VOCÊ FAZ O SUCESSO

VOCÊ FAZ O SUCESSO

BAIXE O APLICATIVO RADIOSNET E OUÇA A NOVA XUCURU EM TODO LUGAR; CLIQUE NA FOTO ABAIXO E SAIBA MAIS

terça-feira, 17 de maio de 2016

PERNAMBUCO PERDEU MAIS DE 600 LEITOS DE INTERNAÇÃO DO SUS EM CINCO ANOS

Com informações do DIARIO DE PE -

Segundo informações divulgadas pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), Pernambuco perdeu 659 leitos de internação destinados para o Sistema Único de Saúde (SUS). O levantamento detalha a variação no número que corresponde à internação, ao repouso e à observação nas unidades de saúde. As informações foram apuradas através do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), do Ministério da Saúde.

Quanto às urgências e aos ambulatórios, o estado ganhou 178 novos leitos. De acordo com o CNES, que também fez o levantamento por capitais, o Recife perdeu 114 leitos de observação de repouso e cresceu o quadro nas internações em 423. Entre 2010 e 2015, o Nordeste passou de 101 mil e 158 leitos para 94 mil e 210, ficando em quatro lugar entre as outras regiões. No NE, a Bahia sofreu o maior corte (-2.126). Em números absolutos, os estados das regiões Sudeste e Nordeste sofreram mais redução nesses cinco anos.

Em todo Brasil esse número sobe para quase 24 mil espaços para uso exclusivo do SUS, que foram desativados. “A insuficiência de leitos para internação ou realização de cirurgias é um dos fatores para o aumento do tempo de permanência nas emergências. São doentes que acabam ‘internados’ nas emergências à espera do devido encaminhamento para um leito adequado, correndo riscos de contrair infecções”, constata o presidente do CFM, Carlos Vital.

As especialidades mais afetadas no período, em nível nacional, estão psiquiatria, pediatria cirúrgica, obstetrícia e cirurgia geral. Já os leitos destinados à ortopedia e traumatologia foram os únicos que sofreram acréscimo superior a mil leitos. Em comparação ao Sistema Único de Saúde, o quantitativo na rede suplementar e nas unidades privadas aumentou em 2,2 mil o número de leitos no mesmo período.

Foto: D.P.

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More