VOCÊ FAZ O SUCESSO

VOCÊ FAZ O SUCESSO

BAIXE O APLICATIVO RADIOSNET E OUÇA A NOVA XUCURU EM TODO LUGAR; CLIQUE NA FOTO ABAIXO E SAIBA MAIS

terça-feira, 30 de setembro de 2014

POLICIAIS DO GATI JÁ ESTIVERAM EM XUCURU NESTA TERÇA-FEIRA


Com informações da Redação -

Depois de uma reunião com representantes políticos do distrito, o novo Comandante do 15º Batalhão de Polícia Militar de Belo Jardim, Major Leonardo Augusto de Lima Silva, cumpriu sua palavra e enviou tropas do GATI para fazer rondas ostensivas na região de Xucuru, pois nesta terça-feira, 30, duas viaturas da corporação esteve na localidade com mais de 10 policiais circulando por várias ruas do distrito e de outros pontos para trazer mais segurança para a população em mais dias, já que antes, era feito nos finais de semana, até o último domingo, 28.

O policiamento em Xucuru existe há muitos, mas por algum tempo foi desativado o serviço por decisões superiores, prejudicando a segurança da comunidade, deixando o caminho livre para alguns delitos, por conta da ausência da polícia. Em 2012, uma articulação do então pré-candidato a vereador Adilson Fotógrafo, em parceria com o ex-prefeito e ex-deputado Cintra Galvão, com o entendimento do então Comandante do referido Batalhão, Major Sabino, e com apoio de vários comericantes locais, o posto policial de Xucuru voltou a funcionar em novo local, desta feita na praça José Justino, com a contribuição financeira de grande parte de populares, a região do distrito passou a ter mais tranquilidade com a presença da PM, um impasse afastou os policiais no ano passado, mas com o incentivo do vereador Claudemir, empenho da população e de reportagem de emisssora de tvde Caruaru, o policiamento esteve de volta após alguns dias, permanecendo até o último final de semana.

Desde o ano passado, uma verba da prefeitura municipal de Belo Jardim tem garantido o aluguel do prédio, da alimentação e da cuidadora do local onde os policiais ficavam hospedados e que ainda serve para estadia temporária de quem vier a cometer algo de errado que mereça a atuação da lei. Com a decisão de afastamento outra vez do poliicamento nos ifns de semana na localidade, representantes buscaram a permanmência do mesmo, mas o novo comando decidiu que mandará fazer as rondas com o GATI (Grupo de Apoio Tático Itinerante) sempre que possível e, principalmente, nos fins de semana, garantido asism a manutenção daordem e do bem estar de todos. Tendo cumprido sua palavra jáaprtir destateça-feira. Que outras vezes, o grupo compareça para fazer a segurança da sociedade xucuruense e e da região inteira. Sendo que a verba municipal continuará contribuindo com as despesas necessárias aos novos policiais que estarão mais vezes no distrito, sengundo informou oComandante do 15º BPM de Belo Jardim, Major Leonardo Augusto de Lima Silva.

GREVE DOS BANCÁRIOS FECHA MAIS DE 6,5 MIL AGÊNCIAS, DIZ CONTRAF

Com informações da Agência Brasil -

A greve nacional dos bancários, iniciada hoje (30), parou as atividades em 6.572 agências no país, de acordo com a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf). A paralisação foi aprovada em assembleias ocorridas nos dias 25 e 29 de setembro. Segundo a entidade, bancários de todos os estados e do Distrito Federal participam do movimento.

“Mais uma vez os bancários dão uma grande demonstração de unidade nacional e a força de sua mobilização, fazendo uma greve ainda maior que no ano passado. É um recado inequívoco aos bancos de que queremos mais do que os 7,35% de reajuste e que não fecharemos acordo sem que nossas reivindicações econômicas e sociais sejam atendidas”, disse o presidente da Contraf, em nota divulgada no site da entidade.

Entre outras reivindicações, a categoria pede reajuste salarial de 12,5%, sendo 5,8% de aumento real. Eles também querem Participação no Lucros e Resultados (PLR) de três salários, além de uma parcela adicional de R$ 6.247 e piso de R$ 2.979,25. No sábado (27), os bancos propuseram elevar o índice de reajuste de 7% para 7,35%  e o piso de 7,5% para 8%.

Procurada pela Agência Brasil, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) não respondeu se fará nova proposta aos bancários. A Febraban explicou apenas que na última proposta feita, tanto do reajuste como do piso salarial, “está assegurada novo aumento real (acima da inflação)”.

A federação ainda lembrou que os clientes podem fazer a maioria das operações bancárias mesmo com as agências fechadas. Basta usar os caixas eletrônicos, a internet,  o telefone, o aplicativo do banco no celular e os correspondentes bancários: lotéricas e agências dos correios, por exemplo.

Já os clientes que necessitam de um atendimento mais complexo, segundo a entidade, terão que esperar pelo fim da greve. Contratações de crédito imobiliário, por exemplo, não podem ser feitas fora da agência, por causa da burocracia que exige apresentação de documentos e assinatura de contratos.

ORKUT FECHA AS PORTAS E VIRA MUSEU NA WEB

Com informações da Agência Estado/Blog's

"Só add com scrap". "Leio, respondo, e apago". "Topo dos depoimentos". "Sou 80% legal, 90% confiável e 100% sexy". Se você esteve na internet durante os anos 2000, provavelmente deve se lembrar dos elementos acima, símbolos da era do Orkut. A "primeira rede social" de muitos brasileiros vai fechar as portas nesta terça-feira, 30, depois de 10 anos de recadinhos, discussões em comunidades e depoimentos melosos.

Mas não é o fim. A antiga rede social do Google está criando um acervo de comunidades onde ficarão guardados posts e discussões importantes para a história da internet do País. "O arquivo preserva a memória do Orkut, registrando fenômenos do Brasil como a ascensão da classe C e a inclusão digital", declarou o Google Brasil, em nota.

