VOCÊ FAZ O SUCESSO

VOCÊ FAZ O SUCESSO

BAIXE O APLICATIVO RADIOSNET E OUÇA A NOVA XUCURU EM TODO LUGAR; CLIQUE NA FOTO ABAIXO E SAIBA MAIS

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

NERVOSO E SEM INSPIRAÇÃO, PALMEIRAS PERDE PARA O LIBERTAD NO PARAGUAI PELA LIBERTADORES

Se o primeiro jogo como visitante na Taça Libertadores da América era importante para avaliar as perspectivas do Palmeiras no torneio, o torcedor alviverde voltou a ter motivos para se preocupar.

Weldinho, em ação pelo Palmeiras contra o
Libertad (Foto: AFP)
Perdido na grande parte do tempo e muito nervoso, o time de Gilson Kleina mostrou apenas dez minutos de bom futebol e não foi páreo para o Libertad, que venceu com propriedade por 2 a 0, em Assunção, e assumiu a liderança do Grupo 2 do torneio sul-americano. O resultado acabou com uma invencibilidade de sete jogos da equipe do Palestra Itália na temporada.

Foi uma noite em que nada deu certo para o Verdão. A defesa marcou mal; o meio-campo não conseguiu dar proteção e pouco criou; e o ataque levou perigo em apenas duas jogadas. Escalados no segundo tempo, Valdivia e Kleber pouco acrescentaram. O treinador Gilson Kleina tentou de tudo: mexeu no esquema tático, botou o time no ataque, gritou o tempo todo do banco de reservas. Mas nada funcionou.

Com a vitória, os paraguaios chegam a seis pontos, deixando o Verdão com os três da vitória conquistada sobre o Sporting Cristal na estreia, na terceira colocação. Os peruanos, que venceram o Tigre por 2 a 0 nesta quarta-feira, têm a mesma pontuação, mas um saldo de gols melhor (1 contra -1). Os argentinos ocupam a lanterna, zerados.

O Palmeiras folgará no fim de semana. O jogo contra o Paulista de Jundiaí, pelo Paulistão, foi adiado para o dia 14. Assim, o time poderá se preparar melhor para a partida contra o Tigre, quarta-feira, na Argentina. Pelo Paulistão, o próximo compromisso está marcado para o dia 10, contra o São Paulo, no Morumbi.

Informa o Globoesporte.com

PORTUGUÊS TERÁ 350 MILHÕES DE FALANTES ATÉ O FINAL DO SÉCULO, PREVÊ ESPECIALISTA

Até o final do século 21, os oito países falantes de língua portuguesa (Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste) terão uma população de 350 milhões de pessoas – 100 milhões a mais que os atuais cerca de 250 milhões (dos quais mais de 190 milhões são brasileiros).

A conta é de Eugénio Anacoreta Correia, presidente do Conselho de Administração do Observatório da Língua Portuguesa, que funciona em Lisboa. Segundo ele, o número crescente de falantes do idioma é um dos fatores que aumentam o “potencial econômico” da língua.

Em sua opinião, a tendência demográfica - junto com a ascensão econômica de Angola, Brasil e Moçambique, bem como fatores culturais (como a música) e a Copa de Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos Rio 2016 – explicam o “boom do interesse” mundial pelo português, ao falar do aunento da procura por cursos de português em países não lusófonos.

Correia encerrou hoje (28) o 1º Congresso Internacional da Língua Portuguesa, organizado pelo observatório e pela Universidade Lusíada. O adiamento no Brasil da obrigatoriedade da nova ortografia para 2016 (decidido pela presidenta Dilma Rousseff em dezembro passado) em nada afeta a expansão do idioma, na avaliação de Correia.

“Eu não dou tragédia nenhuma a isso”, disse, se expressando de modo peculiar aos portugueses. “Não é drama nenhum. O acordo não pode ser imposto, tem que ser absorvido pela sociedade e isso precisa de tempo”, defendeu em entrevista à Agência Brasil.

Segundo ele, “o que o Brasil fez foi um adiamento do prazo para terminar o processo, mas não interrompeu o processo”, salientou. Para Correia, o governo brasileiro postergou a obrigatoriedade “por razões técnicas”, tais como a necessidade de preparação de livros didáticos e professores.

“O Brasil é um continente. As dificuldades regionais, as assimetrias, a preparação de pessoas, a preparação de manuais em um país que tem a dimensão e a variedade do Brasil são muito grandes. Entendo perfeitamente que por razões técnicas possa ter havido necessidade desse adiamento”.

O adiamento da entrada em vigor do acordo ortográfico no Brasil alimentou os críticos portugueses às regras de unificação da escrita do idioma. É comum em Portugal escritores e colunistas publicarem textos em jornais e revistas com a observação de que não seguem as regras do acordo. “Utilizar isso como argumento antiacordo não é bom para ninguém”, assinalou Eugénio Anacoreta Correia.

“O português hoje não é de Portugal, mas 'também' é de Portugal. Nós temos que acrescentar o 'também'. A grande riqueza que temos na Comunidade de Países da Língua Portuguesa [CPLP] é exatamente a partilha de uma coisa comum. Para que a língua seja de todos, todos temos que ceder", finalizou.

Informa a AGÊNCIA BRASIL

PAPA BENTO XVI SE DESPEDIU NESTA QUINTA-FERIA EM ROMA

A renúncia do Papa Bento XVI começou a valer oficialmente às 20h desta quinta-feira (28) no Vaticano, 16h de Brasília. Começa assim o período da Sé Vacante, em que a Igreja Católica fica provisoriamente sem líder -geralmente por conta da morte de um Papa e, neste caso excepcional da renúncia.

(Foto: Reuters)
A guarnição da Guarda Suíça que acompanhou Bento XVI à residência papal de Castel Gandolfo se retirou do local, e a bandeira papal branca e amarela foi abaixada. A partir desse momento, a segurança de Bento XVI está garantida pela Gendarmaria Vaticana.

Os aposentos papais no Vaticano também foram trancados, e só voltarão a ser ocupados pelo próximo pontífice. O site do Vaticano também registrou a situação de Sé Vacante. Durante a Sé Vacante, os assuntos da igreja ficam sob a responsabilidade do Camerlengo. O atual Camerlengo é o secretário de Estado do Vaticano, cardeal Tarcisio Bertone.

Papa Emérito
Bento XVI deixou o Vaticano cerca de três horas antes rumo à residência, onde deve ficar cerca de dois meses. Depois desse período, o agora Papa Emérito, que vai continuar usando o nome de Bento XVI, vai se estabelecer em um mosteiro no Monte do Vaticano, que está sendo reformado para recebê-lo.

Conclave
Agora, os cardeais se organizam para escolher o sucessor, após os oito anos de pontificado de Bento XVI, marcados por controvérsias e escândalos.

O decano do Colégio Cardinalício, Angelo Sodano, deve convocar formalmente nesta sexta-feira, o conclave. A primeira reunião preparatória  para definir a data de início deve ocorrer na próxima segunda, 4 de março, disse informalmente o cardeal de Nápoles, Crescenzio Sepe.

'Peregrino'
Ao chegar à pequena vila de Castel Gandolfo, a 30 quilômetros de Roma, Bento XVI disse aos fiéis que o esperavam que agora não é mais pontífice, "mas um simples peregrino encerrando seu caminho nesta terra".

