VOCÊ FAZ O SUCESSO

VOCÊ FAZ O SUCESSO

BAIXE O APLICATIVO RADIOSNET E OUÇA A NOVA XUCURU EM TODO LUGAR; CLIQUE NA FOTO ABAIXO E SAIBA MAIS

quinta-feira, 3 de março de 2016

REFORÇO EM 11 HOSPÍTAIS DE PERNAMBUCO PARA ATENDER PACIENTES COM ZIKA, CHIKUNGUNYA, DENGUE E MICROCEFALIA

Com informações do JC ONLINE -

Com a convocação de 2.560 profissionais de diversas áreas da saúde anunciada oficialmente na manhã desta quinta-feira (3) pelo Governo de Pernambuco, 11 hospitais do Estado receberão reforço para atendimento dos pacientes com dengue, chikungunya, zika e microcefalia. Além disso, os profissionais também serão direcionados para outras seis unidades de saúde da rede, como as unidades da Farmácia de Pernambuco no Recife, em Limoeiro e em Caruaru; as unidades do Serviço de Verificação de Óbito do Recife e de Caruaru; o Laboratório Central de Pernambuco (Lacen/PE) e a Fundação Hemope. 

Com essa equipe que será chamada para atuar nas unidades, serão contempladas cinco das 12 Gerências Regionais de Saúde do Estado: Recife, Limoeiro, Caruaru, Garanhuns e Serra Talhada. 

Dos convocados, 207 são médicos aprovados no último concurso público para a categoria, em 2013. Também serão chamados 487 enfermeiros e 428 profissionais de nível superior, além de 1426 profissionais de nível médio, todos selecionados do concurso público para profissionais de saúde realizado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) em 2014. Além disso, 12 profissionais estão sendo convocados para a Fundação Hemope, sendo dois médicos, dois enfermeiros e oito de nível médio, aprovados no concurso realizado em 2013 para a instituição.

Desde que o Governo de Pernambuco decretou Situação de Emergência no Estado, devido ao avanço dos casos de microcefalia e à tríplice epidemia de dengue, chikungunya e zika, esse é o segundo reforço de profissionais feito pela Secretaria Estadual de Saúde. Em dezembro de 2015 e janeiro de 2016, o órgão convocou seis técnicos de laboratório para o Lacen/PE e realizou seleção com a contratação de 23 profissionais, sendo 16 biólogos e veterinários com experiência em Vigilância em Saúde e sete enfermeiros com experiência em Vigilância Epidemiológica para reforçar as ações de vigilância contra o mosquito Aedes aegypti.

Foto: JC Imagem

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More