VOCÊ FAZ O SUCESSO

VOCÊ FAZ O SUCESSO

BAIXE O APLICATIVO RADIOSNET E OUÇA A NOVA XUCURU EM TODO LUGAR; CLIQUE NA FOTO ABAIXO E SAIBA MAIS

sábado, 18 de julho de 2015

NÁUTICO PERDE PARA O BOTAFOGO E SAI DO G-4 DA SÉRIE B

Com informações do Blog do Torcedor -

O Náutico teve uma postura diferente do jogo contra o Flamengo, mais ofensivo, mas esbarrou nos mesmos problemas que custou a eliminação da Copa do Brasil: falha na finalização. E assim acabou também sendo punido, agora pelo Campeonato Brasileiro da Série B, derrotado para o Botafogo, por 1×0, no Estádio Nilton Santos, no Rio. O resultado deste sábado (18), somado aos outros da rodada, fez os alvirrubros saírem do G4, em quinto lugar (24 pontos) enquanto os botafoguenses reassumiram a liderança da Segundona, com 27.

O Náutico volta a campo pela Série B, sábado (25), contra o vice-líder Vitória/BA (26 pontos), na Arena Pernambuco, às 16h30.

O jogo

As entradas de Gil Mineiro, na lateral-direita, e de Josimar, no ataque ao lado de Douglas, fizeram o Náutico um time mais disposto a atacar que na recuada atuação contra o Flamengo, pela Copa do Brasil. Mas se a postura era outra, novamente os alvirrubros esbarraram nas falhas de finalização e as chances criadas com Hiltinho, em duas ocasiões, e Josimar, antes dos primeiros 20 minutos de jogo, passaram longe do gol.

Tempo suficiente para o Botafogo se encontrar no jogo e reagir à pressão inicial alvirrubra. Os cariocas adiantaram suas peças e passaram a tomar as ações do jogo, aproveitando a velocidade de Rodrigo Pimpão e de Gegê, girando na entrada da área e arriscando chutes a gol. A sorte do Náutico é que a pontaria botafoguense também não estava tão precisa.

Desse jeito, apesar do primeiro tempo movimentado em com chances criadas pelos dois lados, o placar terminou em branco.

No segundo tempo, porém, o Botafogo resolveu não deixar o Náutico gostar do jogo e começou pressionando. Antes do primeiro minuto, o alvinegro fez uma blitz e Gegê tentou encobrir Júlio César. O goleiro fez uma grande defesa.

A pressão botafoguense seguiu em média intensidade e o Náutico parecia disposto a surpreender no contra-ataque. A estratégia esteve perto de funcionar, mas o Timbu parou novamente nas finalizações falhas. Aos 15, o zagueiro Flávio teve boa chance, quando após uma cobrança de falta a bola sobrou para ele na pequena área. Sonolento, o jogador chutou em cima do goleiro Jefferson.

O jogo seguia sem grandes alterações até os treinadores tentarem mudar o panorama com substituições. E as alterações do Botafogo surtiram mais efeitos, dando mais velocidade aos cariocas. Numa jogada que começou pelo lado direito de ataque e terminou na ala esquerda, Luís Henrique recebeu a bola dentro da área e chutou. Júlio César ainda espalmou, mas no rebote Lulinha, que tinha acabado de entrar, apenas escorou para o gol.

O gol desarticulou o time do Náutico que, mesmo com as entradas de Renato, João Paulo e Rogerinho, não conseguiu mais articular jogadas de ataque. Num dos raros momentos de lucidez, porém, o Alvirrubro poderia ter empatado. Renato recebeu dentro da área e, de chapa, encobriu Jefferson, que viu a bola explodir no travessão.

Ficha técnica

Náutico: Júlio César; Gil Mineiro, Flávio, Fabiano Eller e Gastón Filgueira; João Ananias, Marino, William Magrão (Rogerinho) e Hiltinho (João Paulo); Josimar (Renato) e Douglas. Técnico: Lisca

Botafogo: Jefferson; Luís Ricardo, Renan Fonseca, Diego Giaretta e Garleto; Dielson, Fernandes (Diego), Otávio (Sasá) e Gegê; Rodrigo Pimpão (Lulinha) e Luís Henrique. Técnico: Jair Ventura (interino).

Cartões amarelos: Gaston Filgueira, Flávio, Fernandes, Lulinha, Luís Ricardo e Garleto. Gol: Lulinha (31 do 2º). Árbitro: Eduardo Valadão (GO). Assistentes: Cristhian Sorence e Evandro Ferreira (ambos de GO).

Foto: Reprodução

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More