"Obrigado por sua amizade e seu afeto. Como vocês sabem, hoje é um dia diferente dos anteriores. Eu só serei o Sumo Pontífice da Igreja Católica até as 20h. Depois disso, serei simplesmente um peregrino que está começando a fase final de seu caminho nesta terra", disse o alemão Joseph Ratzinger, de 85 anos, da sacada, antes de se recolher ao edifício.

Bento XVI tinha deixado o Vaticano, em um helicóptero da Força Aérea Italiana, às 17h07 locais (13h07 de Brasília). Antes de embarcar, o pontífice recebeu adeus no Pátio de São Damásio de um grupo da Guarda Suíça e de seus colaboradores da Secretária de Estado. Ele estava de carro, acompanhado de seu secretário, Georg Gänswein.

Os sinos do Vaticano e de todas as basílicas de Roma soaram durante a decolagem do helicóptero, sob aplausos de cardeais, outros religiosos e fiéis.

Renúncia surpreendente
O pontífice alemão havia anunciado em 11 de fevereiro que, no dia 28, renunciaria ao cargo. O anúncio, inédito na história recente da Igreja Católica, foi considerado surpreendente.

Bento XVI argumentou que, por conta da idade avançada, não tinha mais forças para liderar a Igreja Católica, após 8 anos de um mandato que, segundo ele próprio, teve "águas agitadas", como o escândalo do VatiLeaks e as investigaçõeso de casos de pedofilia envolvendo o clero em vários países.

Informa o G1

ANATEL APROVA REDUÇÃO DE TARIFAS NA TELEFONIA FIXA

O Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou nesta quinta-feira (28) a proposta de redução nas tarifas de chamadas de telefones fixos para telefones móveis. 

As operadoras Oi (Brasil Telecom), Telefônica, CTBC Telecom, Sercomtel e Embratel terão uma redução de 8,77% no valor das tarifas. A Telemar Norte Leste, pertencente à Oi, terá redução de 18,60%.

Os novos valores entrarão em vigor 30 dias após a publicação da decisão no Diário Oficial da União.

No ano passado, Oi (Brasil Telecom), Telefônica, CTBC Telecom, Sercomtel e Embratel tiveram redução de 10,78% nas tarifas de telefonia fixa. A Telemar Norte Leste S.A não reduziu tarifas, em função de determinações judiciais.

Informa o G1

AUMENTOS DA CONTA DE LUZ VÃO SER DIFERENCIADOS

A Agência Nacional de Energia Elétrica defendeu um reajuste diferenciado, dependendo do tipo de consumidor na manhã desta quinta-feira. A informação foi divulgada na audiência pública que ocorreu no auditório da Faculdade Frassinetti do Recife (Fafire). 

O cliente residencial e o de baixa renda deverá ter um aumento de 6,02%. O maior percentual ficará com as indústrias eletro intensivas que terão um acréscimo de 11,68%. As indústrias de porte médio terão um decréscimo de 22,96% na sua conta de luz, enquanto os clientes como padarias e grandes lojas ficarão com 0,30%.Os consumidores residenciais rurais terão um reajuste de 9,86% e a iluminação pública um aumento de 10,60%.

Os números são preliminares e entrarão em vigor no próximo dia 29 de abril. A decisão final sobre o assunto será tomada pela diretoria da Aneel numa reunião que deverá ocorrer no dia 23 de abril. Na audiência, o deputado federal Eduardo da Fonte (PL) considerou um absurdo o aumento do consumidor residencial. “São dois pesos e duas medidas”, comentou. Segundo a Aneel, o reajuste é maior porque os custos são maiores com a rede que distribui energia para esses tipos de consumidores.

O grande responsável pelo aumento da conta de luz deste ano é o Encargo de Serviço do Sistema (ESS) cobrado para bancar as térmicas que foram acionadas desde o final do ano passado. Há indicadores que mostram que as térmicas vão funcionar durante todo o ano de 2013, segundo o superintendente de regulação da Aneel, Otávio Franklin. Os encargos setoriais tiveram um aumento de 4,68% nas despesas apresentadas pela Aneel para calcular o novo reajuste de energia.

Representando a Fiepe, a consultora Conceição Cavalcanti reclamou da qualidade do serviço que provoca muitas perdas de produção e paradas no parque fabril devido às várias interrupções do serviço.

Informa o JC ONLINE

DOENÇAS RARAS AFETAM CERCA DE 15 MILHÕES DE BRASILEIROS

No Dia Internacional das Doenças Raras, lembrado hoje (28), especialistas estimam que cerca de 15 milhões de brasileiros têm alguma das cerca de 8 mil síndromes catalogadas como raras. Neurofibromatose (afeta o sistema nervoso e a pele), mucopolissacaridose (falta das enzimas que digerem alguns açúcares), síndrome de Gaucher (acúmulo de gorduras no organismo), esclerose lateral amiotrófica (degeneração dos neurônios motores) e leucoencefalopatia multifocal progressiva (afeta o cérebro e a medula espinhal) são exemplos dessas patologias.

Em entrevista à Agência Brasil, o professor do Departamento de Saúde Coletiva da Universidade de Brasília (UnB), Natan Monsores, criticou o tempo de espera enfrentado pela maioria desses pacientes para serem acolhidos no sistema de saúde. “O tempo de diagnóstico demora algo em torno de três a cinco anos. O itinerário de diagnóstico do paciente é muito longo”, contou.

Ele acredita que 70% dos problemas relacionados às doenças raras seriam resolvidos por meio de um sistema claro de informações sobre essas síndromes. “Boa parte dos pacientes fica perdida dentro do SUS [Sistema Único de Saúde] por não saber ao certo que especialista buscar, onde são os centros de referência”, disse Monsores.

Segundo ele, a falta de informação acaba resultando no que muitos médicos chamam de paciente especialista, já que algumas pessoas afetadas pelas síndromes passam a conhecer mais o problema que os próprios profissionais de saúde. Ele lembrou que pacientes e parentes se reúnem pela internet e por meio de associações para trocar informações, por exemplo, sobre tratamentos disponíveis.

O professor destacou que há uma judicialização excessiva no campo das doenças raras. “Pelo fato de esses pacientes terem doenças muito peculiares, eles são alvo de incursões da indústria farmacêutica. A gente sabe disso por relato de pacientes que são assediados por advogados para que entrem na Justiça com processos contra o governo para obter medicamentos”, relatou.

O presidente da Associação MariaVitória, Reginaldo Lima, confirma a ausência de informação dentro do próprio sistema de saúde. Morador de Brasília e pai de uma menina com neurofibromatose, ele passou quatro anos em busca do diagnóstico da filha. Diagnosticada no Rio de Janeiro, ela chegou a ser transferida para Belo Horizonte (MG) e, há duas semanas, está sendo tratada na capital federal.

“Falta mostrar aos médicos onde estão os centros de referência de cada especialidade, para que eles repassem aos pacientes. Descobri o tratamento na minha cidade por meio de outros pais. Imagina como é para quem mora no interior”, completou.

Regina Próspero, presidente da Associação Paulista dos Familiares e Amigos dos Portadores de Mucopolissacaridose, só conseguiu o diagnóstico do filho depois de perder o mais velho para a doença.  Mesmo assim, o menino só conseguiu iniciar o tratamento muitos anos depois, já que não havia tratamento para a mucopolissacaridose disponível no país.

“Estamos muito aquém do que deveríamos. Precisamos efetivar uma política pública específica para as doenças raras. Hoje, os pacientes são tratados como um qualquer, mas são características específicas, não dá para tratar como uma doença de saúde coletiva”, explicou. “A sociedade também precisa participar. A maioria das pessoas acredita que uma doença rara não pode ocorrer em sua casa, mas pode. Ninguém está livre e todos devem ter direito à vida”.