O jornal O Estado de S. Paulo teve acesso exclusivo ao acervo, que pretende ser uma reprodução do que é o Orkut hoje, em seu último dia no ar. Ao todo, serão mais de 51 milhões de comunidades, 120 milhões de tópicos e mais de 1 bilhão de interações armazenadas no acervo.

Para estar lá, basta que uma comunidade seja pública e esteja visível a qualquer um - o que não é o caso da "Eu Odeio Acordar Cedo", maior comunidade do Orkut (com 6 milhões de membros) que se tornou privada após ser vendida por R$ 5 mil. No acervo, será possível entrar nas comunidades e ver o que foi discutido nelas, mas os donos das postagens serão identificados apenas por seus nomes, sem fotos ou links para perfis.

Tal como num museu, será possível somente "apreciar" o conteúdo. Para o Google, "o arquivo é uma cápsula do tempo do início das redes sociais". Além do acervo, a empresa ainda criou uma ferramenta para que os usuários guardem seus perfis, com fotos, recados e a descrição caprichada que muita gente usava para impressionar os amigos. O backup pode ser feito até setembro de 2016.

Fórum

Criada em 2004 pelo turco Orkut Buyuykotten, a rede social foi popular até 2011, quando foi superada pelo Facebook no Brasil, e passou ainda a ter um "rival dentro de casa": o Google+, introduzido pela empresa naquele ano para unir diversos serviços em um ambiente social. Ainda assim, o Orkut tem seu público cativo até os dias de hoje: em junho de 2014, 4 milhões de brasileiros usaram o site, segundo dados da ComScore.

"Nunca parei de usar o Orkut, para espanto das pessoas ao meu redor", conta Leonardo Bonassoli, criador da comunidade "Futebol Alternativo", que discute temas como a terceira divisão do campeonato paranaense ou a rivalidade entre as seleções da Romênia e Hungria. "Nós discutíamos o lado B do futebol."

Já o interesse em comum por notícias bizarras era o que unia os 80 mil membros da "Anão vestido de palhaço mata 8", criada por Marcos Barbará. "O Orkut era fantástico para conhecer pessoas, e as comunidades eram o auge disso. Qualquer bizarrice encontrava eco lá", diz ele, que lançou um livro com o título da comunidade reunindo histórias como "americano açoita namorada com atum" ou "Jesus aparece em banheiro e é vendido por US$ 2 mil".

Figurinha

As comunidades não eram só ambientes de discussões. Algumas delas eram apenas veículo para piadas. É o caso da "Indiretas Já!" e da "Não vi Beatles, mas vi Molejo", criadas pelo publicitário Bruno Predolin, dono de 715 comunidades. "A maioria das minhas comunidades eram como figurinhas, todas levadas para o humor. Mas era parte do Orkut: se você queria conhecer alguém, as comunidades serviam para mostrar quem a pessoa era", diz. Para ele, o que vai deixar saudade é a comunidade Discografias, que reunia links para download de música de forma ilegal, deletada em 2012. "Conheci muita coisa de música brasileira ali" lembra. "O Orkut foi a iniciação digital de muita gente", diz o rapaz, que chegou a receber R$ 500 por mês do canal pago HBO para promover a emissora em seus grupos. 

RG digital

O criador da "Indiretas Já" não foi o único a capitalizar com o sucesso de suas comunidades no Orkut. O humorista Maurício Cid, hoje conhecido pelo site de humor Não Salvo, começou sua trajetória digital criando comunidades engraçadinhas, como a "Quando pisei parecia água viva". "Tive mais de mil comunidades, usava o Orkut como o Twitter, só com piadas. Um dia o Orkut excluiu meu perfil por causa de uma denúncia. Foi quando eu resolvi que tinha que ter um site próprio", explica ele, que hoje tem mais de 2,4 milhões de fãs no Facebook e é referência em humor na web no País.

"O Orkut era o RG digital do brasileiro", avalia o humorista, que acredita que a plataforma do Google tinha muitas vantagens com relação ao Facebook. "No Orkut, você ia atrás do conteúdo. O conteúdo não vinha te encher o saco", comenta. Apesar de ficar triste com o fim da rede social, Cid entende a decisão do Google. "Se um produto dá prejuízo, não tem porque deixar no ar. É dinheiro em jogo." 

SITE DO PSB-PE SOFRE ATAQUE

Com infoirmações da Assessoria Frente Popular -

Partido condena a utilização desse tipo de expediente e adianta que tomará as medidas cabíveis


O site (psbpe.org.br) do Partido Socialista Brasileiro de Pernambuco (PSB-PE) foi vítima, nesta terça-feira (30), de um ataque virtual que retirou o seu conteúdo original do ar. A direção da legenda no Estado pede que os seus filiados e os internautas evitem, por precaução, acessar a página até o seu reestabelecimento por completo. 

O partido condena ação e destaca que tomará as medidas cabíveis para voltar a compartilhar suas bandeiras e ideias através da ferramenta, e para que os responsáveis possam ser identificados e sofram as devidas sanções.

"Lamentamos que um fato como esse ocorra, sobretudo porque o PSB é um patido que prima pela livre divulgação das ideias de quem quer que seja. Estamos a cinco dias da eleição, e a utilização desse tipo de expediente mostra o desespero de alguns de nossos adversários. Condenamos com veemência", registra o presidente do PSB-PE, Sileno Guedes.

DILMA TEM 39%, MARINA, 25%, E AÉCIO, 19%, APONTA IBOPE

Com informações do G1 PE -

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (30) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto na corrida para a Presidência da República:

- Dilma Rousseff (PT): 39%
- Marina Silva (PSB): 25%
- Aécio Neves (PSDB): 19%
- Pastor Everaldo (PSC): 1%
- Luciana Genro (PSOL): 1%
- Zé Maria (PSTU): 0%*
- Eduardo Jorge (PV): 0%*
- Rui Costa Pimenta (PCO): 0%*
- Eymael (PSDC): 0%*
- Levy Fidelix (PRTB): 0%*
- Mauro Iasi (PCB): 0%*
- Branco/nulo: 7%
- Não sabe/não respondeu: 7%

* Cada um dos seis indicados com 0% não atingiu 1% das intenções de voto; somados, eles têm 1%

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "O Estado de S.Paulo".
No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 23, Dilma tinha 38%, Marina, 29%, e Aécio, 19%.

