 x 1 em Sochi. Os uruguaios devem a vitória ao atacante Edinson Cavani, que marcou os dois gols do time no jogo e garantiu a Celeste nas quartas de final da Copa do Mundo. Agora, o Uruguai enfrenta a França por uma vaga na semifinal.

Portugal teve uma iniciativa que ainda não havia mostrado no campeonato. Buscou o gol o tempo todo e só não levou a partida para a prorrogação porque a defesa uruguaia mostrou eficiência. O sistema defensivo celeste soube fechar espaços, além de anular Cristiano Ronaldo a maior parte do jogo. Sem ele, bem marcado na frente, os portugueses perderam em criatividade e habilidade.

O jogo
Não precisou muito tempo para que a dupla Suárez e Cavani encontrasse o caminho do gol. Aos 7 minutos, Suárez cruzou para dentro da área. A bola passou pela defesa e encontrou Cavani, que cabeceou livre para o gol, sem chances para o goleiro Rui Patrício.

Portugal buscou mais o jogo e tentava atacar, usando Cristiano Ronaldo como referência. Mas o time europeu não dominava a partida. Os uruguaios também levavam perigo. Aos 22, Suárez cobrou falta e quase ampliou. Foi uma cobrança muito parecida com a do gol marcado contra a Rússia. Chutou uma bola baixa, no canto esquerdo, passando pela barreira. Mas dessa vez, o goleiro conseguiu espalmar.

Segundo tempo
O começo do segundo tempo mostrou um time português mais paciente. E foi aos 7 minutos que, após uma série de troca de passes, Bernardo entrou na área e cruzou rasteiro para o meio. Na finalização, a bola bateu na defesa uruguaia, que cedeu escanteio. E na cobrança, o zagueiro Pepe subiu mais alto que a defesa uruguaia e marcou o gol de empate. Foi o primeiro gol sofrido pelo Uruguai na Copa.

Quando Portugal ameaçava mais na partida, Cavani apareceu novamente, decisivo. Em um ataque rápido, Bentancur tocou para Cavani pelo lado esquerdo do ataque. Da entrada da área, o centroavante pegou de primeira, uma bola em curva, que tirou completamente as chances de Rui Patrício fazer a defesa. A Celeste voltava à frente no placar.

Portugal continuou pressionando. Aos 24 minutos, após cruzamento na área, o goleiro Muslera saiu mal do gol e a bola sobrou para Bernardo. O português emendou um voleio com o gol vazio, mas a bola subiu demais. Em seguida, Cavani pediu para ser substituído. Ele saiu de campo alegando uma lesão muscular. O Uruguai perdia sua principal arma ofensiva no jogo.

Portugal foi para cima do adversário, enquanto os uruguaios se fechavam na defesa e marcavam Cristiano Ronaldo muito bem. O camisa 7 português precisava voltar até o meio-campo para conseguir participar do jogo. Os lusitanos buscavam algum espaço para furar a defesa e tocavam a bola de um lado para o outro, sem conseguir ameaçar o gol de Muslera. Sem espaços por baixo, o time português apostava nos cruzamentos na área, sem sucesso.

No último lance do jogo, até o goleiro português foi para a área adversária para tentar o gol em uma cobrança de escanteio. Mas não adiantou.

O fim da partida marcou a saída de Portugal da Copa do Mundo. Do outro lado, festa uruguaia em Sochi.

Fotografia: REUTERS/Murad Seze/Direitos Reservados/Agência Brasil

sexta-feira, 29 de junho de 2018

Homem com familiares em Xucuru de Belo Jardim, foi morto com golpe de faca na zona rural de Brejo da Madre de Deus

Quem informa é o Agreste Notícia -

Nivaldo de Souza Carneiro, mais conhecido como “Lôla”, de 47 anos de idade, morreu durante a tarde desta sexta-feira (29) ao ser esfaqueado no Sítio Estrago na zona rural do Brejo da Madre de Deus, Agreste Central de Pernambuco.