O Ministério da Saúde anunciou nessa quarta-feira (27), em seminário na Câmara dos Deputados, que vai colocar em consulta pública nas próximas semanas dois documentos que deverão dar origem a uma política pública específica para pessoas portadoras de doenças raras.

Informa a AGÊNCIA BRASIL

LIBERTADORES 2013: EM SILÊNCIO, TIMÃO VENCE MILLONARIOS UMA SEMANA APÓS TRAGÉDIA

Para um clube que considera a torcida seu maior patrimônio é no mínimo estranho atuar em um estádio vazio. Talvez por isso a punição da Conmebol ao Corinthians pela morte do boliviano Kevin Espada, de 14 anos, atingido por um sinalizador disparado pela torcida alvinegra na semana passada, em Oruro, tenha irritado tanto o Timão.

Corinthians e Millonarios no Pacaembu vazio
(Foto: AFP)
Mesmo assim, quatro torcedores, dos nove que conseguiram liminar na Justiça, testemunharam a vitória por 2 a 0 sobre o Millonarios, nesta quarta-feira, no Pacaembu, pela segunda rodada do Grupo 5 da Libertadores.

Deixando de lado as polêmicas, as reclamações do Corinthians e a decisão da Conmebol, o fato é que a morte do jovem boliviano foi lembrada com um minuto de silêncio antes de a bola rolar. E por que não dizer: Kevin Espada foi lembrado durante todos os 90 minutos, a cada toque na bola que era possível ser ouvido de cada canto do estádio, a cada instrução dos técnicos ou ao se perceber o eco das vozes dos radialistas.

De qualquer forma, o Corinthians, mesmo sem a presença maciça da Fiel, foi muito superior ao Millonarios. Venceu facilmente com gols de Paolo Guerrero e Alexandre Pato. A dupla, aliás, fez uma grande partida. Em especial Pato, que muito dificilmente perderá a vaga de titular para Emerson Sheik. Esse último entrou no segundo tempo, mas foi mal. O caminho está aberto para o principal reforço alvinegro.

Pela Libertadores da América, o Corinthians volta a campo na próxima quarta-feira, dia 6 de março, contra o Tijuana, fora de casa. A equipe mexicana lídera o Grupo 5 com seis pontos, enquanto os alvinegros estão em segundo, com quatro. San José-BOL, com um, e o Millonarios, sem ponto, completam a classificação da chave. Pelo Paulistão, o Timão joga no domingo, às 16h, contra o Santos, no estádio do Morumbi, pela décima rodada.

Informa o Globoesporte.com

FLU VIRA PRA CIMA DO HUACHIPATO NO CHILE E SE RECUPERA NA LIBERTADORES

Com direito a gol perdido digno do Inacreditável Futebol Clube, sofrimento até o fim e virada, o Fluminense venceu o Huachipato por 2 a 1, na noite desta quarta-feira, na Arena Cap, em Talcahuano, cidade da província de Concepción, no Chile, e se recuperou da derrota para o Grêmio. 

Carlinhos tenta o cruzamento, marcado de perto
pelo capitão do Huachipato, Reyes (Foto: Reuters)
O triunfo manteve a rotina do Grupo 8 da Libertadores: em cinco jogos até agora, apenas os visitantes venceram. Rodríguez abriu o placar para os chilenos no último lance do primeiro tempo. Na etapa final, Wellington Nem e Wagner garantiram a vitória brasileira.

O resultado deu mais tranquilidade ao Fluminense na competição sul-americana. Com seis pontos em três jogos, o Tricolor assumiu a liderança provisória da chave. O Huachipato agora ocupa a lanterna por causa do saldo de gols. Grêmio e Caracas fecham a terceira rodada em Porto Alegre na próxima terça, dia 5 de março. 

- Começamos a crescer agora. O time vai chegar nas fases decisivas muito forte novamente, como apresentou ano passado um belo futebol - avaliou o zagueiro Gum após o jogo.

O Fluminense volta a campo no sábado para enfrentar o Vasco, às 18h30m (de Brasília), no Engenhão, pela semifinal da Taça Guanabara. O empate classifica o adversário. Pela Libertadores, o próximo compromisso tricolor é contra o próprio Huachipato, na quarta-feira da semana que vem, às 22h (de Brasília), também no Engenhão.

Informa o Globoesporte.com

MEGA-SENA ACUMULA E PRÊMIO PODE CHEGAR A R$ 10 MILHÕES

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 1.472 da Mega-Sena sorteadas na noite desta quarta-feira (27), em Palmas (TO).

Os números sorteados foram: 12 - 18 - 23 - 25 - 45 - 50.

Segundo a Caixa, o próximo concurso, marcado para sábado (02), tem estimativa de prêmio de R$ 10 milhões para quem acertar as seis dezenas.

De acordo com a Caixa, 130 apostas acertaram a quina e cada uma vai receber o prêmio de R$ 13.563,89. A quadra, acertada por 7.002 apostas, vai pagar R$ 359,75 para cada.

A Mega-Sena faz sorteios duas vezes por semana, às quartas e aos sábados. As apostas devem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio em qualquer uma das 11,9 mil lotéricas. A aposta mínima custa R$ 2.

Informa o G1

SANTA CRUZ VENCE O BELO JARDIM POR 2X1 E ASSUME LIDERANÇA DO PERNAMBUCANO 2013

Embora o placar aponte a vitória do Santa Cruz por 2x1 sobre o Belo Jardim, foi a equipe do Calango que dominou e teve as melhores chances do jogo nesta quarta-feira (27), pela segunda rodada do segundo turno do Campeonato Pernambucano Coca-Cola. 

Restou ao Tricolor do Arruda aproveitar os lances de bola parada para conseguir o segundo tento no Estadual. Dênis Marques abriu o placar aos 40 minutos do primeiro tempo e Luciano Sorriso amplicou, aos 17 da etapa complementar. Miller descontou para o time da casa, aos 29 do segundo tempo.

Com a segundo triunfo consecutivo (o primeiro foi diante do Pesqueira, também por 2x1), o Santa Cruz soma seis pontos e passa a figurar, sozinho, a liderança do Pernambucano. A equipe coral é a única que venceu os dois jogos do segundo turno. Mesmo assim, o time ainda não apresenta um bom futebol dentro de campo. É que ambas as vitórias foram conquistadas no sufoco e se o Tricolor realmente ambiciona o tricampeonato estadual, precisa fazer melhor para conseguir.

O próximo jogo do Tricolor do Arruda será contra o Salgueiro, domingo (3), às 16h.

O JOGO

A partida começou com o time do Belo Jardim controlando o jogo, sem permitir que o Santa Cruz armasse qualquer tipo de jogada. Este cenário foi favorável ao Calango, pois o gramado do Mendonção não é dos melhores, pelo contrário. Com muitos buracos, o campo é altamente irregular e o time da casa se aproveitou da vantagem de conhecer o estádio para se sobressair no jogo. Com lances truncados e sem esperança do cenário mudar, o gol do Santa Cruz só sairia com a valorização de bolas paradas.

E foi isso que aconteceu aos 40 minutos do primeiro tempo. Após belíssimo toque de Dênis Marques para Natan, o meia até arriscaria um chutão para o gol, mas antes disso ele sofreu uma falta perigosa, praticamente na linha da grande área. A cobrança ficou para Dênis Marques, que abriu o placar no Mendonção com chute certeiro no meio do gol de Romero.