Segundo turno
O Ibope também simulou três cenários de segundo turno. São eles:
- Dilma Rousseff: 42%
- Marina Silva: 38%
- Branco/nulo: 12%
- Não sabe/não respondeu: 8%

- Dilma Rousseff: 45%
- Aécio Neves: 35%
- Branco/nulo: 12%
- Não sabe/não respondeu: 8%

- Marina Silva: 38%
- Aécio Neves: 34%
- Branco/nulo: 16%
- Não sabe/não respondeu: 12%

O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 203 municípios entre os dias 27 e 29 de setembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-00909/2014.

Espontânea
Na modalidade espontânea da pesquisa (em que o pesquisador somente pergunta ao eleitor em quem ele pretende votar, sem apresentar a relação de candidatos), o resultado foi o seguinte:
- Dilma Rousseff (PT): 36%
- Marina Silva (PSB): 21%
- Aécio Neves (PSDB): 16%
- Outros: 1%
- Branco/nulo: 9%
- Não sabe/não respondeu: 1%

Rejeição
De acordo com a pesquisa, a presidente Dilma tem a maior taxa de rejeição (percentual dos que disseram que não votam em um candidato de jeito nenhum). Nesse item da pesquisa, os entrevistados puderam escolher mais de um nome.

- Dilma Roussef: 31%
- Marina Silva: 20%
- Aécio Neves: 19%
- Pastor Everaldo: 14%
- Levy Fidelix : 11%
- Zé Maria: 10%
- Eymael: 10%
- Luciana Genro: 9%
- Mauro Iasi: 9%
- Rui Costa Pimenta: 8%
- Eduardo Jorge: 8%

Avaliação do governo
A pesquisa mostra que a administração da presidente Dilma tem a aprovação de 38% dos eleitores entrevistados – no levantamento anterior, divulgado no último dia 23, o índice era de 39%. O percentual de aprovação reúne os entrevistados que avaliam o governo como "ótimo" ou "bom".

Os que julgam o governo "ruim" ou "péssimo" são 28%, segundo o Ibope. Para 33%, o governo é "regular". Os dois índices são os mesmos do levantamento anterior.

O resultado da pesquisa de avaliação do governo Dilma foi o seguinte:

- Ótimo/bom: 38%
- Regular: 33%
- Ruim/péssimo: 28%
- Não sabe/não respondeu: 1%

Expectativa de vitória
O Ibope também perguntou aos entrevistados quem eles acham que será o próximo presidente da República, independentemente da intenção de voto. Para 58%, Dilma sairá vitoriosa; 20% acreditam que Marina ganhará; e 10% apostam na vitória de Aécio; 12% não sabem ou não responderam.

NESTA TERÇA, TV GLOBO PE REALIZA DEBATE ENTRE CANDIDATOS AO GOVERNO DO ESTADO

Com informações do G1 PE -

A Rede Globo PE realiza, na noite desta terça-feira (30), o último debate televisivo entre os candidatos ao governo, antes do primeiro turno da eleição deste ano. O debate acontece em todas as capitais do País: em Pernambuco, será realizado na sede da TV Globo, em Olinda, começando logo depois da novela "Império". O G1 PE transmite o debate ao vivo.

Os candidatos Armando Monteiro (PTB), Paulo Câmara (PSB) e Zé Gomes (PSOL) participam do encontro, no estúdio da emissora. Foram convidados candidatos de partidos ou coligações com representação na Câmara dos Deputados, em Brasília.

O debate tem uma hora de duração e é dividido em três blocos, com perguntas de candidato para candidato e mediação do jornalista Márcio Bonfim. No primeiro, as perguntas são sobre temas de livre escolha; no segundo, os temas são determinados e sorteados na hora; o terceiro bloco está reservado para as considerações finais.

O posicionamento dos candidatos no estúdio foi decidido por sorteio, na presença de representantes dos partidos. Também foi definida por sorteio a ordem dos candidatos que farão perguntas em cada bloco.
A produção do debate envolve o trabalho de 100 profissionais. Uma estrutura de salas individuais foi montada para cada candidato, com suas respectivas equipes, além de uma sala para recepção da imprensa que acompanhará a discussão.

EM PE, GREVE DOS BANCÁRIOS TEM ADESÃO DE 55%

Com informações do PE247 -

O primeiro dia da greve dos bancários foi marcado pela adesão de 55% dos 12 mil funcionários que compõem a categoria em todo o Estado, segundo o Sindicato dos Bancários de Pernambuco. Somente nesta terça-feira (30), 337 das 610 agências bancárias em Pernambuco não prestaram atendimento aos usuários.

De acordo com o sindicato, do total de agências paralisadas cerca de 80% eram pertencentes a bancos públicos e os demais a instituições privadas. A expectativa é que a adesão da categoria cresça nos próximos dias.

Ainda segundo a entidade, o autoatendimento deverá funcionar normalmente, uma vez que os caixas eletrônicos são abastecidos por empresas terceirizadas.

No ano passado, os bancários cruzaram os braços por 23 dias consecutivos. Ao término da greve, a categoria obteve um reajuste salarial de 8%, com ganho real de 1,82%.

Agora, os trabalhadores pleiteiam um reajuste da ordem de 12,5%, com ganho real de 5,8%. A categoria também pede a melhoria das condições de trabalho, contratação de pessoal, além do fim do assédio moral e das metas abusivas.

DATAFOLHA: DILMA 40%; MARINA 25%; AÉCIO 20%

Com informações do BR247 -

Pesquisa Datafolha divulgada nesta terça-feira 30 mostra que a vantagem da presidente Dilma Rousseff sobre a Marina Silva, segunda colocada, aumentou para 15 pontos, dois a mais do que na última pesquisa, divulgada há quatro dias.

A petista se manteve com 40% das intenções de voto, contra 25% da candidata do PSB, que caiu dois pontos. Aécio Neves, que tinha 18% na mostra anterior, cresceu para 20% nessa pesquisa, se aproximando mais de Marina.