Segundo informações repassadas ao Blog Agreste Notícia, a vítima havia se desentendido com outro homem conhecido como “Tína”, de 65 anos de idade, morador do Sítio Estrago. O acusado armado com uma faca peixeira desferiu golpes nas costas do Nivaldo que chegou a ser socorrido para a UPA – Unidade de Pronto Atendimento – do Brejo da Madre de Deus, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos e acabou falecendo.

O corpo de “Lôla” que morava no Sítio Apolinário, na zona rural de Jataúba, também no Agreste Central, foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru, ainda no Agreste.

O assassino fugiu com destino ignorado e a Polícia Militar realizou diligências na tentativa de capturá-lo.

Complemento da matéria - Ainda de acordo outras informações, o suspeito pelo crime já foi preso pela polícia, e confirmou o crime.

Fotografia: Reprodução do facebook 

Multidão marca presença na última noite do São João 2018 de Xucuru, no Palhoção do Povo

A noite de São Pedro foi bastante animada em Xucuru, no encerramento do São João 2018 no Palhoção do Povo, num clima bem agradável numa noite fria de inverno. O público forrozeiro marcou a presença e festejou com muita alegria.

Depois de quatro noites de apresentações culturais e de atrações regionais, os festejos juninos chegaram ao fim, nesta última quinta-feira (28), em Xucuru, no Palhoção do Povo, com o Coco de Roda do Sítio Palha e o forró de Eduardo Melo de Sanharó, que animou a todos com seu carisma.

Mesmo sendo um dia de trabalho, as pessoas se fizeram presentes no espaço do palhoção, que esse ano completou vinte anos de existência, mantendo a tradição de muitos anos, fazendo a festança para todas as idades, com muita alegria e diversão.

Durante as quatro noites de atrações do São João 2018 em Xucuru, passaram pelo palco da festa, a cultura popular dos talentos locais do Coco de Roda do Sítio Palha e Zefinha Bernardo do Mimoso, além de bandas e artista de renome regional, como Forró Pegada Top, Forrozão Chicote de Couro, Givaldo de Alagoinha e banda os Bons do Forró e completando o ciclo com Eduardo Melo de Sanharó.

Uma realização do Vereador Claudemir Paulino, que há vários anos tem proporcionado a diversão para Xucuru e para toda um região, algumas vezes contando com o apoio da Secretaria municipal de Cultura e Eventos da Prefeitura de Belo Jardim, para assim manter a tradição de comemorar o mês de junho com muito forró e cultura regional, valorizando os artistas locais. Todas as noite, o evento teve a segurança do efetivo do 15º Batalhão de Polícia Militar de Pernambuco, sediado em Belo Jardim e o apoio do WS Comando, segurança civil que atua no distrito e adjacências. 

Com a locução do Jota Isaias Radialista, diretor desse Blog, que anualmente tem feito as apresentações das realizações de Claudemir, animando a galera com seu estilo próprio de comunicar.








Fotografias: Blog de Xucuru Imagens

quinta-feira, 28 de junho de 2018

Encerramento do São João 2018 com muito forró e cultura popular; Coco de Roda e Eduardo Melo, nesta quinta, em Xucuru

Quem informa é o Blog -

Véspera de São Pedro em Xucuru, com cultura popular, muito forró e arrasta-pé no Palhoção do Povo, nesta quinta-feira, a partir das 20:00h, no encerramento do São João 2018.

Programação: 

20:00h - Coco de Roda Raiz do Sítio Palha

22:00h - Eduardo Melo de Sanharó e Banda

Todos os forrozeiros de Xucuru e da região estão convidados para comemorar a noite de São Pedro no Palhoção do Povo, em Xucuru, nesta quarta-feira, encerrando as festividades juninas 2017. Participe!