O segundo tento da equipe coral saiu de outra falta sofrida por Natan. Desta vez o volante Luciano Sorriso cobrou e ampliou para o visitante. Por falar em Natan, a presença do meia foi fundamental por arrancar jogadas de bola para e, também, por ameaçar o adversário. Além dele, o lateral Tiago Costa conseguiu chegar com perigo, lançar Dênis Marques, porém as jogadas não foram bem sucedidas.

Por parte do Belo Jardim, Yannick, Candinho e André Recife foram os homens que mais arriscaram a meta defendida por Tiago Cardoso. Portanto, o time comandado por Leivinha apostou na ofensividade e só não venceu o Santa Cruz por falta de técnica nas finalizações.

SEGUNDO TEMPO

O Belo Jardim voltou do intervalo com a mesma postura ofensiva do primeiro tempo. Candinho e André Recife, agora com a ajuda de Yannick, trabalharam muito para que o gol do Calango saísse. Além do controle da partida, os atletas do interior não descansaram um minuto sequer. O Santa Cruz, por sua vez, apresentou o mesmo problema do primeiro tempo. Com dificuldades notórias por causa do campo irregular, o elenco tricolor esteve perdido em campo. Dênis Marques, atacante com muita presença de área, não ajudava muito com a posição estática no jogo. Era necessária dinamicidade para ampliar o placar. A movimentação só chegou com Natan e Éverton Heleno, pelo meio.

Aos 16 minutos, o Santa Cruz se aproveitou novamente de lances com bola parada para ampliar o placar. Novamente Natan sofreu uma falta - e se não fosse interceptado, ficaria cara a cara com o goleiro adversário - e o volante Luciano Sorriso cobrou com categoria. A bola entrou bem no ângulo do gol de Romero, sem chance alguma de defesa.

Paralelo ao lance, o técnico Marcelo Martelotte solicitou a substituição de Jefferson Maranhão no lugar de Éverton Heleno, que cansou rápido e não rendeu tanto na posição de meia. Pelo lado do Belo Jardim, o técnico Leivinha trocou o lateral Felipe Almeida pelo atacante Miller e, posteriormente, o também lateral Fernandinho para a entrada do também atacante Luciano Pintinho. Agora, com quatro atacantes, o comandante do Calango tomou uma atitude ainda mais ofensiva, principal característica do time quando joga em seus domínios.

E foi justamente o Miller quem descontou o placar, aos 29 minutos. Em mais uma jogada com perigo, o atacante aproveitou a sobra para marca o primeiro do interior na partida. Após o tento, o Calango não parou de trabalhar rumo à meta tricolor. E se não fosse a falta de competência em colocar a bola para dentro e, lógico, as defesas de Tiago Cardoso, o placar apontaria a equipe do Belo Jardim como vencedora.

Um falha grave marcou a arbitragem de Cláudio Mercante: o pênalti não cobrado a favor do Santa Cruz. O lance aconteceu no final do segundo tempo, com  Natan sofrendo falta perigosa. O árbitro até estava bem posicionado, mas não sinalizou a penalidade corretamente.

FICHA DO JOGO - BELO JARDIM 1 X 2 SANTA CRUZ

Belo Jardim: Romero; Felipe Almeida (Miller), Alenilson, Eduardo Heré e Fernandinho (Luciano Pintinho); Xinho, Júnior Maranhão, Yannick e Douglas; Candinho e André Recife.
Técnico: Leivinha

Santa Cruz: Tiago Cardoso; Marquinho, César, Vágner e Tiago Costa; Luciano Sorriso, Anderson Pedra, Éverton Heleno (Jefferson Maranhão) e Natan (Danilo Santos); Flávio Recife e Dênis Marques.
Técnico: Marcelo Martelotte

Local: Estádio Mendonção, em Belo Jardim. Árbitro: Cláudio Mercante. Assistentes: Clóvis Amaral e Bruno Vieira. Cartões Amarelos: César, Anderson Pedra, Jefferson Maranhão e Flávio Caça-rato (Santa Cruz); Miller, Eduardo Heré (Belo Jardim). Gols: Dênis Marques e Luciano Sorriso (Santa Cruz); Miller (Belo Jardim). Público:  6.208 Renda:R$ 35.970.

Informa o BLOG DO TORCEDOR

MAIS SAÚDE

Legumes E Queijos Para Suprimir A Fome

Existem alimentos, como legumes e queijo, que têm compostos orgânicos que podem ajudar a tirar a fome. Mesmo se você combinar esses alimentos com uma dieta diária pode combater o excesso de peso. Ambos os legumes e o queijo são alimentos que têm ingredientes ativos que quando combinados podem ser úteis para suprimir a fome e perder peso.

Como você pode saber os legumes têm fibras, que além de limpar o corpo dá a sensação de saciedade. Embora existam diversos tipos de fibra, a fibra solúvel incha após contacto com o suco gástrico do estômago. Este processo digestivo desencadeia um sinal que estimula o centro de saciedade. Assim você irá sentir menos fome.

Além disso, os queijos tem substâncias semelhantes a endorfina conhecidas como exorfinas que são substâncias orgânicas tais como os opiáceos que atuam sobre o sistema nervoso proporcionando prazer.

Por todas estas razões, legumes e queijos têm propriedades separadamente de suprimir a fome. Se você combinar a comida esse efeito será ainda maior, ajudando a perder peso.

Existe até um estudo que foi realizado para um grupo de crianças que endossam as propriedades desses alimentos contra a obesidade. Estas crianças receberam lanches que continham vegetais misturados com queijo. Depois de um tempo de seguimento, observou-se que estas crianças tinham mais saciedade e reduziu a ingestão calórica, o que refletiu na perda de peso.

Combinando legumes e queijo, você pode preparar almoços, lanches e refeições com baixo teor calórico, mas com alto índice de saciedade. Se você quiser combinar os legumes e queijo em uma refeição, é importante que você considere algumas dicas:

Ao escolher queijo, este deve ser pobre em gordura.
Mas se você tiver que escolher entre vegetais crus e cozidos, selecione vegetais crus porque eles fornecem mais saciedade do que os vegetais cozidos.

Se você ou alguém da sua família precisa perder peso é preciso considerar alguns truques para ajudar você a perder peso sem passar fome, como aprender a combinar os alimentos para aumentar a saciedade.

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

FIM DO 14º E 15º SALÁRIOS É APROVADO NA CÂMARA DOS DEPUTADOS

Depois de protelarem o fim do 14 e 15 salários no ano passado, a Câmara Federal enfim derrubou hoje a imoralidade histórica. Por unanimidade, em votação que acaba de ser encerrada em plenário, os deputados federais resolveram abolir a mordomia que envergonhava o Brasil. Os extras eram pagos desde a Constituição de 1946.

A expectativa agora é de que ocorra o fortalecimento de um efeito cascata nas assembleias legislativas espalhadas pelo Brasil que ainda insistem em pagar o chamado auxílio-paletó.

O projeto, que previa o fim da farra com dinheiro do contribuinte, dormia na gaveta da Casa havia mais de um ano. Só saiu da fila após denúncias do Correio de que, além de receberem os extras, os senadores driblavam o Fisco e não descontavam o Imposto de Renda do benefício. A Receita Federal instaurou procedimento para cobrar as multas e os impostos devidos.