Em simulação de segundo turno entre Dilma e Marina, a presidente seria reeleita com 54% dos votos, contra 46% da adversária. Entre Dilma e Aécio, a vitória da petista seria por 50% contra 41%.

O levantamento foi feito com 7.526 pessoas entre os dias 29 e 30, contratado pela Folha de S. Paulo e Rede Globo. Na pesquisa anterior, divulgada na última sexta-feira 26, Dilma dobrou a vantagem sobre Marina Silva. Leia abaixo a matéria publicada anteriormente pelo 247:

DATAFOLHA: DILMA DOBRA VANTAGEM SOBRE MARINA

Presidente Dilma Rousseff, do PT, tem 40%, contra 27% de Marina Silva, do PSB, e 18% de Aécio Neves, no PSDB; há uma semana, a vantagem de Dilma sobre Marina no primeiro turno era de sete pontos; hoje é de 13 pontos; no segundo turno, ela também venceria: 47% a 43%

Mariana Tokarnia – Repórter da Agência Brasil

Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (26) mostra a candidata do PT à reeleição, Dilma Rousseff, com 40% das intenções de voto, Marina Silva, do PSB, com 27%, e Aécio Neves, do PSDB, com 18%. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal Folha de S.Paulo.

A vantagem de Dilma sobre Marina no primeiro turno aumentou em relação à pesquisa anterior, divulgada no dia 19, na qual Dilma aparecia com 37% e Marina com 30%. Aécio estava com com 17% das intenções de voto.

No levantamento de hoje, os candidatos Pastor Everaldo, do PSC; Luciana Genro, do PSOL, e Eduardo Jorge, do PV, aparecem cada um com 1% das intenções. Os demais candidatos, Zé Maria, do PSTU; Eymael, do PSDC; Levy Fidelix, do PRTB; Mauro Iasi, do PCB; e Rui Costa Pimenta, do PCO, têm, juntos, 1%. Votos nulos ou brancos somam 5% e são 6% os indecisos.

De acordo com a pesquisa, na simulação de segundo turno entre Dilma e Marina, a candidata do PT alcançaria 47%, contra 43% da candidata do PSB, o que configura empate técnico considerada a margem de erro de 2 pontos percentuais. Na semana passada, Marina tinha 46% e Dilma, 44%.

Em uma possível disputa entre Dilma e Aécio, a petista venceria por 50% a 39%. Na semana passada, Dilma tinha 49% e Aécio, 39%.

Dilma tem 31% de rejeição; Marina, 23%; Pastor Everaldo, 22%; Aécio, 20%; Zé Maria, 17%; Levy Fidelix, 17%; Eymael, 16%; Luciana Genro, 15%; Rui Costa Pimenta, 14%; Eduardo Jorge, 13%; e Mauro Iasi, 13%.

Foram feitas 11.474 entrevistas, ontem (25) e hoje, em 402 municípios. Com margem de erro de 2 pontos percentuais (para mais ou para menos) e nível de confiança de 95%, a pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-00782/2014.

PAULO E MARINA COMANDAM EMOCIONANTE COMÍCIO EM CARUARU

Com informações da Assessoria de Imprensa do PSB -

Mais de 12 mil pessoas acompanharam o ato em praça pública


Historicamente palco de grandes atos políticos, o município de Caruaru, no Agreste, abrigou, na noite dessa segunda-feira (29), um dos comícios mais emocionantes de sua história. Mais de 12 mil pessoas se reuniram em praça pública para mostrar com entusiasmo o seu apoio aos avanços das transformações vivenciadas pelo Estado, com a eleição de Paulo Câmara (PSB) governador, e a uma necessária mudança de rumo no País, com Marina Silva (PSB) presidente. A multidão cantava, agitava bandeiras e fazia coro a cada fala que ecoava no palanque.

"A alegria com que estamos sendo recebidos por vocês nos mostra que estamos no caminho certo. Mostra que Pernambuco quer e vai seguir no caminho das transformações. Faltam seis dias para que o Estado aponte para o futuro", destacou Paulo Câmara. Além de Marina e de seus companheiros de chapa, Raul Henry (PMDB/vice) e Fernando Bezerra Coelho (PSB/Senado), o socialista estava acompanhado pelo governador João Lyra Neto (PSB); pelo prefeito José Queiroz (PDT); por Beto Albuquerque (PSB), postulante a vice-presidente; pelo prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB); pela ex-primeira-dama Renata Campos; e pelos filhos do ex-governador Eduardo Campos, Maria Eduarda, João e Pedro.

Parceira do ex-governador Eduardo Campos na construção de uma proposta para recolocar o Brasil nos trilhos, Marina afirmou que enxerga em Paulo Câmara o símbolo da continuidade das conquistas acumuladas ao longo dos governos comandados pelo saudoso líder socialista. "Paulo, você é a continuação do legado de Eduardo. Muito obrigado por doar seu trabalho, seu esforço, sua competência para levar esse legado a diante", exaltou Marina.

A fala da presidenciável deixou ainda mais emocionados aqueles que presenciavam o comício. Gritos de "Eduardo, guerreiro, do povo brasileiro" eram repetidos como um mantra de uma gente que não perde a esperança no futuro do Estado. "Doutor Arraes nos ensinou que o impossível o povo nos ajudar fazer. E vamos fazer Pernambuco ter a melhor escola pública do Brasil, uma saúde mais humanizada, mais segurança, mais infraestrutura e mais água", bradou Paulo Câmara.

CAMINHADA - Antes do comício, Paulo Câmara liderou uma bonita caminhada por ruas de Caruaru. Ao longo do percurso, cada vez mais pessoas se juntavam em união ao socialista e seus companheiros de chapa. Os caruaruenses faziam questão de deixar claro que confiam na capacidade de Paulo e nos bons sentimentos que movem a Frente Popular. "Pernambuco vai continuar no caminho da boa política, da decência da ética", assegurou o candidato ao Governo.











