VOCÊ FAZ O SUCESSO

VOCÊ FAZ O SUCESSO

BAIXE O APLICATIVO RADIOSNET E OUÇA A NOVA XUCURU EM TODO LUGAR; CLIQUE NA FOTO ABAIXO E SAIBA MAIS

sábado, 4 de julho de 2015

SANTA CRUZ VENCE A SEGUNDA SEGUIDA E MELHORA NA SÉRIE B DO BRASILEIRÃO

Com informações do Blog do Torcedor -

O Santa Cruz voltou a vencer em grande estilo. Ao fazer 2×1 no Bragantino na tarde deste sábado (4), no Nabi Abi Chedid, o Tricolor conseguiu seu primeiro triunfo longe de casa e deixou para trás a incômoda zona de rebaixamento ao subir seis posições na Série B. Agora é o 11º, com 12 pontos. Na próxima rodada, o adversário será o CRB, terça-feira (7), no Arruda.

Renatinho jogou praticamente como falso volante. E isso foi o segredo da marcação eficiente que o Santa Cruz iniciou fazendo no Bragantino. O Baixinho adiantou-se para formar uma linha de marcação mais adiantada com Lelê pela esquerda, João Paulo e Nathan pela direita. Quando o time perdia a bola, Anderson Aquino juntava-se a eles para adiantar o bloqueio defensivo. Isso deixou o meio de campo paulista distante do ataque, pois não conseguia a mobilidade necessária para escapar da marcação.

O que faltou ao time pernambucano foi acertar o último passe. Tanto que a melhor oportunidade saiu na bola parada. Aos 17, João Paulo bateu escanteio para Anaderson Aquino, sozinho, mandar por cima. O Bragantino só conseguiu igualar após os 30 minutos. Jocilei passou a trocar de posição e receber a bola com mais liberdade. Com ele municiando, o Massa Bruta começou a finalizar e levou perigo duas vezes com Jobinho. Na primeira ele girou de voleio mas acertou o próprio companheiro. Na segunda, o chute saiu sem força e Fred fez a defesa. O Tricolor devolveu novamente com a bola parada. João Paulo mandou no ângulo esquerdo e Douglas fez grande defesa.

O Santa voltou para o segundo tempo com o lateral-direito Nininho, um dos jogadores que menos goza de prestígio com a torcida – no lugar de Bileu. Mas foi justamente o prata da casa a criar a primeira situação de perigo. Logo no primeiro minuto ele bateu falta rasteiro e Douglas conseguiu fazer a defesa. Com a mesma postura da etapa anterior, o Tricolor manteve o adversário sob controle. E desta vez teve o bônus de acertar uma jogada ofensiva do começo ao fim. Aos 12 minutos Marlon cruzou da esquerda e Anderson Aquino fechou para concluir com o zagueiro Leandro Silva, que obviamente, tentava afastar. A bola desviou no atacante coral e entrou no canto esquerdo de Douglas.

Pouco depois, o técnico Marcelo Martelotte tirou o atacante Nathan para promover a estreia do volante Moradei. O recado para o time era simples: ‘fecha e vamos tentar o contra-ataque’. E deu. O Bragantino não tinha jogada de aproximação. Não usava os lados do campo e tentava chegar ao gol apenas rifando bola na área tricolor. Numa cobrança de escanteio mal feita aos 35, Anderson Aquino aproveitou e acionou Renatinho. O Camisa 8 avançou, percebeu que o goleiro estava adiantado e mandou por cobertura, fazendo um golaço. No penúltimo minuto o Bragantino diminuiu com Rodolfo, mas não havia tempo para mais nada.

CABEÇA
Aos dez minutos de jogo, o zagueiro Alemão e o lateral-esquerdo Marlon bateram cabeça. Enquanto o lateral saiu ileso, o zagueiro não conseguiu levantar. O nariz sangrava. Ele terminou sendo levado de ambulância para um hospital. Foi constatada uma fratura no osso zigomático – na face – mas ele passa bem.

MAIS DO MESMO
O Bragantino não fez jus à sua tradição de time que sabe usar a força. Porte físico a equipe tem mas não usa a favor. Não tem um centroavante que faça bem o pivô nem preenche os espaços.

Ficha do jogo

Bragantino: Douglas; Éverton Dias, Leandro Silva, Luan e Roberto (Rodolfo); Bruno Costa, Jocinei e Alan Mineiro (Zé Paulo); Chico (Jonatan), Jobinho e Diego Maurício. Técnico: Osmar Loss.

Santa Cruz: Fred; Bileu (Nininho), Alemão (Diego Sacoman), Danny Morais e Marlon; Wellington Cézar, Renatinho, Lelê e João Paulo; Nathan (Moradei) e Anderson Aquino. Técnico: Marcelo Martelotte.

Local: Estádio Nabi Abi Chedid (Bragança Paulista-SP). Árbitro: Edivaldo Elias da Silva (PR). Assistentes: Marconi Helbert Vieira e Luiz Antonio Barbosa (MG). Gols: Anderson Aquino, aos 12; Renatinho, aos 35; e Rodolfo, aos 49 do segundo tempo. Cartões amarelos: Bruno Costa, Jobinho, Zé Paulo, Nininho, Bileu e Danny Morais.

Foto: Reprodução

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More