VOCÊ FAZ O SUCESSO

VOCÊ FAZ O SUCESSO

BAIXE O APLICATIVO RADIOSNET E OUÇA A NOVA XUCURU EM TODO LUGAR; CLIQUE NA FOTO ABAIXO E SAIBA MAIS

terça-feira, 17 de maio de 2016

SE DER CERTO, TEMER PODE CONCORRER EM 2018

Com informações do Blog de Inaldo Sampaio -

FHC declarou ao “Globo” que continua favorável à reeleição e que se Michel Temer sair-se bem na Presidência da República poderá ser candidato em 2018. Temer, por sua vez, em entrevista ao “Fantástico” da TV Globo, negou que esteja nos seus planos disputar a reeleição.  

Fora da disputa, disse ele, terá mais “tranquilidade” para tocar o barco. Mas isso não significa que será candidato em hipótese nenhuma. Ou seja, se o Brasil chegar ao final de 2018 com a economia reorganizada, a inflação sob controle e o desemprego em queda, a própria população poderá cobrar o “fico” e ele não teria como dizer não. É bom que este assunto volte à tona neste início de governo para que o Senado tenha tempo de corrigir a decisão da Câmara de acabar com a reeleição, uma das poucas reformas políticas que deram certo em nosso país nos últimos 20 anos. Afinal, o tempo já provou que quatro anos são insuficientes para se deixar uma marca de governo.

Gestor – Do ministro Mendonça Filho (Educação) tentando convencer a professora aposentada Maria Helena Guimarães de Castro (Unicamp) a assumir a secretaria geral do MEC: “Não sou professor, não sou acadêmico, mas sou bom gestor”. A professora topou o convite e voltou ao mesmo cargo que ocupou na gestão do ministro (ex-reitor da Unicamp) Paulo Renato (governo FHC).

Réplica – O pastor Carlos Geraldo (PRB-PE) chamou de “inoportuna e preconceituosa” a crítica do secretário Felipe Carreras (Turismo) ao fato de Armando Monteiro ter sido substituído no Ministério do Desenvolvimento pelo pastor Marcos Pereira. “Crendo em Deus ou não, o que vale é a capacidade da pessoa”, disse ele.

Redução – O PT, no 1º governo de Lula (2003-2006), tinha 91 deputados federais e 818 prefeitos. Hoje, tem apenas 57 federais (nenhum em PE) e 544 prefeitos. E deve encolher ainda mais nas próximas eleições.

Órfãos – O PSDB tem três ministérios no governo Temer. Mas Aécio nega ter indicado Bruno Araújo (Cidades), FHC que tenha bancado Serra (Itamaraty) e Alckmin que seja o padrinho de Alexandre Moraes (Justiça).

Apito – Revela o “Estadão” de ontem que Fernando Filho (PSB) foi convidado por Michel Temer para o Ministério de Minas e Energia quando faltavam apenas 15 minutos para o anúncio oficial da equipe.

Palanque – Como adiantou Armando Monteiro (PTB), é inevitável que se juntem no Recife, num eventual 2º turno das eleições municipais, todas as forças de oposição ao prefeito Geraldo Júlio (PSB): PSDB, DEM, PTB, PT, PSOL, PRB e PV. Se o prefeito não ganhar no 1º, terá no 2º uma eleição de risco.

Cobrança – O prefeito de Brejinho, José Vanderley (PSB), melhor gestor de PE segundo pesquisa da Firjan, amanhecerá hoje no Recife para solicitar a Paulo Câmara que mande consertar urgentemente os 17 km da PE-275 que liga São José do Egito à divisa com a PB. Ele já recorreu ao DER, mas não adiantou.

Cultura – A Secretaria Nacional de Cultura, que será criada por Michel Temer, terá sob suas asas uma estrutura razoável: Ancine, Iphan, Biblioteca Nacional, Fundação Casa de Ruy Barbosa, Fundação Cultural Palmares e Funarte. Já a Fundação Joaquim Nabuco, de onde Paulo Rubem pediu exoneração na semana passada por não reconhecer “legitimidade” no governo Temer, permanecerá subordinada ao MEC.

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More