VOCÊ FAZ O SUCESSO

VOCÊ FAZ O SUCESSO

BAIXE O APLICATIVO RADIOSNET E OUÇA A NOVA XUCURU EM TODO LUGAR; CLIQUE NA FOTO ABAIXO E SAIBA MAIS

terça-feira, 15 de março de 2016

PROFESSORES ESTADUAIS DE PERNAMBUCO CRUZAM OS BRAÇOS

Com informações do LeiaJá -

Os professores do Estado, com o apoio do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe), começaram nesta terça-feira (15) uma paralisação de alcance nacional que se estenderá até a próxima quinta-feira (17). A principal reivindicação da categoria é o reajuste de 11,35% para todos os níveis - percentual oferecido apenas a um seleto grupo que estava abaixo do piso - e cumprimento do Plano de Cargos e Carreiras.

Para reforçar o movimento dentro do Estado, o Sintepe deu inicio as atividades, visitando escolas da Região Metropolitana do Recife, para garantir apoio ao movimento. Nesta quarta-feira (16), os 13 núcleos regionais realizarão movimentos em defesa da educação. Em paralelo aos atos, ocorrerá uma manifestação em frente em frente à Câmara Municipal de Vitória de Santo Antão e o movimento intitulado como “Antes que o governo sugue nosso sangue, vamos doá-lo”, organizado pelos professores da cidade de Garanhuns, que prometem interromper suas atividades e contribuir com uma doação de sangue coletiva.

Na quinta-feira, a categoria participa de uma assembleia geral, que acontece às 14h, na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Após o encontro, o movimento seguirá em caminhada com destino ao Palácio do Campo das Princesas, também no Centro do Recife, para realizar a entrega da pauta de reivindicações.

Nas escolas, o clima é de incerteza. Os estudantes não sabem se haverá aula. Em alguns colégios, as atividades foram encerradas desde o primeiro dia de paralisação. É o caso da Escola Nossa Senhora do Pilar, no Bairro do Recife, onde 13 dos 14 professores aderiram à greve. Em alguns casos a situação é completamente diferente. As escolas Dom Helder Câmara e Compositor Capiba funcionaram normalmente pelo turno da manhã.

O presidente do sindicato, José Fernando de Melo, visitou algumas escolas da Região Metropolitana. José afirmou que a maioria das instituições está aderindo a causa e que aguarda a resposta das demais. “De todas as instituições que visitamos hoje, apenas uma ficou de responder, nesta tarde, se vai, ou não, integrar-se ao movimento. O resultado está sendo positivo”, disse o presidente do Sintepe. A assessoria do sindicato prometeu divulgar, na tarde de hoje, o número de escolas e professores que apoiam o movimento.  

Foto: Reprodução

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More