VOCÊ FAZ O SUCESSO

VOCÊ FAZ O SUCESSO

BAIXE O APLICATIVO RADIOSNET E OUÇA A NOVA XUCURU EM TODO LUGAR; CLIQUE NA FOTO ABAIXO E SAIBA MAIS

domingo, 17 de julho de 2016

SANTA CRUZ VENCE O AMÉRICA-MG, CONFIRMA REAÇÃO E SAI DO Z-4 DA SÉRIE A

A informação é do SUPER ESPORTES PE -

A última vitória fora de casa do Santa Cruz na Série A havia sido ainda na 12ª rodada do Brasileiro de 2006 - ao bater por 4 a 1 o Fortaleza, no Castelão. Dez anos se passaram e 21 partidas foram jogadas como visitante pelo Tricolor na elite (15 em 2006 e seis neste ano) até o time coral experimentar de novo o sabor de ganhar longe dos seus domínios na primeira divisão. Na manhã deste domingo, a equipe do técnico Milton Mendes quebrou essa “seca” contra o América-MG, no estádio Independência. E em grande estilo. Vitória maiúscula por 3 a 0. O resultado tira os pernambucanos da zona de rebaixamento após quatro jogos, com o tropeço de times que estava à sua frente na classificação, como a derrota do Cruzeiro para o Fluminense e o empate do Figueirense com a Chapecoense. 

Uma marcação sob pressão, linhas bem compactadas e investidas em velocidade. Assim se postou o Santa Cruz desde o começo da partida para vencer o frágil América-MG. Milton Mendes pôde contar com todos os seus titulares. Jogadores, por sinal, revigorados após terem sido poupados diante do Vasco, na última quarta-feira, pela Copa do Brasil. Portanto, com um time aplicado taticamente e descansado, o Tricolor não precisou de muito tempo para tomar conta do jogo. Já aos sete, Keno perdia um gol cara a cara com o goleiro João Ricardo. Um minuto depois, no entanto, Marcílio serviu Tiago Costa, que ganhou dividida de Osman, invadiu a área e abriu o placar para os corais: 1 a 0. 

A vida do Santa poderia ter sido dificultada quando Neris derrubou Alan Mineiro na área e o árbitro assinalou penalidade a favor do Coelho, num dos raros trabalhos ofensivos dos mandantes no confronto. Mas Tiago Cardoso, consolidando uma recuperação após ter iniciado mal a Série A, defendeu com os pés o pênalti cobrado por Osman e impediu o empate. No minuto seguinte, aos 15, prata da casa Marcílio tornou-se novamente protagonista. Quando a bola de um escanteio sobrou para ele na meia-lua, ampliou a vantagem pernambucana com um chute certeiro no canto direito de João Ricardo: 2 a 0. Há quatro jogos seguidos como titular, correu para comemorar nos braços do treinador em uma demonstração evidente de agradecimento.

Depois do segundo gol, ficou fácil administrar o resultado. Sem a posse de bola, o Tricolor aproximava as linhas. Abdicava do 4-2-3-1 e se fechava no 4-4-2. O América-MG chegava a trocar alguns passes, mas não conseguia novamente chegar à barra de Tiago Cardoso. Cenário que fez a torcida mineira voltar-se contra o próprio time e vaiar alguns dos seus atletas, como Osman. Grafite por pouco não aumentou no fim da primeira etapa ao chutar de canhota e assistir à bola passar rente à trava esquerda do adversário.      

A reação do América-MG não veio no segundo tempo. Pelo contrário. O Santa que não demorou para fazer o terceiro. Arthur ganhou assistência perfeita de Léo Moura e praticamente liquidou a fatura, já aos 10 minutos da etapa final do duelo. O Tricolor ainda teve chances ainda de transformar o placar em uma goleada. Arthur novamente, Keno e Marion poderiam ter feito o quarto gol. Porém, o Santa precisou mesmo só administrar o placar para conquistar a sua segunda vitória seguida no Brasileiro. Agora, o Tricolor recebe o Vasco na próxima quarta-feira, no jogo de volta da Copa do Brasil. Volta a entrar em campo na Série A no próximo domingo, também no Arruda, frente ao Coritiba.     

América-MG
João Ricardo; Pablo, Roger, Adalberto e Bruno Teles (Sávio); Leandro Guerreiro (Claudinei), Juninho, Alan Mineiro (Danilo Barcelos) e Gilson; Osman e Victor Rangel: Sérgio Vieira.

Santa Cruz
Tiago Cardoso; Léo Moura, Neris, Danny Morais e Tiago Costa; Uillian Correia (Derley), João Paulo, Marcílio (Jadson), Arthur e Keno; Grafite (Marion). Técnico: Milton Mendes. 

Estádio: Independência (Belo Horizonte-MG). Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ). Assistentes: Dibert Pedrosa Moisés (RJ) e Thiago Farinha (RJ). Gols: Tiago Costa (8’ do 1T, Santa Cruz), Marcílio (15’ do 1T, Santa Cruz) e Arthur (10’ do 2T, Santa Cruz). Cartões amarelos: Pablo (América-MG); Neris e Grafite (Santa Cruz).

Imagem: Reprodução do Super Esportes PE

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More