Apoio: Secretaria Municipal de Cultura e Eventos de Belo Jardim

Organização: Vereador Claudemir Paulino

Fotografia: Montagem do Blog

quarta-feira, 27 de junho de 2018

Programação da Tradicional Festa de São Pedro, Padroeiro do Sítio Palha de Xucuru, zona rural de Belo Jardim, PE

Quem informa é a Assessoria -

PROGRAMAÇÃO:

Quinta-feira - 28/06 Abertura
18h:30 - Procissão luminosa com a bandeira do Padroeiro, saindo da Escola Luiz Pereira até à Igreja de São Pedro
19h:00 Celebração da Santa Missa de Abertura da Festa
Noite Dedicada à Escola Luiz Pereira de Amorim

Sexta - 29/06 Dia de São Pedro
19h:00 Celebração da Santa Missa 
Noite Dedicada aos jovens

Sábado - 30/06
19h:00 Celebração da Santa Missa 
Noite Dedicada às Famílias, à Catequese, à Pastoral da Criança e ao Apostolado da Oração
20h:00 Bingo de uma Balaiada

Domingo - 1º/07 Dia da Festa e Encerramento
06h:00 Alvorada Festiva
15h:00 Missa Solene
16h:00 Procissão com a imagem do Padroeiro pelas principais vias da localidade 
19h:00 Show Religioso com o Ministério Missão Vitória em Deus, de Belo Jardim

Participe da tradicional Festa de São Pedro, no Sítio Palha de Xucuru, de 28 de junho a 1º de julho, neste ano de 2018.

Apoio: Blog de Xucuru

Fotografia: Reprodução da internet

Brasil vence Sérvia por 2 a 0 e vai às oitavas de final da Copa da Rússia

Quem informa é Agência Brasil -

Em sua melhor atuação na Copa, até agora, a seleção brasileira venceu a Sérvia por 2 x 0 em Moscou. Com a vantagem do empate para se classificar, o Brasil teve paciência para tocar a bola, arriscar pouco e não ceder contra-ataques ao adversário. A defesa brasileira saiu-se bem contra os atacantes sérvios que, embora mais altos e fortes, tiveram poucas chances de gol.

Foi uma vitória sem sustos, em que o “jogo seguro” prevaleceu sobre o “jogo bonito”. Com gols de Paulinho e Thiago Silva, o Brasil soube se defender bem e aproveitar as falhas da defesa sérvia.

Na entrevista após a partida, Thiago Silva afirmou que a seleção teve paciência e aplicação durante o jogo e “soube sofrer”.

“Desde o primeiro jogo até aqui, tivemos dificuldades em alguns momentos. O mais importante foi que a equipe soube sofrer. O outro lado também tem qualidades.” O Brasil não foi para cima da Sérvia, buscando o gol o mais rápido possível, como alguns poderiam esperar. Neymar usou pouco seu repertório de dribles e fez um jogo mais voltado para o coletivo.

O jogo
Aos 7 minutos do primeiro tempo, o lateral Marcelo sentiu uma lesão e pediu para ser substituído. O lateral é um dos líderes do time em campo e lamentou muito a saída precoce do jogo. Com Felipe Luís em seu lugar, o Brasil continuou jogando muito pelo lado esquerdo. Neymar jogava próximo do lateral substituto, trocando muitos passes.

A seleção abusou dos passes para o lado e inversões de jogo. Com o empate a seu favor, a seleção esperava a marcação sérvia abrir espaços naturalmente. Enquanto isso não acontecia, o Brasil trocava passes pacientemente de um lado para o outro. Essa postura da seleção chegou a irritar a torcida, que, em alguns momentos, vaiou a falta de objetividade do time. No primeiro tempo, foram 255 passes do time brasileiro contra 138 dos sérvios.

A Sérvia apostava em jogadas pelo alto com os atacantes aproveitando a vantagem da boa estatur para escorar bolas para os que vinham de trás. Entretanto, eles erraram muitos passes, principalmente na entrada da área brasileira. As jogadas mais perigosas do time europeu eram em cobranças de escanteio, mas o goleiro Alisson neutralizava as bolas aéreas com um soco.

Aos 24 minutos, finalmente o Brasil chegou com perigo à área. Neymar entrou tabelando com Gabriel Jesus e bateu cruzado, mas Stojkovic fez a defesa. Aos 29 minutos, outra boa chance: Neymar aproveitou que a defesa da Sérvia estava adiantada e deu um bom passe para Gabriel Jesus. Sem impedimento no lance, este entrou na área e bateu para o gol, mas a defesa cortou para escanteio.