Fotos: Wagner Ramos

40 MIL VOZES SE UNEM NO RECIFE PARA DIZER QUE "AGORA É LÁ E LÔ"

Com informações da Assessoria de Imprensa do PSB -

Em mega festa no Cais da Alfândega, Paulo Câmara e Marina Silva emocionam pernambucanos


Um encontro para marcar história. Cerca de 40 mil pessoas acompanharam no Recife, às margens do rio Capibaribe, o grande comício conjunto de Paulo Câmara e Marina Silva (ambos do PSB), respectivamente, candidatos a governador de Pernambuco e presidente da República, nessa segunda-feira (29), no Cais da Alfândega. Vindos de todas as regiões do Estado, os pernambucanos mostraram que vão votar fechado na escolha de seus governantes nas esferas estadual e federal, assim como no candidato da Frente Popular ao Senado, Fernando Bezerra Coelho (PSB), mostrando que, como diz o jingle da campanha socialista, "agora é lá e lô". 

Precedido por um coro de 40 mil vozes cantando Madeira do Rosarinho, frevo de bloco que se tornou um hino da Frente Popular, Paulo ressaltou a sintonia entre o projeto que mudou Pernambuco nos últimos oito anos e aquele que Marina representa para o País, ambos tendo no ex-governador Eduardo Campos seu idealizador. "O tempo bom de Pernambuco só está começando, depende só de continuarmos no caminho certo. E depende de levarmos esse tempo bom para o restante do País, para o Brasil voltar a crescer, se desenvolver; mas com transparência, sem corrupção, sem fisiologismo, olhando para aqueles que mais precisam", defendeu o candidato.

O socialista lembrou que os adversários afirmaram que tanto Eduardo, em 2006, quanto o prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), em 2012, não conseguiriam se eleger. Após as suas respectivas vitórias nas urnas, diziam, não cumpririam o que prometeram. "É o que está acontecendo agora. Já perceberam que, com a ajuda de vocês, eu vou ganhar a eleição. E começam a colocar em dúvida o cumprimento das nossas propostas. Pois eu venho de uma escola de gente que cumpre seus compromissos. E eu vou cumpri-los todos", garantiu.

Marina Silva disse sentir-se acolhida e abraçada em Pernambuco, pela energia com que foi recebida, tanto no evento anterior, em Caruaru, quanto no do Recife. Ela pediu que, até o dia 5 de outubro, cada um de seus eleitores e de Paulo consiga um ou mais votos para ambos, "para surpreender aqueles que achavam que já tinham vencido"; e elogiou seu correligionário. "Eduardo escolheu o mais jovem entre tantos nomes possíveis, por ter percebido em Paulo uma grande semente para se tornar uma frondosa árvore e que vai gerar muitos frutos para Pernambuco. Elegê-lo é um dever dos pernambucanos, como forma de homenagear o ex-governador", defendeu a ex-senadora, sob os aplausos dos presentes.

Em um discurso que encheu de emoção o Cais da Alfândega, João Campos, filho de Eduardo, lembrou mais uma vez o legado do pai, afirmando que o povo pernambucano dividiu com a família a tristeza pela morte do líder, e os brasileiros choraram pelo futuro que ele representava. "Meu pai apontou o caminho, mostrou como esta frente deveria marchar unida para continuar o desenvolvimento deste Estado. Indicou Paulo, um jovem que já era um líder dentro de seu Governo. Um líder não se faz, nem se cria, ele tem vocação. Ao morrer, meu pai transformou-se em seus sonhos e ideais. Por isso estou aqui. Porque devo, a ele e à sua memória, falar  sobre os seus sonhos ao povo de Pernambuco e do Brasil", salientou.

Candidato a vice na chapa presidencial, Beto Albuquerque (PSB) recordou a amizade de anos com o ex-governador e apontou a importância da eleição estadual. "Eu e Marina viemos aqui para dizer que o 'vira-virou' aconteceu, e Paulo, como prevíamos, vai ganhar a eleição, vai dar um chocolate na turma que já tinha pegado na taça, dando a vitória por favas contadas. Viemos aqui para falar que é de Pernambuco que vamos levar para o Brasil a nova política", discursou o gaúcho, citando programas estaduais que fizeram Eduardo ser reconhecido anos a fio como o melhor governador do Brasil, como o Pacto pela Vida, as escolas em tempo integral, o Mãe Coruja.

"Marina, Paulo Câmara vai liderar o generoso povo de Pernambuco, a partir de 2015, e será o responsável por levar adiante os sonhos e bandeiras que Eduardo defendia. Ele será o grande avalista de seu mandato como presidente da República. Estará com você, no tempo bom e no tempo ruim", previu o candidato ao Senado, Fernando Bezerra Coelho, para quem os pernambucanos estão unidos em defesa destes ideais, "do cais ao Sertão".












Fotos: Aluísio Moreira e Rodrigo Lobo

COMÍCIO DE MARINA REÚNE QUATRO MIL PESSOAS EM CARUARU

Com informações do Blog de Inaldo Sampaio -

A candidata do PSB à Presidência da República, Marina Silva, participou de dois comícios em Pernambuco na noite desta segunda-feira (29), um em Caruaru e outro no Recife. No comício de Caruaru, encerrado por volta das 19h30, reuniu cerca de 4 mil pessoas no Largo da Estação.

Estiveram presentes o governador João Lyra Neto, os prefeitos José Queiroz (Caruaru) e Geraldo Júlio (Recife), a chapa majoritária da Frente Popular (Paulo Câmara, Raul Henry e Fernando Bezerra Coelho), o candidato a vice, Beto Albuquerque e a viúva de Eduardo Campos, Renata, com todos os filhos.

Marina desembarcou em Caruaru no final da tarde ainda sob o impacto do debate da véspera na TV Record, em que foi acusada por Dilma Rousseff de ter mentido no debate da Band ao dizer que tinha votado a favor da criação da CPMF (imposto do cheque).

Dilma afirmou que Marina votou quatro vezes contra a CPMF e que não admitiu que a candidata do PSB não se lembrasse mais como votou.