"Muitas vezes vim à tribuna para criticar as ações desta Casa. Mas, esta Casa hoje tomou uma medida extremamente importante ao aprovar esse projeto. Quero dizer que é um avanço", afirmou o deputado Antônio Reguffe (PDT/DF), um dos primeiros a abrir mão dos salários extras.

“Parabéns a este Plenário, que resgata a altivez dessa Casa”, disse o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves.

Como também previa a extinção da benesse para deputados federais, a matéria, mesmo tendo sido aprovada na Senado Federal, precisava passar pela Câmara dos Deputados. O texto do projeto da então senadora e atual ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, aprovado sem nenhuma alteração, prevê que os deputados e os senadores recebam apenas duas ajudas de custo durante todo o mandato, uma no início e outra no fim da legislatura. Hoje, os dois salários extras são pagos anualmente.

Para entrar em vigor, a matéria só precisa da assinatura de promulgação do presidente do Congresso e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

Em oito anos de mandato, o custo com o pagamento dos extras no Senado é de R$ 34,6 milhões pelos 81 senadores. A Câmara dos Deputados gasta, em quatro anos, R$ 109,6 milhões, pelos valores atuais. Ao contrário dos senadores, os deputados federais descontavam o IR quando recebem os adicionais.

Origem do benefício As ajudas de custo aos parlamentares foram criadas pela Constituição de 1946, quando a capital era ainda no Rio de Janeiro, com o objetivo de custear as viagens, que eram mais difíceis naquela época. A partir da Constituição de 1988, não constou mais no texto a referência à ajuda, que passou a ser disciplinada em legislação infraconstitucional.

TIRIRICA LANÇA CD "DIRETO DE BRASÍLIA" E APOSTA EM HIT "ESTOU NO PODER

O deputado federal Tiririca (PR-SP) está lançando um novo CD com 13 músicas de composição própria, três delas em parceria, e a aposta como hit é a música "Estou no Poder", que fala da chegada dele ao Congresso. O título do CD é "Direto de Brasília" e a foto da capa é do artista dentro de uma brasília amarela.


Eleito com a maior votação do País, foi questionado à época se o parlamentar não seria analfabeto. Ele teve de fazer um teste perante a Justiça Eleitoral para provar que sabia ler e escrever.

"Eu estou no poder, todo mundo está vendo. Eu cheguei no poder, todo mundo está vendo. Eu cheguei no poder e agora estou podendo. Me criticaram bastante, disseram que eu não sabia ler. Fizeram muitas fofocas que eu não sabia escrever. Fiz o teste e passei e todo mundo viu, e os que me criticaram vão pra...", diz trecho da música, cantada em ritmo de forró.

Ele afirma que algumas das composições foram feitas no plenário da Câmara durante as sessões. Diz que não pretende fazer piada dos colegas, mas reafirma que abandonará a política ao final de seu mandato, em fevereiro de 2015. "Faço mais pelo povo fazendo comédia, palhaçada e fazendo o povo rir", diz. Tiririca admite, porém, que o salário de R$ 26,7 mil dos parlamentares é baixo perto do rendimento que tem como artista. "Um show meu é mais do que eu tiro aqui por mês".

Apesar de a música sobre política ter sido escolhida para a divulgação do trabalho, a preferida do deputado é "O nome dela é Ju". A letra faz uma declaração de amor a uma jumenta. O deputado afirma que o novo CD tem a intenção de destacar sua faceta de compositor. "O Brasil não conhece bem esse meu lado". 

Informa a AGÊNCIA ESTADO

GÁS LIBERADO PELA ESPUMA CAUSOU MORTES NA BOATE KISS, INDICA PERÍCIA

A Polícia Civil já tem a indicação de que as vítimas do incêndio na boate Kiss, em Santa Maria, morreram de asfixia por cianeto, liberado pela queima da espuma que revestia o teto da casa noturna. De acordo com Marcelo Arigony, delegado responsável pelo caso, a investigação do Instituto Geral de Perícias do Rio Grande de Sul aponta para a presença dos efeitos do composto químico nos corpos analisados.

Fogo começou na espuma e tomou conta da boate
(Foto: Divulgação/Polícia do Rio Grande do Sul)
Após o lançamento de um sinalizador por um dos integrandes da banda Gurizada Fandangueira, a espuma que revestia o teto do local começou a pegar foto. Com a combustão, o material passou a liberar um gás que continha cianeto, um composto químico altamente tóxico.

Arigony ressaltou, porém, que agurda ainda laudo oficial dos peritos para confirmar a causa das mortes. Segundo ele, a conclusão do IGP é a mesma da investigação policial.

"Todo panorama indica cianeto. Nós já temos uma sinalização da perícia no sentido de cianeto. Então, pretendemos chegar ao final do inquérito concluindo que, pelo menos, havia cianeto. Uma espuma quando queima, gera cianeto. Mas tudo tem que ser coroado com o laudo oficial da perícia. Eu diria que temos uma sinalização nesse sentido e pretendemos ter mais elementos de prova no sentido de que realmente o cianeto foi, se não o diferencial, pelo menos uma das circunstâncias e talvez uma das circunstâncias que levaram a morte dessas pessoas", diz Arigony.

O delegado esteve em Porto Alegre durante o início desta semana e participou de reuniões com representantes do Instituto Geral de Perícias. O laudo final deve ser concluído até o final da semana e enviado para Santa Maria, onde, então, a polícia deve divulgar o relatório final.

Entenda
O incêndio na boate Kiss, em Santa Maria, região central do Rio Grande do Sul, deixou 239 mortos na madrugada de domingo, dia 27 de janeiro. O fogo teve início durante a apresentação da banda Gurizada Fandangueira, que fez uso de artefatos pirotécnicos no palco. De acordo com relatos de sobreviventes e testemunhas, e das informações divulgadas até o momento por investigadores:

- O vocalista segurou um artefato pirotécnico aceso.
- Era comum a utilização de fogos pelo grupo.
- A banda comprou um sinalizador proibido.
- O extintor de incêndio não funcionou.
- Havia mais público do que a capacidade.
- A boate tinha apenas um acesso para a rua.
- O alvará fornecido pelos Bombeiros estava vencido.
- Mais de 180 corpos foram retirados dos banheiros.
- 90% das vítimas fatais tiveram asfixia mecânica.
- Equipamentos de gravação estavam no conserto.

Informa  o G1 RS

STF DIZ QUE LEI DO PISO DE PROFESSORES VALE A PARTIR DE 2011

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (27) mudar a vigência da Lei do Piso Nacional dos Professores da Rede Pública. Embora tenha sido editada em 2008, ficou definido que a lei só pode ser considerada a partir da data na qual o Supremo confirmou sua legalidade, em abril de 2011. Haverá impacto direto na programação orçamentária dos estados e da União.

Os ministros atenderam a recursos do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, do Ceará e de Mato Grosso do Sul, que alegaram dificuldades para adaptar as finanças às novas regras. As unidades da Federação lembraram que o STF deu liminar em 2008 suspendendo os efeitos da lei. Os estados passaram a aguardar posicionamento definitivo da Corte antes de alterar os orçamentos. A decisão liminar caiu quando o julgamento foi concluído pelo plenário do STF, três anos depois.

O julgamento de hoje começou com o voto do relator do processo e presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa. Ao negar os recursos, ele entendeu que os estados estavam usando de artifícios processuais para atrasar a conclusão do julgamento e, consequentemente, não cumprir a lei. Ele alegou que a lei tinha um escalonamento que permitiria a adaptação financeira dos estados ao longo do tempo.