Aos 35 minutos, o Brasil abriu o placar. Philippe Coutinho recebeu na intermediária do ataque e viu Paulinho entrando pela defesa com velocidade. Coutinho fez um bom passe por cima e encontrou o volante brasileiro, que deu um toque sutil na saída do goleiro. O gol foi no melhor estilo da seleção que Tite comandou nas eliminatórias, com Paulinho participando do ataque como elemento surpresa.

Após o gol, a Sérvia tentou ter mais posse de bola, enquanto o Brasil continuou trocando passes de um lado para o outro, com calma.

Segundo tempo
Aos 10 minutos, a Sérvia assustou a defesa brasileira. O jogador de número  22 cruzou na área e Miranda afastou com um chute para trás, por cima do próprio gol.

Na cobrança de escanteio, o Brasil conseguiu roubar a bola e sair em velocidade no contra-ataque. Coutinho tocou para Neymar, que entrou na área e chutou, mas o goleiro defendeu. Foi uma das poucas jogadas de contra-ataque em velocidade do Brasil no jogo.

Aos 15 minutos, quase o empate sérvio. Após cruzamento à meia altura na área, o goleiro Alisson socou mal a bola, em cima de Mitrovic. A bola bateu no centroavante e só não entrou porque Thiago Silva salvou. O lance animou a Sérvia, que começou a chegar com perigo na área pela primeira vez com consistência. Aos 19 minutos, Mitrovic aproveitou um bom cruzamento pela direita e cabeceou firme, mas no meio do gol. Alisson defendeu com tranquilidade.

Quando a torcida sérvia se animava nas arquibancadas, o Brasil marcou o segundo gol. E na especialidade do adversário. Em cobrança de escanteio, Miranda neutralizou o marcador e Thiago Silva subiu para ampliar. O segundo gol deu mais tranquilidade aos brasileiros e deixou o time sérvio mais desajustado na defesa. Com isso, ofereceu mais espaços para o toque de bola brasileiro, que continuava paciente. Nos últimos minutos, com a Sérvia já abatida em campo, o Brasil teve  chance de ampliar o placar duas vezes, ambas com Neymar, mas o camisa 10 parou no goleiro Stojkovic.

Oitavas de final
Com a vítória de hoje e o empate entre Costa Rica e Suíça, o Brasil termina a fase de grupos em primeiro lugar e enfrenta o México nas oitavas de final. A partida entre brasileiros e mexicanos será na próxima segunda-feira (2), às 11h, em Samara.

Primeira colocada no F, a Suécia enfrentará a Suíça, segunda colocada no Grupo E, do Brasil, também no sábado. O jogo será às 11h, em São Petersburgo.

Fotografia: Maxim Shemetov/Reuters/Direitos Reservados

terça-feira, 26 de junho de 2018

Festival Virtuosi leva programação musical para Belo Jardim

Quem informa é o Jardim do Agreste -

O Festival Virtuosi vai levar uma fina programação musical para Belo Jardim, Agreste de Pernambuco. A 4ª edição do festival de música clássica acontece entre os dias 4 e 8 de julho na Igreja Matriz de Belo Jardim, com apresentações de grandes músicos e instrumentistas.

A quarta edição da etapa Virtuosi na "Terra dos Músicos" tem o foco principal na realização de máster classes para instrumentistas de sopros. Mais de 80 jovens trompetistas, trombonistas, trompistas, tubistas, flautistas, clarinetistas e saxofonistas se inscreveram e serão beneficiados com estas atividades.

Cinco concertos estão programados para a quarta edição do festival. Com o Sexteto Brassil, na quarta-feira (4), se apresentam os trompetistas Ayrton Benck e Glaucio Xavier, do trompista Cisneiro Andrade, do trombonista Alexandre Magno, do tubista Valmir Vieira e do percussionista Glauco Andreza.

Na quinta-feira (5), as 20h, é a vez de um programa especial para flauta, clarinete e saxofone com participação de Felícia Coelho (PB), Gueber Santos (PE) e José Veríssimo (PB), todos professores que darão máster classes no festival.

Sexta-feira (6), também às 20h, sobem ao palco da Igreja Matriz o Coral Moura, sob a regência da Maestrina Laciete Silva e a Banda do Instituto Federal de Pernambuco – IFPE - Campus Belo Jardim.