A “pancada” foi tão grande que o comitê de Marina divulgou na noite desta segunda-feira a seguinte “Nota de Esclarecimento”

A VERDADE DE MARINA

O PT distorce a realidade e mente sobre a questão da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira).

Marina Silva sempre lutou pela saúde e contra a pobreza. A CPMF foi estudada e avaliada como insumo para essas áreas. O embrião dessa contribuição deu origem a um debate longo e a uma votação complexa no Congresso Nacional, com idas e vindas de posicionamentos partidários até que a CPMF viesse a existir.

O PT pinçou momentos dessa votação e hoje quer fazer crer, com sua seleção maldosa e fora de contexto, que Marina teria sido contra a CPMF.

A verdade é outra. A então senadora pelo PT se opôs a todas as propostas em debate que ofereciam a possibilidade de distorção da finalidade social da CPMF, em especial aquelas que permitiam o uso dos recursos da contribuição para tampar os rombos das contas do governo federal. Vamos aos fatos e ao contexto:

Em 22 de outubro de 1996, o Senado aprovou a lei que regulamentou a CPMF, que passaria a ser recolhida a partir de janeiro do ano seguinte. Não houve qualquer alteração no projeto que a Câmara aprovou. O único voto contrário foi o do senador Fernando Bezerra (PMDB-RN).

A votação no Senado foi simbólica, sem registro eletrônico do voto. A bancada do PT no Senado – e Marina era senadora pelo PT no período – foi favorável ao projeto, de maneira contrária ao que decidiram os deputados do partido.

O PT desconstrói, assim, sua própria história com o único objetivo de, hoje, prejudicar a candidatura de Marina.

Quem mente? Nos anais do Senado, há a transcrição da fala do senador José Eduardo Dutra (PT-SE) no dia da aprovação da CPMF, na qual afirma: “De modo geral, votamos favoravelmente ao projeto”.

Coerente com suas ideias, Marina muitas vezes adotou posição contrária a do PT. Em 1999, liderou a instalação de uma Comissão Mista do Congresso Nacional para analisar a criação do Fundo de Combate à Pobreza proposto pelo senador Antonio Carlos Magalhães, do PFL.

A senadora considerava a iniciativa importante para avançar no combate à desigualdade social. O PT se opunha por ser de autoria de um histórico adversário político.

Nas discussões na Comissão Mista que analisou o projeto, Marina, ao lado do senador Eduardo Suplicy (PT-SP), foi uma defensora do uso da CPMF para a formação do Fundo.

A liderança do PT na comissão era contrária à medida e só mudou de posição quando o relator da Comissão, deputado Roberto Brant (PFL-MG), incorporou sugestões articuladas pela senadora.

Quando foi levado ao plenário do Congresso, as emendas aprovadas na Comissão foram retiradas, o que desfigurou a proposição formulada pela Comissão Mista. Isso levou Marina a se opor ao texto da emenda constitucional aprovado, em especial por causa da retirada de um volume expressivo de receitas do Fundo de Combate à Pobreza.

Esse movimento é que vem sendo exposto de forma distorcida na propaganda política do PT. Com dados parciais retirados do contexto inventa-se e repete-se uma mentira. Manobra de quem perdeu a cabeça e as medidas. Manobra de desesperados.

A coerência de Marina pode ser testemunhada em outros períodos, como em importantes iniciativas do governo Fernando Henrique Cardoso (1995-2002) que contaram com a oposição petista, sem qualquer disposição para debater o mérito e avaliar se as propostas contribuíam efetivamente para um Brasil melhor e para transformar o País num protagonista global na preservação e uso sustentável de seus recursos naturais.

Foi assim quando ela assumiu a defesa do projeto que ampliou as áreas de reserva legal de florestas de 50% para 80% nas propriedades instaladas na Amazônia, quando se empenhou para que o País assinasse o Protocolo de Kyoto, que estabeleceu metas para redução de emissão de gases que favorecem o efeito estufa e quando lutou para a adesão à Convenção 169, da Organização Internacional do Trabalho, para reconhecer os direitos dos povos indígenas e tribais à autonomia e preservação de suas culturas. Em todas essas situações, quem ganhou foi o Brasil.

O caso da CPMF é mais um ato da incansável campanha de fofocas e mentiras do PT, que distorce a história para tentar tirar proveito eleitoral. É mais uma peça do marketing selvagem daqueles que, apavorados diante da possibilidade de se verem destituídos de poder ter um pedaço do Estado para chamar de seu, atacam, mentindo. Extraem uma parte da verdade, distorcem e querem convencer a opinião pública do contrário da realidade.

Marina é clara quando diz que o Brasil não pode mais viver sob a égide daqueles que fazem oposição por oposição. E é taxativa sobre a necessidade de se ter posição e enfrentar, republicanamente, o debate para construir a proposta que seja do interesse do cidadão e da cidadã brasileiros.

Foto: Reprodução

AGENDA PAULO CÂMARA - TERÇA-FEIRA, 30 DE SETEMBRO

Com informações da Assessoria de Imprensa do PSB -


22h - Debate TV Globo PE
Local: Rua José Dias Raposo, 1000. Ouro Preto, Olinda

O "CASAMENTO" DO VOTO EM PERNAMBUCO

Com informações do Blog de Inaldo Sampaio -

Em regra, o eleitor não “casa” o seu voto para presidente com o voto de governador. As motivações políticas são distintas. Em São Paulo, por exemplo, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) tem 51% das intenções de voto, segundo o Datafolha, e deve vencer no 1º turno. Mas o candidato do seu partido a presidente, Aécio Neves, é o 3º colocado, perdendo para Dilma e Marina Silva. 

Já tivemos este filme em Pernambuco em 1994. Ganhou Fernando Henrique Cardoso para presidente. Mas para o governo estadual o eleito não foi o candidato dele, Gustavo Krause, e sim Miguel Arraes, que apoiava Lula. Nesta reta final da eleição, haverá um esforço dos dois principais candidatos a governador para “casarem” seus votos com o de presidente. Armando Monteiro, que tem 34% no Datafolha, tentará “casar” seu voto com o de Dilma, que tem 42%. E Paulo Câmara, que tem 43%, vai tentar seguir junto com Marina, que tem 40%.

