VOCÊ FAZ O SUCESSO

VOCÊ FAZ O SUCESSO

BAIXE O APLICATIVO RADIOSNET E OUÇA A NOVA XUCURU EM TODO LUGAR; CLIQUE NA FOTO ABAIXO E SAIBA MAIS

quarta-feira, 8 de março de 2017

EM PE, 25 AGÊNCIAS BANCÁRIAS, FECHADAS APÓS ASSALTO, AINDA NÃO RETOMARAM ATIVIDADES

A informação é do G1 PE -

Como consequência das investidas criminosas contra bancos em Pernambuco nos dois últimos anos, o estado contabiliza 25 agências que não conseguiram retomar o atendimento e outros 28 estabelecimentos que têm realizado somente atendimentos burocráticos, sem tesouraria. O número foi exposto pelo diretor jurídico do Sindicato dos Bancários, João Rufino, durante audiência pública realizada na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), na área Central do Recife, nesta quarta-feira (8).

A sessão, presidida pelo deputado estadual Aluísio Lessa (PSB), teve o objetivo de reunir parlamentares, secretários estaduais e representantes dos bancos e de sindicatos ligados à área em questão para discutir as condições de funcionamento das agências prejudicadas por investidas criminosas. Deputados, secretários estaduais e representantes de sindicatos apresentaram argumentos sobre os prejuízos causados às agências.

Ainda de acordo com Rufino, o Itaú irá deixar as cidades de Afogados da Ingazeira, São Bento do Una e Bonito devido às investidas criminosas. Já o Santander, ainda segundo o Sindicato dos Bancários, vai encerrar as operações nas cidades de Pesqueira, Serra Talhada, Belo Jardim e Gravatá devido aos mesmos motivos. A reportagem entrou em contato com as instituições financeiras e aguarda retorno a respeito do assunto.

“Dizer que os bancos não colaboram com a segurança pública é, no mínimo, injusto. A maioria das cidades do interior é guarnecida apenas por três ou quatro homens da polícia”, comentou o diretor jurídico do Sindicato dos Bancários. De acordo com o sindicalista, foram 346 investidas criminosas contra os bancos em 2016. Em 2017, já foram registradas 30.

Segundo o secretário de Defesa Social do estado, Angelo Gioia, a polícia precisa de mais apoio do governo federal para combater os crimes contra bancos. "Precisamos do apoio das Forças Armadas, da Guarda Nacional. Esse problema não acontece somente em Pernambuco, mas também em outros estados do país. Esses crimes precisam ser federalizados e os envolvidos precisam ser detidos em presídios federais", afirmou.

Responsável pela Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico afirmou não enxergar esforços das agências para melhorar a situação. “O prazo dado pelo Procon para a abertura imediata das agências expira na sexta (10). Infelizmente, não há um investimento das agências nas tecnologias para evitar as investidas criminosas. Com isso, nós estamos retroalimentando as associações criminosas”, afirmou o secretário.

Minimizando prejuízos
O superintendente estadual do Banco do Brasil em Pernambuco, Nassib Lomes, explicou que a instituição tem orientado as comunidades sobre pontos alternativos para a realização das operações. “Estamos fortalecendo as agências próximas para receber o aumento da demanda e estamos trabalhando para restabelecer o funcionamento das agências danificadas”, explica. Ainda assim, o superintendente explicou que não há como cumprir, em tempo hábil, o prazo estipulado pelo Procon para retomar o funcionamento de todas as agências prejudicadas.

“Em alguns casos, como em Porto de Galinhas, as agências foram totalmente destruídas, o que implica um processo de reconstrução. Isso requer tempo e, por isso, não vamos conseguir abrir todas, mas agendamos uma visita ao Procon para explicar o que tem sido feito até agora e pedir uma ampliação do prazo”, explicou.

Depois da discussão, o deputado Aluísio Lessa explicou o procedimento após a audiência. “Serão feitos os encaminhamentos a todos os órgãos, à bancada em Brasília, para as superintendências regionais dos bancos e para o Comando Nacional. O nosso objetivo maior é combater esse problema”, explicou o parlamentar.

Imagem: Reprodução da internet

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More