O Quinta Essencia Quarteto, realiza concerto no sábado (7). Esta é a primeira vez que o grupo participa dos festivais que o Virtuosi promove ao longo do mês de julho. No domingo (8), às 11h, o Virtuosi apresenta o recital dos alunos inscritos nas máster classes do festival.

Confira a programação:

IV Virtuosi de Belo Jardim

4 de julho (quarta-feira), às 20h
Sexteto Brassil

5 de julho (quinta-feira), às 20h
Flauta, clarinete e saxofone

6 de julho (sexta-feira), às 20h
Coral Moura
Banda IFPE
Marinaldo Lourenço, regente

7 de julho (sábado), às 20h
Quinta Essencia

8 de julho (domingo), às 11h
Recital dos alunos do festival

Fotografia: Divulgação

Em jogo sofrido, Messi marca e ressuscita a Argentina na Copa do Mundo 2018

Quem informa é a Agência Brasil -

Como todos os jogos da Argentina na Copa do Mundo da Rússia até agora, foi sofrido. A seleção liderada por Messi passou sufoco, fez o gol da vitória no final da partida e venceu a Nigéria por 2 x 1. O camisa 10 não jogou bem, mas fez o necessário. Começou a partida assumindo a responsabilidade e marcou o primeiro gol do jogo. Ficou sumido durante todo o segundo tempo, mas assumiu a responsabilidade no final, quando o time precisava segurar a vitória.

A Nigéria não mereceu vencer. Fez o gol em um pênalti feito por Mascherano e pouco produziu depois disso. No único bom contra-ataque do time no jogo, o centroavante nigeriano perdeu a oportunidade de fazer o gol da classificação.

A Argentina avança às oitavas jogando com vontade, raça, mas sem organização tática, além de uma defesa insegura. Enfrentam a França no próximo sábado (30) e este será o maior desafio até agora para as duas seleções. A França, que passou de fase sem sustos, não foi testada até agora.

Copa 2018: Argentina e Nigéria. Lionel Messi e companheiros, da Argentina, comemoram o segundo gol da equipe.
 Lionel Messi e companheiros, da Argentina, comemoram o segundo gol da equipe - Jorge Silva/Reuters/Direitos reservados
O jogo
A Argentina ditou o ritmo da partida no início do primeiro tempo. Foi o período do jogo em que Messi mais apareceu. Mas a defesa nigeriana, que montou uma linha de cinco jogadores na frente da área, marcava bem. Aos 13 minutos, finalmente ele desencantou. O 10 da Argentina recebeu um ótimo lançamento de Banega ainda do campo de defesa. Messi dominou já ganhando na velocidade dos zagueiros e bateu cruzado, marcando seu primeiro gol na Copa.

Depois do gol, a Argentina diminui o ritmo. Só ameaçou novamente aos 31 minutos. Di Maria recebeu um bom passe, também de Banega, e sofreu falta quando se aproximava livre da área. Messi cobrou a falta e a bola explodiu na trave esquerda de Uzoho.

Com o resultado favorável, a Argentina começou o segundo tempo morna. Não atacava com vontade e deixava a Nigéria jogar. Só que os africanos também não ameaçavam o gol de Armani, que não tinha trabalho no jogo.

Com mais presença no campo de ataque, a Nigéria conseguiu um escanteio aos 3 minutos. Mascherano, que vinha fazendo uma partida muito ruim, agarrou Balogun dentro da área durante a cobrança do escanteio. O juiz viu e deu o pênalti, para desespero do time sul-americano. Moses cobrou a penalidade com frieza e empatou. Nigéria 1 x 1 Argentina.

Os argentinos sentiram o gol de empate e tiveram um período em que nada dava certo no jogo. Erravam passes, não conseguiam dominar bolas recebidas. A Nigéria aproveitava os contra-ataques. Aos 29 minutos, em um contra-ataque em velocidade, a bola foi cruzada para Ighalo. Rojo cortou parcialmente e o atacante nigeriano chutou com perigo para fora.

Quando finalmente a Argentina conseguiu chegar na área, aos 34 minutos, Higuaín desperdiçou. A resposta veio quatro minutos depois. Ighalo recebeu dentro da área, na frente de Armani e o goleiro argentino fez boa defesa.

