VOCÊ FAZ O SUCESSO

VOCÊ FAZ O SUCESSO

BAIXE O APLICATIVO RADIOSNET E OUÇA A NOVA XUCURU EM TODO LUGAR; CLIQUE NA FOTO ABAIXO E SAIBA MAIS

domingo, 7 de maio de 2017

COM DECISÃO POR VÍDEO, SALGUEIRO ARRANCA EMPATE DO SPORT PELA FINAL DO PE 2017

A informação é do LeiaJá -

Os mais de 22 mil torcedores que foram à Ilha do Retiro, na tarde deste domingo (7), acompanharam uma partida bastante disputada entre Sport e Salgueiro. Não era para menos. Foi o primeiro confronto da final do Campeonato Pernambucano 2017, considerado um momento histórico do futebol nacional porque marcou a estreia do árbitro de vídeo. 

E para apimentar a competição, teve pênalti confirmado pela tecnologia em favor do Carcará. Antes disso, o Sport marcou primeiro com André, mas o time sertanejo empatou no final do confronto, de pênalti, com Jean. O segundo confronto da final será realizado no dia 18 de junho, na casa salgueirense. Quem vencer leva o título.

André, o homem do gol
Empurrado pela torcida rubro-negra, o Sport buscou o ataque nos minutos iniciais. Sem dúvidas, era fundamental fazer um bom placar para ir ao sertão com vantagem. Uma das investidas quase terminou em gol. Depois de um levantamento na área, o atacante André, sem marcação, desviou de cabeça, mas a bola foi para fora.

No decorrer da partida,  o Sport demonstrou dificuldades no meio campo. Sem Diego Souza, seu principal jogador, a tarefa de criar jogadas ficou com o jovem Everton Felipe.  Mas praticamente não houve uma ligação clara entre o meio campo e o ataque, o que facilitou a marcação do time salgueirense.

De tanto insistir, apesar das dificuldades na troca de passes, o Sport quase marcou. Aos 25 minutos, depois de um passe na área, a bola sobrou para Everton Felipe que ajeitou e bateu no canto direito. Mondragon se esticou e evitou o primeiro gol da partida. No escanteio, Fabrício cobrou muito bem e quase marcou um gol olímpico. Foi só o ensaio para a torcida do Leão gritar de alegria.

Aos 27 minutos, Mena levantou na área e Rithey quase marcou de cabeça. No rebote, a bola sobrou para André. O camisa 90, que ao que parece abriu a porteira dos gols, deu uma bomba, mesmo sem anglo, e abriu o placar para o Rubro-Negro.

Pelo lado do Carcará, faltou força nos contra-ataques. O time do sertão até marcou bem, mas foi bastante lento na transição para o setor ofensivo.

Pênalti confirmado por vídeo
No início do segundo tempo da partida, o Salgueiro tentou logo chegar ao ataque. Afinal de contas, empatar o placar seria um bom passo para evitar que o Sport fizesse uma vantagem elástica. Depois de uma rápida e objetiva troca de passes, a redonda foi enfiada para Valdeir, porém, o zagueiro Durval protegeu bem para a saída de Magrão.

Instantes depois, após um cruzamento na área, o Sport quase ampliou o placar para 2x0. Durval subiu bem, meteu a cabeça na bola e o goleiro Mondragon se esticou e com as pontas dos dedos evitou que a redonda chegasse ao anglo salgueirense.

O Carcará, valente em campo, incomodou a defesa do Leão. Camisa 10 do Salgueiro, Valdeir fez grande jogada pela ponta esquerda, fazendo fila entre os defensores leoninos, e a bola acabou chegando no atacante Willian Lira. Aos 19 minutos, ele girou para cima de Durval, deu uma bomba e a bola bateu no travessão do Sport.

O mesmo Durval, na tentativa de ampliar o placar para o Sport, se lançou ao ataque aos 36 minutos. Fábio, que entrou na segunda etapa na vaga de Rithely, deu um bom passe para o zagueiro que dominou e de perna esquerda deu uma bomba. A bola tocou em Matheus Ferraz e morreu no fundo das redes. Porém, a arbitragem viu impedimento no lance e anulou o tento leonino.

No final da partida, o Salgueiro se lançou ao ataque. Aos 48 minutos, Toty cai na área e a arbitragem, a princípio, marcou pênalti. Na estreia da arbitragem de vídeo, o juiz José Washington foi consultar a tecnologia para decidir se foi ou não penalidade. E confirmou: Jean foi para a cobrança e empatou a primeira final do Estadual em 1x1.

FICHA DE JOGO

Competição: Campeonato Pernambucano - Final

Local: Ilha do Retiro

SPORT: Magrão, Samuel Xavier (Prata), Matheus Ferraz, Durval e Mena; Ronaldo, Fabrício e Rithely (Fábio); Everton Felipe (Lenis); André e Rogério. O técnico é Ney Franco. 

SALGUEIRO: Mondragon, Tamandaré, Ranieri, L. Eduardo e Daniel; Rodolfo Potiguar, Moreilândia e Toty; Valdeir; Lira e Álvaro (Jean Carlos). O técnico é Evandro Guimarães.

Arbitragem: José Washington da Silva

Assistentes: Marlon Rafael Gomes de Oliveira / Fabrício Leite Sales

Gols: André /  Jean

Cartões amarelos: Mondragon / Samuel Xavier; Rogério; Rithely; Matheus Ferraz.

Cartões vermelho:

Público: 22.757

Renda: R$ 501.176,00

Imagem: LeiaJá Imagens

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More