O desempenho dos senadores

Dos sete senadores nordestinos que disputam governos estaduais, três estão em 1º na corrida e quatro se encontram em 2º lugar. Estão em 1º Wellington Dias (PT-PI), Eunício Oliveira (PMDB-CE) e Cássio Cunha Lima (PSDB-PB). E na 2ª colocação Lobão Filho (PMDB-MA), Armando Monteiro (PTB-PE), Benedito de Lira (PP-AL) e Eduardo Amorim (PSC-SE). Eunício é ameaçado no CE por Camilo Santana (PT) e Cássio na PB por Ricardo Coutinho (PSB).

Queda – Marina (PSB) não viria mais a Pernambuco nesta última semana de campanha. Mas, atendendo a pedido do vice, Beto Albuquerque, resolveu participar de dois eventos, um em Caruaru e outro no Recife. Seus olhos estão voltados para SP onde está em processo de declínio. No espaço de uma semana, segundo o Datafolha, caiu de 40% para 34% das intenções de voto.

Comando – Sob o comando do pernambucano Sérgio Guerra, o PSDB, com José Serra, teve 44% dos votos presidenciais em 2010. Hoje Aécio está penando para tentar chegar a 20%.

Religião – Cleiton Collins (PP), pastor evangélico, deputado estadual e candidato à reeleição, exibiu ontem em seu horário político o apoio dos pastores Silas Malafaia e Marco Feliciano.

Carga – O PSDB deve estar arrependido por não ter lançado candidato próprio ao governo estadual. Na PB, onde lançou Cássio Cunha Lima, Aécio está com 18% de intenções de voto.

Força – A caminho de sua 5ª eleição para deputado, o tucano Antonio Moraes voltou de Chã Grande, domingo, verdadeiramente surpreso com a multidão que o ex-prefeito Diogo Alexandre (PR) levou às ruas. “Nunca tinha visto aquilo num município pequeno”, disse ele.

Gravação – Fernando Bezerra Coelho (PSB) reuniu ontem num café da manhã, no Recife, 18 vereadores da base governista para fazer uma gravação ao lado deles. É que tem pela frente apenas 5 dias para tirar a diferença que, segundo o Datafolha, o separa de João Paulo (PT).

Ciência – O ex-deputado Maurílio Ferreira Lima completou ontem 74 anos e em vez de fazer festa prestou uma homenagem a Gisela Maranhão, mãe do ativista político Bruno Maranhão e ao cientista Luiz Hildebrando Pereira da Silva, que conheceu no exílio, na França. O cientista, que nasceu em SP, fundou um centro de pesquisas em Rondônia para pesquisar a vacina contra a malária.

É agora! – O engenheiro e ex-prefeito de Paudalho, Eufrásio Gouveia (PMDB), diz que sua cidade, depois de 52 anos, tem chance concreta de eleger um deputado estadual, que seria ele próprio, com apoio do atual prefeito José Pereira (PSB). Ambos apoiam Tadeu Alencar (PSB) para a Câmara Federal. O último estadual que Paudalho elegeu foi Almany Sampaio, irmão de Dorany, em 1962.

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

DILMA TEM 40%, MARINA, 24% E AÉCIO 18%, INDICA PESQUISA VOX POPULI

Com informações da Agência Estado -

Pesquisa Vox Populi divulgada na noite desta segunda-feira (29), pela Rede Record, mostra vantagem de 16 pontos da presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, sobre Marina Silva (PSB) no primeiro turno e de 7 pontos no segundo.

No primeiro turno, o levantamento aponta Dilma com 40% das intenções de voto contra 24% de Marina e 18% do candidato Aécio Neves (PSDB). Votos em branco e nulos são 6% e indecisos, 11%. Na pesquisa anterior, divulgada na quinta-feira, 25, pela revista CartaCapital, Dilma aparecia com 38%, Marina, com 25%, e Aécio, com 17%.

Na simulação de segundo turno, Dilma aparece com 46% contra 39% de Marina. Na mostra anterior, a petista somava 42% contra 41% da pessebista. Os votos em branco e nulos somam 9%, e os indecisos, 6%. Num cenário que considera Aécio o adversário de Dilma, a petista tem 48% contra 38% do tucano. Na mostra anterior, a presidente tinha 45% contra 37% do senador. Os votos em branco e nulo somam 9%, e os que não sabem ou não responderam 5%

Os candidatos Pastor Everaldo (PSC) e Luciana Genro (PSOL) têm 1% nas intenções de voto cada. Eduardo Jorge (PV), Levy Fidelix (PRTB), Eymael (PSDC), Rui Costa Pimenta (PCO), Mauro Iasi (PCB) José Maria de Almeida (PSTU) não pontuaram.

Em termos numéricos, Dilma possui a maior parte da preferência em todas as regiões do País, de acordo com a pesquisa. No Sudeste, maior colégio eleitoral, ela alcançou 29%, contra 26% de Marina e 21% de Aécio. Os adversários têm 2% juntos, votos em brancos e nulos totalizam 9% e indecisos são 14%.

No Nordeste, a presidente obteve 60% das intenções, contra 20% de Marina e 8% de Aécio. Os demais concorrentes somaram 1%, enquanto em branco e nulos são 4% e indecisos, 6%. No Sul, Dilma atingiu 35%, contra 29% de Aécio e 17% da ex-senadora. Os demais somam 3%, em branco e nulos são 4% e os indecisos, 12%.

No Centro-Oeste e Norte, a petista tem 40%, Marina, 28%, e Aécio 19%. Outros candidatos totalizam 1%, em branco e nulos são 2% e os eleitores que não sabem ou não responderam atingiram 10%.

O Vox Populi, contratado pela Rede Record, entrevistou 2 mil eleitores em 147 cidades do País entre 27 e 28 de setembro. A margem de erro é de 2,2 pontos porcentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00888/2014.

