VOCÊ FAZ O SUCESSO

VOCÊ FAZ O SUCESSO

BAIXE O APLICATIVO RADIOSNET E OUÇA A NOVA XUCURU EM TODO LUGAR; CLIQUE NA FOTO ABAIXO E SAIBA MAIS

terça-feira, 22 de novembro de 2016

COLUNA! DO BLOG DO MAGNO MARTINS; BB ARRASTADO PELA CRISE

A informação é do Blog do Magno Martins -

A violenta crise que se abate no País atinge em cheio o sistema financeiro. Sem meios de se manter de forma saudável no mercado, o Banco do Brasil saiu na frente e anunciou um amplo programa de reestruturação que passa pelo fechamento de agências, fusões e incentivo a aposentadorias. Segundo o banco, será preservada a presença do BB nos municípios em que já atua.

Serão fechadas 31 superintendências regionais e 402 agências. Outras 379 agências serão transformadas em postos de atendimento. O Banco do Brasil vai também ampliar o atendimento digital e propor redução de jornada de trabalho para parte dos funcionários. Segundo o banco, será preservada a presença do BB nos municípios em que já atua. Em outubro, o BB já havia iniciado o encerramento de outras 51 agências.

A estratégia de ampliação do atendimento por canais digitais prevê a abertura, ainda em 2017, de mais 255 unidades de atendimento digital, entre escritórios e agências digitais, que irão se somar às 245 já existentes. Essas unidades digitais já atendem a 1,3 milhão de clientes, com expectativa de chegar a quatro milhões até o final de 2017. Com a reestruturação, haverá redução de 9,3 mil vagas no quadro do banco.

O Banco do Brasil não está demitindo ninguém. “Em função em extinção de agências, teremos redução de vagas", disse o presidente do BB, Paulo Caffarelli. Segundo Caffarelli, o BB gasta, atualmente, R$ 3 bilhões por ano a mais do que os bancos privados com folha de pagamento. O BB tem atualmente 109.159 funcionários. De acordo com o presidente da instituição, a realização de novos concursos vai depender da adesão ao programa de aposentadoria incentivada.

Segundo o banco, se até fevereiro de 2017 os funcionários de agências fechadas não tiverem sido realocados, ainda terão quatro meses para a mudança, com manutenção dos salários. Devido à rotatividade de funcionários e às adesões à aposentadoria voluntária, o banco não espera ter problemas com a realocação de pessoas.

O Plano Extraordinário de Aposentadoria Incentivada será destinado ao público potencial de até 18 mil pessoas que já reúnem condições de se aposentar, com adesão voluntária. Será concedido incentivo de desligamento correspondente ao valor de 12 salários, além de indenização pelo tempo de serviço, que varia de um a três salários, a depender do tempo de banco (entre 15 e 30 anos completos). Para aderir é preciso já estar aposentado pela previdência social ou ter 50 anos de idade e, no mínimo, 15 anos de trabalho no banco.

De acordo com simulação do Banco do Brasil, se 18 mil funcionários aderirem ao programa, haverá redução de despesas anuais de mais de R$ 3 bilhões. Segundo o BB, a partir de hoje, cerca de seis mil assessores da direção geral e superintendências também poderão aderir voluntariamente à nova jornada. A jornada de seis horas já foi anteriormente oferecida a funcionários que ocupam cargos comissionados não gerenciais na rede de agências e em órgãos regionais com 71% de adesão. O salário passará a ser 83,75% do relativo à jornada de oito horas.

CARTÕES MANTIDOS– Os clientes das 402 agências que o Banco do Brasil vai fechar em 2017 serão automaticamente transferidos para outras agências e poderão manter cartões e senhas, mesmo se houver alteração no número da conta. Segundo informou o banco, a transferência será feita para a agência mais próxima. De acordo com o Banco do Brasil, o encerramento das agências e a transformação de agências em postos de atendimento serão divulgados por internet, SMS, aplicativo para celular, terminais de autoatendimento, correspondências e cartazes nas agências.

Temer continua errando – Ao manter Geddel Vieira na Secretaria de Governo como responsável pela articulação política do Governo, o presidente Michel Temer (PMDB) dá uma tremenda pisada de bola. A maioria dos integrantes da Comissão de Ética Pública da Presidência votou, ontem, favoravelmente à abertura de um processo para investigar a conduta do ministro no episódio que levou à demissão de Marcelo Calero do Ministério da Cultura. No entanto, um pedido de vista (mais tempo para analisar o caso) de um dos integrantes da comissão adiou a abertura oficial do procedimento investigatório.

Transição em Olinda- O prefeito de Olinda, Renildo Calheiros (PCdoB), deu o start, finalmente, ao processo de transição administrativa para o prefeito eleito Professor Lupércio (SD). O primeiro encontro entre as equipes do atual prefeito e a do eleito será hoje, no prédio da Caixa Econômica Federal, no Bairro Novo. A equipe de Lupércio, que pediu os números da saúde financeira há mais de 20 dias, é coordenada pelo vice-prefeito, Márcio Botelho.

Mais liberação de recursos– O ministro da Educação, Mendonça Filho, liberou mais R$ 1,35 milhão para a assistência estudantil para atendimento de estudantes de baixa renda das universidades e institutos federais de Pernambuco. “A assistência estudantil garante igualdade de oportunidades aos estudantes, dando apoio para moradia estudantil, alimentação e transporte”, diz ele. A maior parte dos recursos será destinada às três universidades federais do Estado, que receberão juntas R$ 733 mil. Já os dois institutos federais de educação, ciência e tecnologia receberão R$ 626 mil.

ACM aconselha Miguel – Melhor prefeito de capital, segundo pesquisa do Ibope, ACM Neto, de Salvador, deu conselhos, ontem, ao prefeito eleito de Petrolina, Miguel Coelho (PSB), a quem recebeu em audiência, no seu gabinete. Neto disse ao socialista que ele para obter sucesso na nova missão não tem pode abrir mão do equilíbrio da máquina pública e retomar a autoestima da população em tempos de crise. Apresentou, ainda, alguns projetos sobre infraestrutura e saúde e se colocou à disposição para parcerias técnicas entre as duas cidades.

CURTAS

REPRESENTAÇÃO– Um grupo de parlamentares que faz oposição ao Governo Michel Temer informou ter protocolado, ontem, no Ministério Público Federal, uma representação na qual pede que o órgão apure se o ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, cometeu crimes ao procurar o ex-ministro da Cultura Marcelo Calero para tratar sobre embargo à obra de um prédio em Salvador. A informação é da assessoria do líder do PT no Senado, Humberto Costa.

BLOQUEIO– O Banco Central bloqueou mais de R$ 11 milhões das contas da mulher do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral. Uma ação criminal, expedida pelo juiz federal Sérgio Moro, solicitou o bloqueio dos valores de Adriana Ancelmo e em contas da empresa de advocacia Ancelmo Advogados.

Perguntar não ofende: Por que Lula não quer ficar frente a frente com Sérgio Moro? 

Imagem: Reprodução da internet

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More