Quando tudo parecia perdido e as arquibancadas tinham um aspecto de velório, a Argentina conseguiu seu gol salvador. Mercado cruzou na área e Rojo pegou de primeira para fazer explodir em festa o estádio, pintado de azul e branco.

A Nigéria ainda tentou seu gol de empate, mas sem qualquer eficiência. Aproveitando o desespero africano, o time argentino teve mais posse da bola e conseguiu gastar o tempo. Ao final da partida, os jogadores fizeram uma grande festa, em uma mistura de alegria com alívio. Com o resultado, a Argentina se classificou em segundo do grupo e enfrenta a França nas oitavas-de-final.

Fotografia: Jorge Silva/Reuters/Direitos reservados

segunda-feira, 25 de junho de 2018

Pernambuco amplia vacinação contra a gripe e beneficia crianças e adultos de outras faixas etárias

Quem informa é o G1 PE -

Em Pernambuco, 92,8% da população foi vacinada contra a gripe durante a Campanha Nacional de Imunização, que teve início no dia 23 de abril e se encerrou na sexta-feira (22). Após ultrapassar a meta, que era de 90% do público-alvo, os municípios que ainda possuem doses podem ampliar a ação e beneficiar crianças de 5 a 9 anos e adultos de 50 a 59 anos. 

No Recife, a campanha se estende até as 17h desta segunda-feira (25), porque no último dia da campanha houve ponto facultativo no município. Os resultados da capital devem ser divulgados na terça-feira (26). Entre os 184 municípios pernambucanos, 121 bateram a meta.

Apenas o grupo prioritário formado por crianças entre 6 meses e menores de 5 anos não atingiu a meta mínima, de 90% do total no estado. Receberam a vacina 518.781 menores nessa faixa etária, equivalente a 85,1%.

A partir desta segunda-feira (25), com a ampliação do público atendido, crianças de 5 a 9 anos e adultos entre 50 e 59 anos podem receber a vacina nos municípios que ainda tiverem doses disponíveis. As pessoas do grupo prioritário que não se vacinaram durante a campanha também podem tomar a vacina enquanto ainda tiver nos estoques.

Esse grupo é formado por idosos a partir de 60 anos, crianças de 6 meses a 5 anos incompletos, gestantes, puérperas (mulheres que tiveram filhos até 45 dias), trabalhador de saúde, professores, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional. 

A ação também contempla pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais: doença respiratória crônica, cardíaca crônica, renal crônica, hepática crônica, neurológica crônica; diabetes, imunossupressão, obesos, transplantados e portadores de trissomias.

Boletim epidemiológico
Segundo a Secretaria de Saúde de Pernambuco, até o dia 9 de junho, foram registrados 989 casos de síndrome respiratória aguda grave no estado, quadro que pode ser provocado por diversos agentes, como vírus e bactérias, e tem sintomas semelhantes ao da gripe.

Do total de casos, 32 tiveram resultado laboratorial confirmado para influenza A (H1N1), 17 para influenza A (H3N2), um para vírus sincicial respiratório (VSR) e um parainfluenza1.

No mesmo período de 2017, foram 1.051 casos de Srag, com 67 confirmações para influenza A (H3N2), 25 de influenza B, três de VSR e um de parainfluenza1.

Em 2018, também foram registrados sete óbitos de Srag com resultados laboratoriais confirmados para influenza, sendo cinco do tipo A (H1N1) e dois do tipo A (H3N2).

Segundo a Secretaria de Saúde, dos casos de síndrome respiratória aguda grave positivos para influenza, 31% foi diagnosticado em crianças de 6 meses a menores de 5 anos, o que reforça a importância da vacinação nesta faixa etária.

Dados da campanha de vacinação contra a gripe:
  • Público vacinado: 2.227.491 (92,8%)
  • Público total da campanha: 2.399.361
  • 121 dos 184 municípios atingiram a meta mínima.

