VOCÊ FAZ O SUCESSO

VOCÊ FAZ O SUCESSO

BAIXE O APLICATIVO RADIOSNET E OUÇA A NOVA XUCURU EM TODO LUGAR; CLIQUE NA FOTO ABAIXO E SAIBA MAIS

sábado, 18 de junho de 2016

NÁUTICO EMPATA EM 1 a 1 COM O BRAGANTINO PELA SÉRIE B

Com informações do FOLHApe -

Com uma atuação fraca e um gol nos acréscimos do segundo tempo, o Náutico com o Bragantino por 1x1 neste sábado (18), no Arruda, pela 10ª rodada da Série B. Com a igualdade no placar, o Timbu permaneceu no G4 e segue na quarta colocação com 16 pontos. O próximo compromisso alvirrubro é diante do Brasil de Pelotas, na próxima terça-feira (21), fora de casa. 

O primeiro tempo foi bastante morno porque não teve muitas chances de perigo real de gol. O Timbu teve mais posse de bola, mas pecou na transição. Pela ansiedade para finalizar o mais rápido no gol adversário, trocou velocidade por afobação. Saía de forma desorganizada, principalmente nas bolas longas e não conseguia prender a bola no ataque, muito menos criava. O setor criativo não funcionou, sobretudo porque Rony, Renan Oliveira e Jefferson Nem estavam apagados. As armas para ameaçar o gol do adversário eram bolas aéreas e os chutes de média distância.

A chance alvirrubra de mais perigo ocorreu no minuto 42. Jefferson Nem arrematou de fora da área e passou perto do travessão.

Os paulistas jogavam no erro do Náutico e tentavam os contra-ataques, principalmente pelo flanco direto com Watson. A única chance de perigo do Bragantino foi aos 17 minutos. Mateus Müller tentou proteger a bola e perdeu para Watson, que arrancou em direção. Driblou Júlio César e foi desarmado por Rafael Pereira na hora de finalizar.

Com as entradas de Rodrigo Souza e Tiago Adan nas vagas de Mateus Müller e Renan Oliveira, respectivamente, os pernambucanos voltaram melhor para a segunda etapa. Teve mais volume de jogo e mais mobilidade no campo de ataque. Jogou no campo de ataque e pressionou a Massa Bruta. Porém, o Bragantino abriu o placar. Aos 12 minutos, o ex-Santa Cruz, Edson Sitta, cruzou da esquerda e a bola passou por todo mundo. Na segunda trave, Watson, livre de marcação, empurrou para o gol.

Após tomar o revés, o Náutico permaneceu com mais posse de bola e volume de jogo. Porém, pecavam no último passe e não finalizavam em gol. Os paulistas jogavam no seu campo e tentavam suportar a pressão do alvirrubra.

Nos dez minutos finais da partida, o Timbu pressionou na base do abafa e criou chances de ataque nos chutes de fora da área. Aos 44 minutos, Daniel Pereira colocou a mão na bola após chute de fora e o juiz deu pênalti. Bergson cobrou a penalidade e empatou o jogo.

FICHA TÉCNICA

NÁUTICO 1
Júlio César; Rafael Pereira, Eduardo, Léo Pereira e Mateus Müller (Rodrigo Souza); Gaston, Maylson e Renan Oliveira (Tiago Adan); Jefferson Nem, Bergson e Rony (Matheus Lucas). Técnico: Alexandre Gallo

BRAGANTINO 1
Felipe; Guilherme Andrade, Rodrigo San, Éder Lima e Bruno Pacheco; Gabriel Silva, Daniel Pereira, Watson (Rômulo) e Edson Sitta (Leandro Brasília); Claudinho e Erick (Eliandro). Técnico: Toninho Cecílio

Local: Estádio do Arruda
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (ASP-FIFA/MG)
Assistentes: Luiz Antonio Barbosa (MG) e Eric Nunes Costa (SE)
Público: 7.236 
Renda: R$ 90.120,00

Gols: Watson (12 do 1º); Bergson (47 do 2º)
Cartões amarelos: Bergson (Náutico); Daniel Pereira, Gabriel Silva (Bragantino).

Foto: Reprodução

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More