VOCÊ FAZ O SUCESSO

VOCÊ FAZ O SUCESSO

BAIXE O APLICATIVO RADIOSNET E OUÇA A NOVA XUCURU EM TODO LUGAR; CLIQUE NA FOTO ABAIXO E SAIBA MAIS

sábado, 30 de abril de 2016

VACINAÇÃO CONTRA A FEBRE AFTOSA COMEÇA NESTE DOMINGO (1º) EM PERNAMBUCO

Com informações do Folha PE -

A primeira etapa da campanha de vacinação contra febre aftosa acontece de 1º a 31 de maio e todo o rebanho de bovinos e bubalinos deve ser imunizado para manter o status de área livre de febre aftosa com vacinação. A Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária (SARA), por meio da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado (Adagro), espera vacinar mais de 90% do rebanho pernambucano.

“Temos uma expectativa de vacinar mais de 1,9 milhões de animais em Pernambuco, que desde 2014 está certificado pela Organização Internacional de Epizootias (OIE) como área livre ", explicou o Secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota. “ Além de imunizar o rebanho, o produtor não deve esquecer de declarar a vacinação nos escritórios da Adagro, pois o inadimplente pagará multa e terá restrições para transitar com seu animal”, completou a Gerente Geral da Adagro, Erivânia Camelo.

Na segunda, dia 02, todas as farmácias veterinárias cadastradas estarão comercializando o produto que deve ser adquirido pelos criadores pernambucanos. A vacina só é eficaz se conservada no gelo (temperatura entre 2° e 8°) e deve ser aplicada nas horas mais frias do dia, pela manhã ou no fim da tarde, para evitar o estresse dos animais. O local da aplicação deve estar limpo para evitar contaminação e a agulha deve ser trocada ou higienizada a cada dez aplicações.

A Campanha é realizada duas vezes por ano, nos meses de maio e novembro, como determina o calendário nacional do Ministério da Agricultura e quase todos os estados da federação realizam vacinação nesse período. Nas duas etapas do ano passado, Pernambuco manteve a média de vacinação em 96%.

Febre aftosa - Doença altamente contagiosa, que atinge bois, búfalos, cabras, ovelhas e porcos. O vírus causa febre, ferimentos na boca, garganta e na pele, ao redor dos cascos. Os países afetados pela doença sofrem severas perdas econômicas por causa da diminuição e pela desvalorização de seus produtos de origem animal, assim como por limitações no mercado internacional.

Peste suína clássica - Aproveitando a campanha da aftosa, a Adagro fará um recadastramento do rebanho suíno do Estado, uma vez que o Ministério da Agricultura vai fazer um estudo sorológico com o objetivo de transformar o Nordeste em área livre de peste suína clássica. Pernambuco tem cerca de 717 mil suínos e não registra casos da doença há mais de 15 anos.

Foto: Reprodução

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More