Seguido apenas pelo ministro Luiz Fux, Barbosa acabou mudando de ideia quando a maioria dos ministros acompanhou a divergência aberta pelo ministro Teori Zavascki. Segundo Zavascki, a preocupação trazida pelos estados faz sentido, uma vez que a lei deixou de produzir efeitos entre 2008 e 2011 e não houve adaptação neste meio tempo.

“As informações que se tem é que os gastos são muito elevados, e em alguns estados, comprometem seriamente a previsão orçamentária e o atendimento de outras necessidades”, observou Zavascki. O ministro Antonio Dias Toffoli não votou porque se declarou impedido. Ele atuava como advogado-geral da União na época do fato e defendia a aplicação imediata da lei nacional.

 Informa a Agência Brasil

TERMINA NESTA QUINTA-FEIRA (28) O PRAZO PARA INSCRIÇÕES NO PROGRAMA CNH POPULAR EM PERNAMBUCO

Termina neste dia 28 o prazo de inscrição para o Programa CNH Popular 2013. É uma chance, para 3600 candidatos,de tirar, sem nenhum tipo de custo, a primeira Habilitação.Além destas vagas, outras 14,4 mil são endereçadas a quem busca pela mudança ou adição de categoria da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e também a desempregados e trabalhadores de baixa renda. 

Todas as vagas do Programa são divididas, em igual proporção entre Região Metropolitana e Interior. Entre os grupos favorecidos pelo Programa estão alunos do ensino público e pessoas atendidas por programas assistenciais como o Bolsa Família e o Chapéu de Palha. A inscrição é feita pela Internet, no site do DETRAN: detran.pe.gov.br.

Em 2012, foram investidos 12 milhões no CNH Popular, beneficiando mais de 18 mil pessoas. Mais de 44 mil carteiras já foram emitidas através do Programa. Desde 2008, o DETRAN-PE já investiu mais de R$ 30 milhões no CNH Popular, beneficiando mais de 54 mil pernambucanos.

Serviço:

Prazo limite de inscrições: 28 de fevereiro

Oferta: 18 mil vagas divididas igualmente entre RMR e Interior do Estado

Onde: pela Internet, no site: detran.pe.gov.br

Informa a Assessoria

PARABÉNS PARA O VEREADOR CLAUDEMIR DE XUCURU

Nesta quarta-feira (27) é o aniversário do Vereador Claudemir Paulino da Silva, ou simplesmente, Claudemir de Xucuru, um homem digno e que tem orgulho de ser um xucuruense de coração, pois aqui casou-se e formou sua família há mais de 30 anos, quando em uma viagem a trabalho conheceu a mulher que veio a ser sua esposa logo em seguida.

Atualmente, Claudemir está exercendo seu segundo mandato de vereador de Belo Jardim, representando muito bem o distrito de Xucuru, o mesmo foi reeleito em 2012 com 1.673 votos da família, de amigos e eleitores que acreditam e confiam no seu trabalho pró de todos.

Que Deus possa iluminar cada vez  mais a sua vida para que ele possa atingir seus objetivos em favor de um Xucuru melhor.

O BLOG DE XUCURU parabeniza este guerreiro, que não mede esforços em fazer o bem a quem precisa.

DEPUTADO ESTADUAL JÚLIO CAVALCANTI DEFENDE A DUPLICAÇÃO DA BR-232, DE SÃO CAETANO ATÉ CRUZEIRO DO NORDESTE

O deputado estadual Júlio Cavalcanti (PTB) destacou nesta terça-feira (26), na tribuna da Assembleia Legislativa de Pernambuco (ALEPE), a importância da duplicação da BR-232, no trecho que corta os municípios de São Caetano e Cruzeiro do Nordeste, distrito de Sertânia, no interior pernambucano. 

Na opinião do parlamentar, a obra na área citada, que tem aproximadamente 96 quilômetros de extensão, irá acelerar o desenvolvimento das cidades localizadas no entorno da rodovia federal. Ao fim do pronunciamento, Júlio propôs audiência pública para aprofundar o assunto.

Dados divulgados pela Agência Condepe-Fidem, sobre o Produto Interno Bruto (PIB) dos municípios pernambucanos, revelam que cidades como Caruaru e Gravatá tiveram aumento de 10% no PIB após a duplicação da rodovia. Em igual período, a Região Metropolitana do Recife (RMR) cresceu, apenas, 4% no PIB Nacional.

“Esses números vêm colaborar com a tese e solicitação de antigas lideranças políticas e empresariais do nosso Sertão: a duplicação da BR-232 tem que prosseguir para gerar oportunidades e geração de emprego nesta região”, defendeu o deputado, durante o discurso.

Segundo Júlio, a obra é essencial para aumentar a segurança dos motoristas e, principalmente, garantir melhores condições na atração de investimentos industriais para o interior do Estado, juntamente com a política de incentivos fiscais do governo estadual.

Em seu discurso, o parlamentar também lembrou que a elaboração do termo de referência para estudos de duplicação da BR-232, no trecho entre São Caetano e Cruzeiro do Nordeste, já foi autorizada. “Isto deve ser entendido apenas como um pequeno passo de uma longa batalha, que me acompanha desde o início do meu mandato, e só será vitoriosa plenamente, quando houver a efetiva duplicação da BR-232 sertão adentro”, afirmou.

PAPA BENTO XVI FAZ SUA ÚLTIMA AUDIÊNCIA EM PÚBLICO ANTES DA RENÚNCIA

O Papa Bento XVI disse nesta quarta-feira (27) que tem "grande confiança" no futuro da Igreja Católica e afirmou que seu papado teve "águas agitadas", ao falar publicamente pela última vez como pontífice, um dia antes de sua renúncia. 

Milhares de fiéis se reuniram na Praça de São Pedro, no Vaticano, para assistir à última audiência pública do pontificado de Bento XVIFalando à multidão, Bento XVI afirmou que seu papado, iniciado em abril de 2005, teve alegrias, mas também muitas dificuldades. O pontífice disse que enfrentou "águas agitadas e vento contrário".

"O Senhor nos deu muitos dias de sol e ligeira brisa, dias nos quais a pesca foi abundante, mas também momentos nos quais as águas estiveram muito agitadas e o vento contrário, como em toda a história da Igreja e o Senhor parecia dormir", disse. Mas ele afirmou ter fé em que Deus não vai deixar a Igreja "afundar".

"Estou realmente emocionado e vejo uma Igreja viva", disse o Papa, sempre bastante aplaudido pela multidão.

Ele voltou a afirmar que sua renúncia, anunciada de maneira surpreendente em 11 de fevereiro, foi decidida "não para seu bem, mas para o bem da Igreja", e reiterou que sabe "da gravidade e da novidade" da decisão que tomou.

"Amar a Igreja significa também ter a valentia de tomar decisões difíceis, tendo sempre presente o bem da Igreja, e não o de si próprio", disse.

O Pontífice, de 85 anos, afirmou que "não vai abandonar a Cruz" e que, pela oração, vai continuar a serviço da Igreja.

"Minha decisão de renunciar ao ministério petrino não revoga a decisão que tomei em 19 de abril de 2006 (ao ser eleito Papa)", disse.

"Não abandono a cruz, sigo de uma nova maneira com o Senhor Crucificado, sigo a seu serviço no recinto de São Pedro", completou.

