VOCÊ FAZ O SUCESSO

VOCÊ FAZ O SUCESSO

BAIXE O APLICATIVO RADIOSNET E OUÇA A NOVA XUCURU EM TODO LUGAR; CLIQUE NA FOTO ABAIXO E SAIBA MAIS

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

COLUNA! REFORMA DA PREVIDÊNCIA EM XEQUE

A informação é do Blog do magno Martins -

Uma pesquisa realizada com deputados federais mostra alta resistência à Reforma da Previdência, pauta prioritária no retorno do recesso parlamentar, em fevereiro. De acordo com o levantamento, 98,09% dos entrevistados acreditam que a proposta original encaminhada pelo governo será alterada no Congresso.

Dos entrevistados, 60% se manifestaram contrários à equiparação de idade de aposentadoria para homens e mulheres. Em outro item, 20% responderam que a idade para homens deveria ser de 60 anos e de 55 anos para mulheres, 74,28% não souberam ou não responderam.

Preocupa para o governo o pessimismo do Congresso na aprovação da proposta. Segundo a pesquisa, 63,80% afirmaram que não estão otimistas com a aprovação da Reforma da Previdência. Nesse quesito, 35,23% disseram acreditar que ela será concluída até o recesso de julho e 29,52%, até dezembro.

A pesquisa foi realizada pela empresa de consultoria política Arko Advice, com sede em Brasília, entre os dias 12 e 15 de dezembro. Foram ouvidos 105 deputados federais, de 22 partidos políticos. A vida está difícil para o Palácio do Planalto.

Ministro... em fevereiro – O presidente Michel Temer decidiu adiar o anúncio do novo ministro da Secretaria de Governo, em substituição a Geddel Vieira Lima. A ideia é reduzir a tensão que ameaça a harmonia entre os aliados no Congresso. Temer continua decidido a nomear o deputado Antonio Imbassahy (PSDB-BA), mas só o fará após aparar as arestas com o centrão. “Imbassahy assumirá em fevereiro. Mas vamos aguardar a definição do presidente da Câmara (em fevereiro)”, afirma o deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP).

Trabalho hercúleo – Candidato a presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE) tem tido trabalho hercúleo para combater “mentiras” disseminadas por Renan Calheiros (PMDB-AL), atual dono da cadeira cobiçada pelo cearense. Renan, que atua contra o governo Michel Temer, resolveu apelar à família de Eunício. Partiu dele a conversa de que o líder peemedebista desistirá de disputar a presidência do Senado. Renan não tolera ter sido preterido na indicação de vice-presidente na chapa de Dilma Rousseff, em 2010. Agora, tenta se vingar de Michel Temer boicotando Eunício, candidato do Planalto e favorito na disputa.

Coisa de criminoso – Militante estudantil no período do regime militar, o deputado Carlos Cadoca (PDT-PE) discorda do uso de máscaras em manifestações que descambam para a violência. Segundo ele, a divergência de ideias é natural e a liberdade de expressão, um patrimônio do brasileiro. “Já quem se esconde atrás de máscaras e entra nos movimentos de rua para fazer baderna e depredar o patrimônio público tem claramente o objetivo de praticar crimes”, afirma. “É um criminoso”.

Anistia às teles – O governo Michel Temer está prestes a sancionar a lei que anistia dívida de R$ 100 bilhões das empresas de telecomunicação. O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cláudio Lamacchia, critica a anistia.  “No momento em que o governo pede esforço econômico para toda a sociedade, não é possível abrir mão de recursos em favor das empresas de telecomunicações”, diz. O valor seria a soma das multas e da estimativa de valor dos ativos usados e administrados pelas teles desde a concessão do serviço e que, agora, podem acabar ficando com elas em caráter definitivo.

Agreste recebe médica cubana – Chegou ao município de Riacho das Almas, no Agreste, a 131 km do Recife, mais uma médica cubana trazida por meio do programa Mais Médicos, do Governo Federal. Geidy Rodriguez Perez, clínica geral natural de Pinar Del Rio, em Cuba, veio para cidade, segundo ela, com o objetivo de melhorar a saúde da população: “Eu espero que as pessoas compreendam minha função como médica e que eu possa acolher a todos como minha família”, afirmou.

CURTAS

Medo de escuro – O receio de vazamento de informações chegou a níveis extremos. No Congresso, a maioria dos políticos é investigada no âmbito da Operação Lava Jato. Com medo, líderes partidários convidam assessores a se retiraram das reuniões, onde são realizadas as negociatas.

Holerite robusto – A Polícia Militar do Distrito Federal, cujo salário inicial é de R$ 7 mil, parece alheia à crise financeira. Enquanto a Câmara discutia a renegociação das dívidas de Estados perdulários, a polícia mais bem paga do País pedia aumento salarial. Deputados ficaram constrangidos.

Imagem: Reprodução da internet

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More