VOCÊ FAZ O SUCESSO

VOCÊ FAZ O SUCESSO

BAIXE O APLICATIVO RADIOSNET E OUÇA A NOVA XUCURU EM TODO LUGAR; CLIQUE NA FOTO ABAIXO E SAIBA MAIS

domingo, 16 de agosto de 2015

SPORT EMPATA COM A PONTE PRETA E TERMINA 1º TURNO EM 7º LUGAR NO BRASILEIRÃO 2015

Com informações do Super Esportes PE -

Não foi o retorno para casa como a torcida gostaria. Uma tarde que começou com vaias ao hino nacional (em protesto contra a arbitragem) e terminou com vaias ao time. Com domínio das ações no primeiro tempo e sendo dominado no segundo, o Sport ficou apenas no empate com a Ponte Preta por 1 a 1, neste domingo, na volta à Ilha do Retiro, após 45 dias.

O início da partida, no entanto, parecia promissor. Assim como o cenário pedia, o Sport se sentiu em casa no primeiro tempo. Durante quase toda a etapa, foi o Leão que controlou a maioria das ações. E assim, de forma tranquila, não demorou para abrir o placar logo aos nove minutos. Por sinal, em uma bela jogada, que começou com uma tabela entre André e Diego Souza (com direito a toque e calcanhar do primeiro) e que terminou com o camisa 87 empurrando para o gol vazio.

Com a vantagem no placar, o Sport administrou ainda mais a partida, com posse de bola e boa marcação. Faltou porém, um pouco mais de ímpeto para transportar a superioridade do campo para o placar. Em determinados momentos, o preciosismo em alguns lances também jogou contra. Além disso, a dupla Marlone e Élber, responsável por dar velocidade na saída de bola da equipe pelos dois lados do campo, ficou abaixo do restante do time. Sem dar continuidade a maioria das jogadas. Com isso, a Ponte Preta chegou a crescer na partida. Nada, no entanto, que ameaçasse de forma mais perigosa a meta do goleiro Danilo Fernandes.

Segundo tempo
O início do segundo tempo foi um complemento do final do primeiro. Com a Ponte sendo mais incisiva nas chegadas ao ataque, apesar do maior controle da partida por parte da equipe rubro-negra. Tanto que aos 12 minutos, por muito pouco o atacante Borges não empata, de cabeça. Sentindo a iminência de uma partida tranquila se tornar perigosa, o técnico Eduardo Baptista sacou Élber para a entrada de Régis.

O jogo cresceu a partir daí. Com direito as duas equipes perderem gols “feitos”. Primeiro a Ponte, com o meia Bady, praticamente embaixo das traves, completar por cima um cruzamento da direita. Em seguida, foi a vez do rubro-negro André, de frente para o goleiro Marcelo Lomba, isolar. A Macaca, no entanto, a essa altura já era melhor em campo. Nem a entrada do atacante Hernane Brocador conseguiu devolver ao superioridade da partida aos donos da casa.


Assim, o merecido gol de empate veio aos 36 minutos, com Borges, sem marcação na pequena área, aproveitando de cabeça cruzamento de Gílson pela esquerda.A última chance do Leão terminou nos pés de Neto Moura, já nos acréscimos. Foi o 10º empate do Sport na competição. O terceiro como mandante. O primeiro na Ilha, onde o Leão retornou com vaias.

Ficha do jogo

Sport 1
Danilo Fernandes; Ferrugem, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rodrigo Mancha, Rithely, Élber (Régis), Diego Souza e Marlone (Neto Moura); André (Hernane). Técnico: Eduardo Baptista.

Ponte Preta 1
Marcelo Lomba, Rodinei, Renato Chaves, Pablo e Gilson; Elton e Fernando Bob; Felipe Azevedo (Keno), Bady (Felipe) e Cesinha (Leandrinho); Borges. Técnico: Doriva.

Local: Ilha do Retiro. Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-SC). Assistentes: Clóvis Amaral e Rodrigo Chaves (ambos de PE). Gols: Diego Souza (aos 9 min do 1º tempo) e Borges (aos 36 min do 2º tempo). Público: 15.595. Renda: R$398.030.

Foto: Divulgação

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More