BANCÁRIOS DEFLAGRAM GREVE POR TEMPO INDETERMINADO

Com informações do BR247 -

Os bancários de bancos públicos e privados de todo o país entram em greve nacional a partir desta terça-feira 30, por tempo indeterminado. Por orientação do Comando Nacional, coordenado pela Contraf-CUT, a decisão foi tomada pelas assembleias realizadas pelos sindicatos nesta segunda-feira à noite, que ratificaram as decisões das assembleias do dia 25 e rejeitaram a nova proposta apresentada no sábado 27 pela Fenaban, elevando o índice de reajuste de 7% para 7,35% (0,94% de aumento real) para os salários e demais verbas salariais e de 7,5% para 8% (1,55% acima da inflação).

“Além de o índice de reajuste não atender a expectativa dos bancários, a proposta não contempla as reivindicações não econômicas, que para nós são imprescindíveis, como garantia de emprego, combate às metas abusivas e ao assédio moral, segurança bancária e igualdade de oportunidades. Queremos mais dos bancos, que têm aqui a mais alta rentabilidade de todo o sistema financeiro internacional”, afirma Carlos Cordeiro, presidente da Contraf-CUT e coordenador do Comando Nacional. 

Somente os seis maiores bancos (Banco do Brasil, Itaú, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Santander e HSBC), que somados detêm mais de 85% dos ativos do sistema financeiro e empregam mais de 90% dos bancários, tiveram lucro líquido de R$ 56,7 bilhões em 2013 e mais R$ 28,5 bilhões no primeiro semestre deste ano.

“Para conseguir esses lucros estratosféricos, os bancos estão fazendo demissões e usando a rotatividade para reduzir a média salarial da categoria e submetendo os bancários a uma crescente pressão por cumprimento de metas abusivas, que levam com frequência à prática do assédio moral”, destaca Carlos Cordeiro. Em razão disso, 18,6 mil bancários doentes foram afastados do trabalho pelo INSS em 2013 (aumento de 41% em relação aos últimos cinco anos), mais da metade dos quais com diagnóstico de transtornos mentais e do sistema nervoso – doenças que cresceram 64,3% desde 2008.

O Comando Nacional, formado pela Contraf-CUT, dez federações e 134 sindicatos de bancários de todo o país, que representam mais de 90% dos 511 mil trabalhadores de bancos públicos e privados. Um balanço do primeiro dia de greve será divulgado no final da tarde desta terça-feira, com base nas informações que serão enviadas pelos sindicatos para a Contraf-CUT.

Acompanhe pelo portal www.contrafcut.org.br os resultados das assembleias em todo o país.

As principais reivindicações dos bancários

Reajuste salarial de 12,5%.

Piso Salarial de R$ 2.979,25

PLR: três salários mais parcela adicional de R$ 6.247.

14º salário.

Vales alimentação, refeição, cesta-alimentação, 13ª cesta e auxílio-creche/babá: R$ 724,00 ao mês para cada (salário mínimo nacional).

Gratificação de caixa: R$ 1.042,74.

Gratificação de função: 70% do salário do cargo efetivo.

Vale-cultura: R$ 112,50 para todos.

Fim das metas abusivas.

Combate ao assédio moral.

Isonomia de direitos para afastados por motivo de saúde.

Manutenção dos planos de saúde na aposentadoria.

Emprego: fim das demissões e da rotatividade, mais contratações, proibição às dispensas imotivadas como determina a Convenção 158 da OIT, aumento da inclusão bancária e combate às terceirizações.

Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) para todos os bancários.

Auxílio-educação: pagamento para graduação e pós.

Prevenção contra assaltos e sequestros: cumprimento da Lei 7.102/83 que exige plano de segurança em agências e PABs, garantindo pelo menos dois vigilantes durante todo o horário de funcionamento dos bancos; instalação de portas giratórias com detector de metais na entrada das áreas de autoatendimento das agências; biombos em frente aos caixas e fim da guarda das chaves de cofres e agências por bancários. 

Igualdade de oportunidades para todos, pondo fim às discriminações nos salários e na ascensão profissional de mulheres, negros, gays, lésbicas, transexuais e pessoas com deficiência (PCDs). 

A proposta dos bancos rejeitada pelos bancários

Reajuste de 7,35% (0,94% de aumento real).

Piso portaria após 90 dias - 1.240,89 (8% ou 1,55% de aumento real).

Piso escritório após 90 dias - R$ 1.779,97 (1,55% acima da inflação).

Piso caixa/tesouraria após 90 dias - R$ 2.403,60 (salário mais gratificação mais outras verbas de caixa), significando 1,39% de aumento real.

PLR regra básica - 90% do salário mais R$ 1.818,51, limitado a R$ 9.755,42. Se o total ficar abaixo de 5% do lucro líquido, salta para 2,2 salários , com teto de R$ 21.461,91.

PLR parcela adicional - 2,2% do lucro líquido dividido linearmente para todos, limitado a R$ 3.637,02.

...................................................................
Antecipação da PLR

Primeira parcela depositada até dez dias após assinatura da Convenção Coletiva e a segunda até 2 de março de 2015. 

Regra básica - 54% do salário mais fixo de R$ 1.091,11, limitado a R$ 5.853,25 e ao teto de 12,8% do lucro líquido - o que ocorrer primeiro.

Parcela adicional - 2,2% do lucro líquido do primeiro semestre de 2014, limitado a R$ 1.818,51.
...................................................................

Auxílio-refeição - R$ 24,88.

Auxílio cesta alimentação e 13ª cesta - R$ 426,60.

Auxílio-creche/babá (filhos até 71 meses) - R$ 355,02.

Auxílio-creche/babá (filhos até 83 meses) - R$ 303,70.

Gratificação de compensador de cheques - R$ 137,97.

Requalificação profissional - R$ 1.214,00

Auxílio-funeral - R$ 814,57.

Indenização por morte ou incapacidade decorrente de assalto - R$ 121.468,95.

Ajuda deslocamento noturno - R$ 85,03.


Secretaria de Imprensa- Contraf-CUT

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More