Públicos prioritários

Crianças
  • Público vacinado: 518.781 (85,1%)
  • Público total: 609.586

Gestantes
  • Público vacinado: 91.213 (93%)
  • Público total: 98.056

Trabalhadores de saúde
  • Público vacinado: 184.236 (99%)
  • Público total: 185.918

Puérperas
  • Público vacinado: 18.492 (114,7%)
  • Público total: 16.112

Idosos
  • Público vacinado: 908.878 (95,5%)
  • Público total: 951.169

Indígenas
  • Público vacinado: 36.773 (97,57%)
  • Público total: 37.687

Professores
  • Público vacinado: 107.578 (99,7%)
  • Público total: 107.888
Fotografia: Reprodução da internet

Noite de São João lota o Palhoção do Povo em Xucuru, com o Coco de Roda e Givaldo de Alagoinha

Quem informa é o Blog -

Não é de hoje que os festejos juninos, em Xucuru, fazem história tanto pela organização, quanto pela participação dos forrozeiros, que marcam presença em clima de muita paz, fazendo com que o evento seja logrado de sucesso, atraindo cada vez mais pessoas de toda uma região.

Neste último sábado (23), véspera de São João, foi mais uma noite de festas no Palhoção do Povo, com a cultura popular do Coco de Roda do Sítio Palha, com a participação especial de Zefinha Bernardo do Sítio Mimoso, fazendo todos entrarem no ritmo da mazurca e das marchinhas do Coco de Roda, colocando a turma para dançar em clima e muita alegria e diversão.


Em seguida, foi a vez de Givaldo de Alagoinha e sua banda, Os Bons do Forró, animar ainda mais a noite de São João no Palhoção do Povo, com muito forró autêntico, embalando o público forrozeiro com os sucessos do momento no ritmo estilizado e sem esquecer aquele arrasta pé, tradicional das festas juninas, que não poderia faltar numa noite de São João.

O Palhoção ficou pequeno, para tanta gente que marcou presença neste último sábado em Xucuru, pessoas dos sítios vizinhos e das cidades mais próximas, estiveram participando da festança que ocorreu na mais perfeita tranquilidade, contando com o apoio da segurança do efetivo do policiamento do 15º BPM de Belo Jardim. Com a organização do Vereador Claudemir Paulino e o apoio da Secretaria Municipal de Cultura e Eventos da Prefeitura de Belo Jardim, foi a terceira apresentação do São João 2018 no distrito de Xucuru, confirmando o sucesso de anos anteriores. 

O encerramento ocorre na quinta-feira (28), véspera de São Pedro, a partir das 8h da noite, com o Coco de Roda do Sítio Palha, a cultura popular e o talento local presentes, completando os festejos juninos 2018 em Xucuru, tem o forró de Eduardo Melo de Sanharó e sua banda, animando a noite de São Pedro no Palhoção do Povo.














Fotografias: Blog de Xucuru Imagens

domingo, 24 de junho de 2018

Van capota na PE-120 e deixa 2 mortos e 9 feridos no Agreste

Quem informa é o G1 CARUARU E REGIÃO -

Um acidente com uma van que fazia transporte alternativo deixou um homem - que não teve a idade informada - e uma mulher de 51 mortos e outras nove pessoas feridas na tarde deste sábado (23) na PE-120, no Trevo do Formigueiro, entre Agrestina e São Joaquim do Monte, no Agreste de Pernambuco.

As vítimas foram levadas para o Hospital Regional do Agreste (HRA) em Caruaru. De acordo com o hospital, a mulher chegou a ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) mas não resistiu aos ferimentos e morreu antes de dar estrada na unidade. O homem morreu no local.

Dos nove feridos, oito adultos e uma criança. As vítimas feridas, incluindo a criança, passam por atendimento médico e não correm risco de vida, conforme informou o HRA.