Bento XVI também pediu que os fiéis orem pelos cardeais que, após a renúncia, terão de eleger seu sucessor, em uma tarefa que ele considera difícil.

"Orem pelo meu sucessor! Que Deus os acompanha", disse o Papa.

Viva o Papa!'
O Papa apareceu para o público, no Papamóvel, por volta das 10h40 locais (6h40 de Brasília). Ao longo de um passeio de cerca de 15 minutos pela praça, ele foi cumprimentado com gritos de "Bento! Bento!" e "Viva o Papa!".

O Vaticano distribuiu 50 mil entradas para a audiência, mas havia pelo menos 100 mil pessoas na praça para acompanhar a última aparição pública do Papa, um dia antes de sua renúncia.

Vários grupos de pessoas, entre religiosos, seminaristas e estudantes, com bandeiras amarelas (cor do Vaticano) e de países, estavam na Praça.

Depois da cerimônia, acontece uma breve audiência na Sala Clementina, com algumas personalidades para o tradicional "beija mão", em que o Papa é cumprimentado.

Quinta-feira, último dia
Na quinta-feira (28), Bento XVI deixará o posto, em um acontecimento sem precedentes na história da Igreja moderna, e passará a ser chamado de "Papa Emérito".

Na manhã de quinta, no Palácio Papal, o decano do Colégio de Cardeais, Angelo Sodano, fará um pequeno discurso de despedida, e então cada cardeal poderá separadamente se despedir do pontífice.
Durante a tarde, no Tribunal de Saint-Damase, no coração do pequeno Estado, a Guarda Suíça carregará suas bandeiras em saudação.

Em seguida, por volta das 13h (horário de Brasília),  Bento XVI irá para o heliporto do Vaticano para viajar a Castel Gandolfo, 25 quilômetros ao sul de Roma, a residência de verão do Papa, onde passará dois meses, antes de se estabelecer em um mosteiro no Monte do Vaticano.

Bento XVI chegará à residência de verão e saudará os fiéis a partir da varanda. Esta será sua última aparição como chefe da Igreja. Nada de especial está previsto quando o relógio badalar oito horas da noite (hora local), momento em que oficialmente termina o pontificado. Ele provavelmente estará em oração na capela neste momento.

Às 20h, o pequeno destacamento da Guarda Suíça, em frente à residência, fechará a porta e colocará assim um fim ao seu serviço, reservado exclusivamente ao Papa. Mas a polícia vai continuar a garantir a segurança de "Sua Santidade, o Papa Emérito".

No Vaticano, a Guarda Suíça continuará a fazer a proteção, apesar do "trono vacante".

Conclave
No dia seguinte à renúncia, o cardeal Angelo Sodano enviará os convites aos cardeais eleitores -- atualmente 115 -- para as "congregações gerais" que precedem o conclave, a reunião secreta que escolhe o sucessor de Bento XVI.

Essas reuniões, durante as quais os prelados procuram definir o perfil do futuro Papa, não devem começar antes de segunda-feira.

Papa Emérito
Nesta terça (26), o Vaticano anunciou que  Bento XVI vai manter o nome e o título honorífico de "Sua Santidade"  após a renúncia. Ele será chamado de "Papa Emérito" ou "Pontífice Romano Emérito".O anel papal vai ser destruído, de acordo com a tradição do Vaticano, segundo o porta-voz.

Informa o G1

TRAGÉDIA EM SANTA MARIA COMPLETA UM MÊS E ESTÁ PERTO DE APONTAR CULPADOS

Na madrugada do dia 27 de janeiro, um incêndio atingiu a boate Kiss em Santa Maria, no Rio Grande do Sul. O saldo foi de 239 mortos e centenas de feridos, alguns dos quais seguem hospitalizados. A grande maioria era formada por jovens, vítimas de uma tragédia que comoveu o Brasil e ganhou repercussão internacional. 

Foto: Germano Roratto/Agência RBS
Um mês depois, o G1 volta a cidade de 261 mil habitantes e faz um balanço de como os moradores tentam se recuperar do trauma, detalha o inquérito policial que apura as causas e as possíveis responsabilidades sobre a tragédia, além de atualizar as informações sobre o tratamento médico dos sobreviventes.

Se por um lado a dor de familiares e amigos das vítimas ainda está longe de ser superada, já dá para notar que a tragédia de Santa Maria já deixa um legado: por todo o país, centenas de casas noturnas e estabelecimentos semelhantes foram interditadas por apresentarem riscos à segurança dos frequentadores. Autoridades discutem e adotam medidas mais rigorosas para tentar evitar que episódio semelhante jamais se repita.

Inquérito se aproxima da conclusão sem  laudos da perícia
Faltando quatro dias para o fim do prazo do inquérito policial que investiga o incêndio na boate Kiss, no diz 3 de março, a Polícia Civil ainda não recebeu do Instituto Geral de Perícias (IGP) os laudos sobre o incêndio. Os documentos são essenciais para a conclusão do inquérito, pois devem apontar as causas das mortes e as circunstâncias do incêndio.

Dois responsáveis pelas investigações, os delegados Marcelo Arigony e Sandro Meinerz estiveram em Porto Alegre na terça-feira (26) para terem acesso aos documentos. Receberam a resposta de que o IGP ainda não tem data para concluir os exames. Por isso, eles podem pedir a prorrogação do prazo para a conclusão do inquérito ou remetê-lo parcialmente à Justiça. 

“Duas perícias são fundamentais. A primeira, das necropsias, vai apontar a causa das mortes. E a outra é a do local dos fatos, pois ela vai esclarecer muitos detalhes. Toda a prova testemunhal caminha no sentido único, não há divergência no depoimento das testemunhas. O que a perícia vai fazer é dizer onde estavam os pontos de falha no local, que vão fundamentar o dolo eventual”, explica o delegado Meinerz. 

Desde o dia da tragédia, a 1º Delegacia de Polícia de Santa Maria já ouviu mais de 400 pessoas e a expectativa é de que sejam prestados cerca de 500 depoimentos até o final desta semana. Tanto a polícia e o Ministério Público não têm dúvidas de que os proprietários da boate e dois integrantes da banda Gurizada Fandangueira, que acionaram um artefato pirotécnico no palco naquela noite, assumiram o risco de matar. 

Dois proprietários da boate, Mauro Hoffmann e Elissandro Spohr, o Kiko, além do vocalista da banda Gurizada Fandangueira, Marcelo de Jesus dos Santos, e o produtor do grupo, Luciano Augusto Bonilha Leão, foram presos temporariamente na segunda-feira seguinte, dia 28..

Spohr chegou a ficar hospitalizado em Cruz Alta por ter sido exposto à fumaça no incêndio até o dia 5, quando foi transferido à Penitenciária Estadual de Santa Maria, onde também se encontram os outros três envolvidos. O prazo inicial da prisão temporária, de cinco dias, foi prorrogado por mais 30 no dia 1º de fevereiro e vence no dia 3 de março. 

A prisão temporária ainda pode ser convertida em prisão preventiva.
Cada um dos suspeitos prestou um depoimento inicial. A polícia planeja ouvi-los novamente antes de concluir o inquérito. Até o momento, segundo o titular da 1ª Delegacia de Polícia, Sandro Meinerz, e o delegado regional, Marcelo Arigony, a suspeita é de que os quatro presos tenham cometido homicídio doloso (intencional) qualificado. A tese é reforçada pelo Ministério Público.

