VOCÊ FAZ O SUCESSO

VOCÊ FAZ O SUCESSO

BAIXE O APLICATIVO RADIOSNET E OUÇA A NOVA XUCURU EM TODO LUGAR; CLIQUE NA FOTO ABAIXO E SAIBA MAIS

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

DILMA EM PERNAMBUCO NESTA TERÇA-FEIRA

Com informações do Blog do Magno Martins -

A presidente Dilma volta ao Sertão pernambucano, nesta terça (22), para entregar mais uma estação de bombeamento das obras de Transposição do São Francisco. Na chegada a Floresta, onde será recepcionada por três governadores (PE, CE e PB), provavelmente, se vier a falar com jornalistas, não escapará de uma cena constrangedora: explicar mais um escândalo em seu Governo.

Há menos de 10 dias, a Polícia Federal desbaratou um esquema de corrupção no lote dois da obra, envolvendo o consórcio formado pelas empresas OAS/Galvão/Barbosa Melo/Coesa, que recebeu R$ 680 milhões pelo trabalho. De acordo com os investigadores, os empresários utilizaram empresas de fachada para desviar cerca de R$ 200 milhões do Ministério da Integração Nacional.

Ainda de acordo com a PF, algumas empresas ligadas à organização estariam em nome de um doleiro e um lobista investigados na Operação Lava Jato. Ao todo, foram cumpridos 32 mandados judiciais em Pernambuco, Goiás, Mato Grosso, Ceará, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Bahia e Brasília, sendo 24 mandados de busca e apreensão, quatro mandados de condução coercitiva e quatro mandados de prisão.

“Um grande projeto como a transposição do Rio São Francisco, que poderia amenizar o sofrimento de muitas famílias nordestinas, acaba motivando indivíduos de má índole a se aproveitarem da boa-fé dessas pessoas. Isso tudo sempre acontece de forma ilegal”, disse superintendente da PF em Pernambuco, Marcello Diniz Cordeiro.

Nesta fase está sendo apurado o núcleo econômico, que são as empreiteiras e o financeiro de nível operacional. Porém, a PF ainda investigará os núcleos administrativo, operacional e político. “Tudo indica, pelo contexto do grupo de Youssef, que essa verba foi destinada para políticos”, adiantou o coordenador da operação, Felipe Leal.

A Polícia também acredita que toda a obra da transposição foi superfaturada. “Vai ver nem precisava desses mais de R$ 500 milhões. Vai ver com R$ 300 milhões já poderia ser feito isso. Se houve esse superfaturamento, de que há fortes indícios, se houve desvio de verba pública federal e mesmo assim a obra continuou, qual seria realmente o valor dessas obras que deveriam ser exigidos para a construção?”, questiona o superintendente.

Dilma deve ser questionada como uma obra, orçada inicialmente em R$ 4,5 bilhões, já tenha consumido o dobro, podendo chegar a R$ 12 bilhões, três vezes mais. Mas se um dia funcionar, a Transposição pode garantir a segurança hídrica para 390 municípios em Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte, beneficiando aproximadamente 12 milhões de habitantes. Segundo o Ministério da Integração Nacional, a demora na entrega dos trechos acontece devido à burocracia na escolha das empresas e na adaptação dos projetos iniciais.

Através da construção de quatro túneis, 14 aquedutos, nove estações de bombeamento e recuperação de 23 açudes existentes na região do Nordeste Setentrional, a transposição visa a beneficiar, com as águas do Rio São Francisco, 11 bacias da região com oferta hídrica per capita inferior à considerada ideal pela Organização das Nações Unidas (ONU). Aproximadamente R$ 1 bilhão do total de investimentos está destinado para programas básicos ambientais.

Segundo dados do mês de outubro, as obras do Projeto de Integração do Rio São Francisco apresentam 81% de execução física. Atualmente, há 10.141 trabalhadores contratados para atuarem no empreendimento. Para aperfeiçoar o gerenciamento, o Ministério da Integração Nacional implantou, em 2011, um outro modelo de monitoramento, licitação e contratação para os seis trechos de obras.

EM LIBERDADE – Os executivos das empreiteiras Galvão Engenharia, OAS, Coesa e Barbosa Mello, presos na Operação Vidas Secas - Sinhá Vitória, da Polícia Federal (PF), ganharam liberdade três dias após serem presos por determinação da Justiça Federal em Pernambuco. A operação foi deflagrada no dia 11 de dezembro, e a decisão que garantiu a soltura foi assinada no dia 14. A PF investiga o suposto superfaturamento e desvio de R$ 200 milhões nas obras de transposição do Rio São Francisco. A decisão do juiz Felipe Mota Pimentel de Oliveira, da 38ª Vara da Justiça Federal, só foi divulgada ontem.

Cara pálida – Dilma mentiu descaradamente, ontem, na posse do novo ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, ao elogiar o ex-ministro Joaquim Levy. "Joaquim Levy, sua competência já era conhecida. Você revelou grande capacidade de agir com serenidade e eficiência sob intensa pressão", afirmou. Na verdade, a malvada nunca acreditou em Levy nem tampouco deu carta branca para ele colocar a economia nos eixos. Mais do que isso, permitiu que Lula puxasse o seu tapete.

Vítima de conspiração – Ao longo de 2015, petistas e integrantes do Governo Dilma que tinham uma visão crítica em relação ao trabalho de Levy reclamavam que o então ministro da Fazenda não apresentava propostas de crescimento para o País, limitando-se, segundo eles, a executar uma política de ajuste fiscal. O próprio Nelson Barbosa protagonizou, em diversas ocasiões, embates com o colega da Fazenda por divergir de propostas mais ortodoxas de Levy para a economia. E conspirou o tempo todo para emplacar o lugar de Levy.

Enfoque na Educação – Ao fazer um balanço do primeiro ano do Governo Paulo Câmara, o líder do Governo na Assembleia, Waldemar Borges (PSB), destacou realizações na Educação, como a abertura de cinco novas escolas técnicas, seis escolas de referência de Ensino Médio e duas escolas estaduais incorporadas à Rede Estadual de Ensino. Falou ainda da instituição do Passe Livre, do Programa Ganhe o Mundo e Ganhe o Mundo Esportivo, além do edital do esperado, e muitas vezes reivindicado, concurso para professor, abrindo três mil vagas.

Os sem-legenda – O que se ouve nos bastidores é que a deputada Priscila Krause está costurando um entendimento com o deputado Daniel Coelho na disputa pela Prefeitura do Recife. Ambos, entretanto, têm um problema comum: não contarão com o aval dos seus partidos. A tendência do PSDB, de Coelho, é apoiar a reeleição de Geraldo Júlio, mesmo caminho defendido pelo presidente estadual do DEM, Mendonça Filho.

CURTAS 

POLARIZAÇÃO – O processo de impeachment da presidente Dilma, de desfecho ainda imprevisível, veraneará durante algumas semanas. Enquanto ele descansa nalguma praia à espera dos novos passos no Congresso, contribui para acirrar um dos maiores problemas da política contemporânea – a polarização entre dois campos opostos, normalmente identificados com as palavras “esquerda” e “direita”.

ESTRADA – O governador Paulo Câmara inaugura, na próxima terça-feira, ao lado do secretário de Transportes, Sebastião Oliveira, a PE-213, que liga o município de Sanharó ao distrito de Xucurus, passando também pelo distrito de Jenipapo, num percurso de 21 km. Atende a uma velha reivindicação da comunidade indígena dos Xucurus.

Perguntar não ofende: O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, vai sobreviver no cargo até quando?

Foto: Reprodução 

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More