VOCÊ FAZ O SUCESSO

VOCÊ FAZ O SUCESSO

BAIXE O APLICATIVO RADIOSNET E OUÇA A NOVA XUCURU EM TODO LUGAR; CLIQUE NA FOTO ABAIXO E SAIBA MAIS

segunda-feira, 20 de julho de 2015

PACIENTES DENUNCIAM FALTA DE REMÉDIO NA FARMÁCIA DO GOVERNO DO ESTADO DE PE

Com informações do G1 PE -

Pacientes que dependem da Farmácia de Medicamentos do Estado denunciam que estão sem receber remédios há pelo menos seis meses. A maioria tem doenças crônicas e precisa dessas substâncias para fazer o tratamento, mas está contando com a boa vontade de conhecidos para não interrompê-lo. A equipe da reportagem da TV Globo NE esteve na farmácia, nesta segunda (20), e viu muitos voltarem para casa só com a receita.

Na entrada da farmácia, as histórias se repetem. Os pacientes mostram os cartões de recebimento de medicamentos e é possível ver alguns que não conseguem retirar a medicação há dois meses, outros há seis e até sete meses sem receber uma única caixa. "Eu trabalhei com mármore, granito. Já faz uns dois meses que não recebo, dizem que não tem o remédio", contou o aposentado José Vicente.

A dona de casa Jaciane de Moura tem lúpus, uma doença que causa desequilíbrio no sistema imunológico, onde em vez de defender os órgãos do corpo contra vírus e bactérias, o sistema passa a atacar o próprio organismo. Enquanto não tem remédio na farmácia, Jaciane depende da ajuda dos outros pra comprar a medicação. "Faz três meses que não pego meu remédio, só peguei em abril", disse.

Com uma câmera escondida, um produtor da reportagem perguntou a um funcionário sobre a falta de um medicamento chamado Mesalazina, de 400 miligramas. O funcionário confirmou a ausência do medicamento, mas um segurança percebe a gravação antes que outras perguntas sejam feitas e pede ao produtor que se retire.

Também dona de casa, Sebastiana da Silva conseguiu dinheiro para a passagem e saiu do Cabo de Santo Agostinho para o Recife atrás dos medicamentos que precisa. Ela vem contando com a boa vontade das pessoas para conseguir tomar os remédios. "Desde dezembro estou sem remédio de asma crônica. Meus vizinhos estavam me ajudando, fazendo cotinha", afirmou.

Renovação da requisição do medicamento
Os pacientes têm que renovar a requisição do medicamento a cada três meses. Quando voltam, novamente enfrentam o problema de falta de medicação. Alguns pacientes estão já na terceira renovação. A dona de casa Helena Severina afirma que não aguenta mais a situação. "A gente tem que renovar, aí vai um tempo para marcar a consulta. Volta aqui, não tem de novo", reclamou.

Para consulta sobre os remédios à disposição, a farmácia dispõe de um número de telefone. De acordo com os pacientes, as recepcionistas anotaram o número nas cadernetas de recebimento dos medicamentos, mas o telefone não funciona. Entre os medicamentos em falta estão Azatioprina (50 mg), Oxcarbazebina (300 mg), Formoterol, Budesonida 12 e Alenia.

A Secretaria Estadual de Saúde informou que medicamento Mesalasina foi comprado na quantidade de mais de 300 mil comprimidos e aguarda apenas a entrega do fornecedor. Já o Alenia, composto de formoterol mais budesonida, a licitação foi finalizada e o lote do medicamento, com 11 mil frascos, deve abastecer a farmácia em até 30 dias. O azatioprina e o oxcarbazebina estão sendo comprados de forma emergencial e devem ser entregues em até 45 dias.

Foto: Reprodução

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More