“Estamos acompanhado o inquérito desde o início e os elementos colhidos nos permitem essa denúncia. É preciso materialidade, indícios de autoria, e apontamentos para o descaso dos acusados com a possibilidade de tal resultado (matar)”, afirma o promotor criminal Joel Dutra, um dos responsáveis pelo processo. 

Até o momento, os fatores apontados pela como causadores do incêndio pela polícia foram a espuma do revestimento acústico que cobria o teto, feita de um material inflamável, o equipamento pirotécnico usado pela banda, superlotação, falta de luz e de sinalização de emergência e uma segunda porta para evacuação. Ainda é investigada a possível parcela de culpa das autoridades municipais e estaduais, como prefeitura e Corpo de Bombeiros, que permitiram o funcionamento da boate, apesar de ela não apresentar condições.

Os detidos foram os primeiros a serem ouvidos. Depois disso, a polícia apreendeu fotografias na casa de integrantes da Gurizada Fandangueira que, conforme Meinerz, evidenciam o uso do equipamento pirotécnico em outras apresentações do grupo, inclusive dentro da mesma boate. Até mesmo a banda de Spohr já usou show de fogos na Kiss, como mostram fotos divulgadas por uma ex-funcionária da casa.
O vocalista da banda disse à polícia que a boate estava superlotada na noite do show, e que Spohr nunca havia contestado o uso de efeito pirotécnicos. O advogado Jader Marques, que representa Kiko, pediu que fosse feita uma acareação entre os dois. Em entrevista à RBS TV quando ainda estava hospitalizado, ele afirmou que o grupo não havia pedido permissão para utilizar o recurso.

Segundo o advogado do vocalista da banda, ele não negou que tenha usado fogos no show. Porém, o equipamento usado era apropriado para locais fechados, garante. Já Hoffmann afirmou à polícia que adquiriu 50% das cotas do estabelecimento, mas não participava do gerencimento. Também em depoimento, Ângela Callegaro, irmã de Spohr, disse que “decisões e assuntos importantes” eram tomadas pelos dois sócios.

Mas a investigação não se limita aos quatro presos. Com o objetivo de apurar a responsabilidade de quem permitiu a abertura da boate, a polícia solicitou uma lista com fiscais que atuaram na prefeitura entre 2009, quando a casa noturna teve o alvará concedido, até hoje. No dia 15, foram entregues aos delegados o nome de 26 fiscais e três secretários com passagem pela Secretaria de Mobilidade Urbana de Santa Maria desde 2009.

Além dos bombeiros que realizaram o socorro das vítima na madrugada do incêndio, prestou depoimento também o tenente-coronel do Corpo de Bombeiros Daniel da Silva Adriano, que assinou o primeiro alvará de funcionamento da boate Kiss. Segundo o delegado Marcos Vianna, ele afirmou que, à época da assinatura, em 2009, todas as providências para garantir a segurança dos frequentadores foram tomadas.

Na última segunda-feira (25), também foi ouvido o ex-secretário da Saúde e atual vice-prefeito da cidade, José Haidar Farret. Conforme Meinerz, ele não levou novidades à polícia. “O ouvimos porque ele atuava na Saúde, e a parte de Vigilância Sanitária tem um certa autonomia. Por isso ele teria de dar algumas explicações”, declarou.

Além dos depoimentos, foi feita uma série de perícias e reconstituições no prédio onde funcionava a boate, na Rua dos Andradas, que segue isolado. Em uma delas, um scanner foi usado para reproduzir uma maquete virtual, por meio de uma parceria com o Instituto Geral de Perícias de Brasília. O objetivo é ajudar a reconstituir o que ocorreu na noite da tragédia.

Sem os laudos do IPG e após tomar o depoimento das últimas testemunhas, nenhum deles considerado fundamental para o desfecho do caso, a polícia pode concluir uma parte do inquérito na sexta-feira (1º de março) já que a data limite, dia 3, cai em um domingo. No documento que pode ser remetido à Justiça não devem constar o novo depoimento dos suspeitos nem os laudos das perícias, que serão anexados posteriormente.

De 145 feridos no incêndio, 22 permanecem internados
Em outra frente, médicos, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais e profissionais de saúde seguem prestando assistência aos feridos no incêndio e familiares das vítimas. Dos 145 pacientes hospitalizadas após a tragédia, 22 permaneciam em hospitais até a noite de terça-feira (26), de acordo com o Ministério da Saúde. Cinco morreram e 118 receberam alta.

Dos que permanecem sob cuidados, 18 pacientes estão em hospitais de Porto Alegre e quatro em Santa Maria. Três deles ainda precisam de ventilação mecânica, isto é, dependiam de aparelhos para respirar. Segundo o coordenador de Média e Alta Complexidade do Ministério da Saúde, José Eduardo Fogolin, esses pacientes chegaram aos hospitais em condições muito graves e ainda inspiram cuidados, mas a maioria já está fora de perigo.

“O principal comprometimento de alguns hoje é clínico múltiplo. Isso inclui comprometimento respiratório, circulatório, metabólico, insuficiência renal, entre outros”, diz Fogolin.

Um dos responsáveis pelo atendimento no Hospital de Clínicas de Porto Alegre, que acolheu alguns dos casos mais graves, o médico pneumologista e professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Hugo Goulart de Olveira, diz que os sete pacientes internados na instituição já respiram sem auxílio de aparelhos.

“A parte pulmonar e das vias aéreas teve uma evolução muito boa, mas várias pacientes ainda apresentam sequelas como queimaduras no rosto, tronco e membros. Alguns já passaram por várias cirurgias reparadoras. Outros tiveram membros amputados. O foco agora é tratar desses problemas”, diz o chefe da unidade de endoscopia respiratória do Clínicas, que também é major da Brigada Militar.

Outra preocupação das autoridades de saúde é com problemas futuros que as pessoas que inalaram a fumaça tóxica durante o incêndio possam apresentar. São doenças como a bronquiolite, que, a grosso modo, é a obstrução das canais que levam o ar até os alvéolos pulmonares. Por isso, o Ministério da Saúde pretende adotar um acompanhamento prolongado de todos os pacientes.

“Nesse momento, começa a fase de acompanhamento das vítimas. Os que tiveram alta dos hospitais serão monitorados por um longo período, de até cinco anos. Vai depender de cada caso, de acordo com o protocolo a ser estabelecido”, diz Fogolin.

A terceira etapa da estratégia de saúde também prevê o atendimento psicossocial para familiares, amigos, vítimas e profissionais envolvidos no atendimento e socorro. O serviço de acolhimento 24h no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), de Santa Maria, será mantido por mais seis meses. A ação também prevê a expansão da rede de atenção e a contratação e qualificação de profissionais da área de saúde mental para atendimento domiciliar.

Presente em Santa Maria no primeiro dia da tragédia, ao lado do ministro da Saúde, Alexandre Padilha, Fogolin comemora os resultados obtidos até o momento no tratamento dos feridos. Segundo ele, a taxa de recuperação dos feridos é de 92%. Número que só foi possível graças a rapidez no socorro e qualidade do atendimento.

"O atendimento desde a porta da boate até as transferências e transportes para hospitalização teve muita qualidade. A triagem dos casos mais graves foi fundamental para isso. Além disso, o ministério e a Secretaria Estadual de Saúde fizeram o possível para salver vidas. Todos os recursos necessidades que os especialistas solicitaram, como respiradores artificiais e o antídoto contra a fumaça, foram disponibilizados", conclui.

Informa o G1 RS

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More