VOCÊ FAZ O SUCESSO

VOCÊ FAZ O SUCESSO

BAIXE O APLICATIVO RADIOSNET E OUÇA A NOVA XUCURU EM TODO LUGAR; CLIQUE NA FOTO ABAIXO E SAIBA MAIS

sábado, 5 de agosto de 2017

BRASIL VENCE A SÉRVIA DE VIRADA, E FAZ FINAL DO GRAND PRIX DE VÔLEI FEMININO

Quem informa é a FOLHA PE -

De virada, com uma defesa forte e ataque consistente, a Seleção Brasileira feminina de vôlei venceu a vice-campeã olímpica Sérvia por 3 a 1 (20/25, 25/23, 25/14 e 25/23) na manhã deste sábado em Nanjing, na China e vai em busca do 12º titulo do Grand Prix.

A equipe brasileira foi derrotada no primeiro set, mas cresceu nos seguintes e conquistou o direito de disputar o título da competição neste domingo, às 9h (de Brasília).O adversário do Brasil sai do confronto entre China e Itália, que ocorre na manhã deste sábado.

O destaque individual do Brasil foi a titular da saída de rede brasileira Tandara, que anotou marcou 24 pontos na partida. Por sua vez, a central Bia, com quatro pontos de bloqueio, e a ponta Drussyla, que saiu da reserva no decorrer do segundo set, também se destacaram pelo lado brasileiro.

No primeiro set, diante da dificuldade no primeiro passe, a levantadora Roberta perdeu a opção de jogar com velocidade e teve de trabalhar com bolas mais altas, o que deixou o ataque brasileiro mais fácil de ser marcado – o Brasil chegava bem apenas nas bolas largadas. As meninas brasileiras anotaram apenas oito pontos de ataque contra 17 das rivais.

A partir do segundo set, a seleção brasileira ajustou a marcação sobre Boskovic, a bola mais forte no ataque sérvio, e conseguiu mudar o ritmo da partida. Com o bloqueio mais efetivo e Tandara mais eficiente nas cortadas, o Brasil comandou o placar, resistiu à pressão no fim da parcial e empatou o jogo num ataque de Drussyla, que substituiu Rosamaria.

Destaque do Rexona-Sesc na reta final da última Superliga, Drussyla permaneceu em quadra até o fim da partida. Além de obter quatro aces, a ponteira se mostrou também uma boa opção de ataque, com sete pontos nesse fundamento.

O terceiro set teve começo muito disputado, com a seleção indo para a parada técnica levando a melhor por um ponto (8/7). Com bom desempenho tanto no ataque como no bloqueio, O Brasil abriu quatro pontos de frente (12/8) e jogou pressão nas adversárias. Seguindo muito forte na defesa, a seleção não teve dificuldade para fechar o set em 25/14.

Apesar do ótimo desempenho da atacante sérvia Boskovic, o Brasil manteve o ritmo e comandou o placar até a segunda parada técnica (16/13).

A partida parecia desenhando o triunfo brasileiro, mas as sérvias correram atrás e chegaram a virar, mudando o panorama. Na base da raça e mostrando sua força, a seleção retomou as rédeas e, depois de dois bloqueios seguidos, liquidou a fatura, carimbando o passaporte para a final.

Fotografia: Reprodução de vídeo

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More