VOCÊ FAZ O SUCESSO

VOCÊ FAZ O SUCESSO

BAIXE O APLICATIVO RADIOSNET E OUÇA A NOVA XUCURU EM TODO LUGAR; CLIQUE NA FOTO ABAIXO E SAIBA MAIS

quinta-feira, 6 de julho de 2017

MAIS TRÊS MUNICÍPIOS PERNAMBUCANOS ESTÃO EM "SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA"

A informação é do Blog de Inaldo Sampaio -

O Ministério da Integração reconheceu, nesta quarta-feira (5), a “situação de emergência” em 18 municípios dos Estados de Pernambuco, Amazonas, Bahia, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Com isto, as prefeituras vão poder solicitar o apoio da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil para ações de socorro, assistência, restabelecimento de serviços essenciais e recuperação de áreas danificadas por desastres naturais. A portaria, assinada pelo ministro Hélder Barbalho, foi publicada nesta quarta (5), no Diário Oficial da União.

As cidades alcançadas pelo decreto no Rio Grande do Sul são Arroio do Meio, Cambará do Sul, Engenho Velho, Jaboticaba, Lajeado do Bugre, Novo Xingu e Santa Rosa. Em Santa Catarina, os municípios de Agrolândia, Águas Frias, Brusque, Ituporanga e Xaxim e, em Pernambuco, os municípios de Bonito, Escada e São José da Coroa Grande.

Para obter apoio da Defesa Civil, os municípios deverão apresentar um relatório com diagnóstico dos danos e o Plano Detalhado de Resposta, por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres. O valor dos recursos a serem disponibilizado só será definido após análise técnica por parte do Ministério.

Enquanto isso, o Produto Interno Bruto (PIB) de Pernambuco cresceu 1,4% no primeiro trimestre deste ano, em comparação com o mesmo período de 2016.

O resultado decorreu do desempenho de três setores da economia: Agropecuária (12,3%), Indústria (6%) e Serviços (0,6%). Em valores correntes, o PIB pernambucano alcançou no primeiro trimestre R$ 40,7 bilhões.

Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (5/07) pela Agência Estadual de Planejamento e Pesquisa (Agência Condepe/Fidem), vinculada à Secretaria de Planejamento e Gestão. No mesmo período, o PIB nacional registrou queda de 0,4%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O presidente da Agência, Maurílio Lima, pondera que este crescimento não pode ser encarado “com “muito otimismo”, mas também não pode deixar de reconhecer o bom trabalho que vem sendo desenvolvido pelo governador Paulo Câmara.

“Ainda não podemos falar em crescimento, embora os números mostrem uma pequena recuperação da economia. Pernambuco foi afetado pela crise um pouco depois do Brasil e começa a sair dela um pouco antes. Alguns dados preliminares de abril e maio são animadores e acreditamos que este 1º trimestre de 2017 seja realmente o ponto de inflexão deste período de crise”, declarou Maurílio Lima.

Imagem: ABr

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More