VOCÊ FAZ O SUCESSO

VOCÊ FAZ O SUCESSO

BAIXE O APLICATIVO RADIOSNET E OUÇA A NOVA XUCURU EM TODO LUGAR; CLIQUE NA FOTO ABAIXO E SAIBA MAIS

sábado, 12 de março de 2016

SPORT GOLEIA O CENTRAL POR 4X0 E ASSUME LIDERANÇA DO CAMPEONATO PERNAMBUCANO

Com informações do Blog do Torcedor -

Numa partida onde a impressão sempre foi que o Sport jogava a “meia-pressão”, o Leão goleou o Central, por 4×0, neste sábado (12), na Ilha do Retiro. A goleada foi democrática: Gabriel Xavier, Luiz Antônio, Lênis e Vinicíus Araújo construíram o resultado que fez o Rubro-negro dormir na liderança do Estadual, com os mesmos 13 pontos de Salgueiro e Náutico, mas com vantagem nos critérios de desempate.

Outra boa notícia é que após um período com jogos no meio da semana, o Sport só voltará a campo no próximo sábado (19), contra o América, no Arruda.

A partida começou  bem animada. Duas chances de gols em dois minutos, uma de cada lado e em ambas a zaga contribuiu. Na primeira, Luiz Antonio recebeu na área e, livre, chutou forte por cima do gol. No lance seguinte, coisa rara de se ver: Durval “pixotou” e Lourival, que gosta de se chamar de “Lourigol”, perdeu o gol feito dentro da pequena área, chutando fraco.

E foi “mantendo a tradição” dos erros da zaga, que o primeiro gol saiu. Gol rubro-negro. Jogada pelo meio, o lateral do Central, Sadrak, tentou cortar a bola e deu um passe para Gabriel Xavier. Que invadiu a área e tocou na saída do goleiro, aos 16.

Um golzinho logo no início de jogo era o tudo o que o Sport queria para poder administrar a partida.

Cansado da forte sequência de jogos, o Sport passou a deixar o Central tocar a bola, saindo apenas “na boa”. Mesmo sem forçar muito, teve chances de ampliar com Gabriel Xavier, que demorou a concluir e foi travado pela defesa, e Túlio de Melo, escorando boa jogada de Lenis pela lateral. Só que a bola foi rasteira e aí já viu.

O que era uma estratégia, porém, começou a se tornar perigoso. O Central tomou gosto de ficar com a bola no pé e ensaiou uma pressão no final do primeiro tempo. Sadrak, o mesmo que deu a “assistência” para o gol do Sport, cobrou falta perigosa, raspando a trave. E Araújo chegou até a balançar a rede leonina, mas estava impedido.

O primeiro terminou com o Leão na frente, mas o time saiu vaiado para o vestiário.

Se foi pela vaia ou não (provavelmente, não), o técnico Falcão mexeu no Sport no intervalo. Tirou Túlio de Melo e colocou Vinícius Araújo. A impressão é que o treinador segue em “período de testes”.

Quem não precisa de período de testes é o veterano Araújo. No primeiro minuto do 2º tempo, ele girou na entrada da área rubro-negra e obrigou Danilo Fernandes a se esticar. Pouco tempo depois, o goleiro rubor-negro trabalhou novamente, numa arremate rasteiro de Candinho.

Só que no futebol, há uma lei que não se deve ignorar. Como não fez os gols, o Central viu o Sport ampliar. Numa jogada despretensiosa que culminou com um chute despretensioso de Luiz Antônio, o Leão fez 2×0.

Isso aos 6, pois aos 8 foi a vez de Lênis tabelar com Vinícius Araújo e fazer o segundo. Assim como no primeiro tempo, o Sport resolvia sua vida logo no início.

Com o resultado assegurado, o Sport passou a cozinhar o jogo, embora se desse ao trabalho de chegar algumas vezes no ataque. Numa dessas subidas, Lenis costurou a defesa do Central e tocou para Luiz Antônio. A bola ainda passou por Serginho, antes de Vinícius Araújo tocar na saída do goleiro, aos 26.

Vitória mais que assegurada, Falcão aproveitou para dar ritmo de jogo a Maicon da Silva (que entrou no lugar de Samuel Xavier), que se recuperou de uma lesão no início da temporada, e experiência ao jovem Juninho, 17 anos, que entrou na vaga de Gabriel Xavier.

FICHA DO JOGO

SPORT - Danilo Fernandes; Samuel Xavier (Maicon da Silva), Durval,  Oswaldo Henríquez e Renê; Rithely, Serginho, Luiz Antônio e Gabriel Xavier (Juninho); Lenis e Túlio de Melo (Vinícius Araújo). Técnico: Falcão.

CENTRAL - Juninho, Gustavo, Márcio, Everton (Jonatas) e Sadrak (Fabinho); Charles Wagner; Moisés, Giso e Araújo. Candinho e Lourival (Índio). Técnico: Flávio Barros.

Local: Ilha do Retiro.  Árbitro: Wagner Cabral Miranda. Assistentes: Elan Vieira e Aldir Pereira. Cartões Amarelos: Jonatas e Gustavo. Gols: Gabriel Xavier (16 do 1º), Luiz Antônio, Lênis e Vinícius Araújo (6, 8 e 26 do 2º). Público: 3.239 torcedores. Renda: R$ 69.246,08.

Foto: Reprodução/LeiaJá Imagens

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More