Fotografia: Reprodução/WhatsApp

sábado, 23 de junho de 2018

Homicídio no Sítio Coelho de Xucuru de Belo Jardim

Quem informa é o 15º BPM-PE  -

Local do crime: SÍTIO COELHO, ZONA RURAL DE BELO JARDIM-PE
Data/hora: 16HORAS 22 JUNHO 2018
Vítima: SAMUEL MARCELINO NETO
Idade: 26 ANOS (11/06/1992)
Filiação - PAI: MANOEL MARCELINO NETO
        MÃE: ANTONIA MATILDE DA CONCEIÇÃO SILVA
Endereço: RUA SEBASTIÃO CORDEIRO DE ARAUJO, Nº 81, BREJO DA MADRE DE DEUS-PE.- PE
Natural: SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE-PE

HISTÓRICO

Policiais militares do 15º BPM tomaram conhecimento através da central de rádio do Batalhão, que no Sítio Coelho, Zona Rural de Belo Jardim, havia ocorrido um homicídio, de imediato foi enviado a viatura do GATI, devido a distância e o difícil acesso só foi localizado o local as 18:00, logo, após tomaram conhecimento que nas proximidades rondava um veículo de cor vermelha e modelo corsa, foi realizado rondas no local e foi localizado o referido veículo e uma viatura da PC, a qual já tinha realizado a abordagem aos dois suspeitos FÁBIO ALEX BARBOSA DA SILVA e JOÃO SOARES DE LIMA SILVA os quais estavam portando uma arma de fogo Marca Rossi, Modelo Revólver calibre 38, ambos seriam residentes no município de Santa Cruz do Capibaribe e segundo testemunhas teriam sido vistos juntamente com a vítima circulando nas imediações do local do crime, os suspeitos e a arma foram conduzidos para a DP de plantão na cidade de Belo Jardim, já o veículo não pode ser conduzido pois segundo os suspeitos o mesmo se encontra sem combustível. 

Segundo informação do irmão da vítima, o mesmo era envolvido com roubos de motocicletas e usuário de drogas, onde já havia, inclusive, sido preso por este motivo, além de responder processo crime, por porte ilegal de arma, processo; 000374-59.2016.8.17.0340, Comarca de Brejo da Madre de Deus. Toda ocorrência foi registrada no B.O. Nº 1.431/18.

Fotografia: Reprodução da internet

Escola de Xucuru mantém tradição e realiza o seu arraial junino com muito forró

Quem informa é o Blog -

As festas juninas sempre foram bastante animadas em Xucuru, com diversas atrações para a diversão da população em geral em vários arraiais e no Palhoção, montado na praça central da localidade. E um dos festejos mais esperados, é o arraial da Escola Municipal Luíza Leopoldina Lopes, que sempre atrai uma multidão anualmente, para vivenciar as apresentações.

Esse ano, o tradicional arraial escolar ocorreu nessa última sexta-feira (22), com apresentações de quadrilhas mirins, o tão falado casamento matuto, quadrilha estilizada e muito forró. Novamente o evento ocorreu na quadra poliesportiva Natanael Tavares (Véi de Nucha) da própria Escola Luíza Leopoldina, já que anteriormente ocorria no Palhoção do Povo na praça central do distrito.

Estiveram se apresentando, a turma do pré 1 da professora Jucicleide Barbosa, dançando uma ciranda, em seguida foi a vez da quadrilha mirim da professora Yasmim Patriota, depois teve apresentação da literatura de cordel com estudantes do 5º ano do ensino fundamental, sob o comando da professora Ângela Simplício, que apresentaram versos sobre a vida de Luiz Gonzaga.

Um grupo de alunas, do curso Normal Médio, fez uma apresentação cultural incluindo coreografias de diversos estilos do forró. Ainda teve o mais cobiçado casamento matuto, além da quadrilha Tribo Xucuru, e a belíssima exibição da quadrilha estilizada, da cidade de Tacaimbó, com diversas performances no centro da quadra poliesportiva, contando o esforço da professora Marenilza (Mary Tavares).


Para completar a festa, teve muito forró de pé de serra, e encerrando o arraial da Luíza 2018, teve participação do cantor Jota Santos, ex-vocalista da banda Calango Aceso, que animou o público forrozeiro pela primeira vez em Xucuru, com presenças de lideranças políticas locais e da cidade, estiveram presentes os Vereadores; Claudemir Paulino, Evandro Macarrão, Tenente, Euno Andrade, o Prefeito Hélio dos Terrenos, a Primeira-dama Sandra Silva, secretários municipais, entre outros. O evento contou com a segurança da Patrulha Escolar e do apoio do efetivo do 15º Batalhão de Polícia Militar, de Belo Jardim.







Fotografias: Blog de Xucuru Imagens

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More